Terrorista de Nice tirou selfie a sorrir no meio da multidão

Ataque com camião faz mais de 30 mortos numa esplanada em Nice

O terrorista tunisino que matou 84 pessoas em Nice, França, terá tirado uma selfie no meio da multidão, a sorrir, antes ter lançado um camião contra ela. Nos instantes antes do ataque, terá também enviado uma SMS a um cúmplice a pedir mais armas.

O canal de notícias francês BFM TV revelou que o terrorista, Mohamed Lahouaiej Bouhlel, enviou uma mensagem de texto antes do ataque, pedindo ao destinatário, um homem já detido, que levasse mais armas.

“Traz mais armas, traz de 5 a C”, pediu o atacante numa mensagem enviada a 14 de Julho pelas 22:27, hora local, minutos antes de entrar no passeio marítimo de Nice com um camião que usou para abalroar dezenas de pessoas que assistiam ao fogo-de-artifício, provocando 84 mortos, dez das quais crianças ou adolescentes. Há ainda 18 pessoas internadas em risco de vida.

Antes desta SMS, na tarde de quinta-feira, Bouhlel terá enviado uma selfie ao irmão, Jabeur, onde aparecia no meio da multidão em Nice e a sorrir.

Foi o próprio irmão do terrorista quem o contou em declarações à Reuters, citadas pelo jornal inglês The Independent.

“Nesse último dia, ele disse que estava em Nice com uns amigos europeus para celebrar o feriado nacional [o Dia da Bastilha]. Parecia muito feliz e satisfeito, estava a rir muito“, refere Jabeur.

A Reuters não conseguiu, contudo, verificar a existência desta foto, já que o irmão do terrorista se recusou a partilhá-la com a agência de notícias.

Polícia à procura de cúmplices

O telemóvel do terrorista foi encontrado na cabine do camião depois de a polícia ter abatido o atacante para pôr fim ao ataque, disparando 27 tiros, adianta o jornal francês Le Figaro.

Essa mensagem, bem como outra em que Bouhlel assegurava que já tinha “material”, estão a ser encaradas pela polícia como provas de que ele teve cúmplices.

Peritos do departamento anti-terrorista da polícia francesa estão agora a tentar encontrar mais indícios através da análise ao computador e ao telemóvel do atacante, depois de não terem encontrado qualquer “material de propaganda” do grupo terrorista Estado Islâmico na sua habitação em Nice.

A polícia já deteve sete pessoas do círculo próximo do atacante, uma delas a sua mulher, que estava em processo de divórcio, e que foi, entretanto, posta em liberdade.

Outras testemunhas que, de acordo com alguns meios de comunicação, ascendem às centenas, foram também interrogadas.

Problemas psicológicos e esteróides anabolizantes

O Daesh já reivindicou o atentado, realçando que Bouhlel era um “soldado” da causa islâmica. E o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, disse à comunicação social francesa que ele ter-se-á “radicalizado muito rapidamente”.

Os familiares e vizinhos do terrorista recusam, porém, a ideia de que ele fosse religioso, considerando antes, que era um homem violento e psicologicamente instável.

O advogado da esposa do terrorista refere que a mulher sofreu “violências físicas e clausura” às mãos do marido e diz ainda que este também agrediu a sogra.

Familiares de Bouhlel revelaram igualmente que ele teria problemas psicológicos e o psiquiatra que o tratou, há mais de 10 anos, contou à Reuters situações de violência com os pais e problemas de auto-estima por causa da “imagem do seu corpo”.

Neste sentido, um testemunho de um frequentador do ginásio onde Bouhlel costumava ir relatou ao jornal Nice-Matin que o atacante injectava esteróides anabolizantes para “construir os músculos”.

Entretanto, o Le Figaro revela que o terrorista planeou o ataque em detalhe. Bouhlel terá percorrido a rua onde abalroou a multidão com o mesmo camião que usou no atentado nos dias 12 e 13 de Julho, as vésperas do ataque que ocorreu a 14.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Denúncia de Rui Pinto leva a congelamento de conta bancária da Doyen

Oito milhões de euros que estavam numa conta bancária do fundo de investimento Doyen foram congelados pelas autoridades portuguesas. Uma denúncia do whistleblower português Rui Pinto levou o fundo a ser investigado por suspeitas de fraude …

Preocupado com a Bielorrúsia, Macron ligou a Putin (e aproveitaram para falar da vacina russa)

O Presidente francês, Emmanuel Macron, manifestou esta quarta-feira ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, "uma preocupação muito grande" quanto à situação na Bielorrússia após a reeleição do chefe de Estado autoritário bielorrusso, Alexander Lukashenko. Segundo indicou …

Obras do Hospital Militar de Belém custaram mais do triplo do valor estimado

As obras no Hospital Militar de Belém, em Lisboa, custaram mais do valor inicialmente estimado, avançou o Diário de Notícias esta quarta-feira. De acordo com o jornal, estava inicialmente previsto que a reabilitação de três …

Autópsia a Valentina revela descolamento do crânio

A autópsia a Valentina, a menina de 9 anos encontrada morta na serra D’el Rei, em Peniche, distrito de Leiria, em meados de maio, revela descolamento do crânio, avança esta quinta-feira o Correio da Manhã. …

Rio pede "coerência" na lotação do Avante e faz comparação com estádios

O líder do PSD pronunciou-se sobre a lotação da festa do Avante, lembrando que, se for reduzida para metade, isso é o mesmo que os estádios do FC Porto ou do Sporting estarem cheios. Na sua …

Juiz Carlos Alexandre desiste de queixa contra Rui Pinto

A proposta do Ministério Público (MP) para que o pirata informático não continuasse a ser investigado dependia da autorização do "super-juiz", avança o Correio da Manhã. De acordo com o Correio da Manhã, o juiz Carlos …

Surto na Nova Zelândia faz 17 novas infeções (e não se sabe de onde veio)

Após 102 dias sem casos de covid-19, a Nova Zelândia registou um novo surto na sua maior cidade, Auckland. O número de infeções subiu para 17, mas não se sabe de onde veio. De acordo com …

Ameaças de morte a deputadas. Bloco vai fazer queixa ao Ministério Público

O Bloco de Esquerda vai apresentar duas queixas ao Ministério Público, uma por cada deputada ameaçada no e-mail enviado à SOS Racismo. A Polícia Judiciária está a investigar um e-mail enviado a um grupo de dez …

Siza Vieira garante que subida do salário mínimo não foi discutida à Esquerda

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, garantiu, em entrevista ao Observador, que uma eventual subida do Salário Mínimo Nacional (SMN) não foi discutida com os partidos de Esquerda. "O …

Governo pode rever (e adiar) fim dos plásticos de utilização única nos restaurantes

O Governo admite rever e suspender a entrada em vigor da proibição de uso de plásticos de utilização única em retaurantes devido à pandemia de covid-19. O Jornal de Negócios avança esta quinta-feira que a pandemia …