Encobrimento da morte do jornalista saudita foi “um dos piores da história”

Jim Lo Scalzo / EPA

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou esta terça-feira a Arábia Saudita, considerando que o país orquestrou o encobrimento da morte do jornalista Jamal Khashoggi e que a operação foi “um fiasco completo”.

“O conceito original deles era muito mau (…) e o encobrimento foi o pior da história dos encobrimentos”, disse Trump em declarações aos jornalistas na Sala Oval.

Depois de ter dito, na semana passada, que considerava credíveis as justificações dadas por Riade, o presidente norte-americano vem agora criticar a operação. Esta é a primeira vez que Trump expressa dúvidas relativamente às explicações prestadas pela Arábia.

Durante uma reunião que se seguiu com líderes militares norte-americanos, Donald Trump insistiu que “nada do que os sauditas fizeram naquela operação” correu bem. “Eu diria que foi um fiasco completo desde o primeiro dia”, reforçou.

Questionado sobre o que considerava um fiasco, se o alegado plano para assassinar Khashoggi ou o encobrimento, Trump respondeu que “nunca deveria ter havido uma execução [do plano] ou um encobrimento”.

Trump acrescentou que na terça-feira falou novamente ao telefone com o príncipe herdeiro saudita, Mohamed bin Salman, o qual afirmou categoricamente “que não tem nada a ver com isso, que foi feito a um nível inferior”.

O Presidente norte-americano declarou que tencionava pedir ao Congresso que lhe enviasse “recomendações” sobre possíveis respostas dos Estados Unidos, algo que aconteceu pela voz do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que anunciou uma primeira represália: a revogação dos vistos dos envolvidos na morte de Khashoggi.

DTrump reiterou, no entanto, que não está inclinado a travar as vendas de armas a Riade, porque a “Rússia, China e França aproveitariam rapidamente” essa oportunidade de negócio. Em sentido oposto, a chanceler alemã, Angela Merkel já anunciou a suspensão de vendas ao reino, tendo também o Canadá, pela voz do primeiro-ministro Justin Trudeau, admitiu fazer o mesmo após a confirmação da morte do jornalista.

União Europeia não pode compactuar

O presidente do Conselho Europeu instou esta quarta-feira a União Europeia a manter-se à margem de “qualquer jogo ambíguo” no caso de Jamal Khashoggi, defendendo que o único interesse europeu deve ser conhecer os detalhes da morte do jornalista saudita.

Discursando diante dos eurodeputados no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, onde debate nesta quarta-feira os resultados do último Conselho Europeu, Donald Tusk reservou o final da sua intervenção ao “assassinato chocante do jornalista saudita Jamal Khashoggi”.

“Foi um crime tão horrendo que até o mínimo rasto de hipocrisia nos envergonharia. Não é o meu papel revelar quem quer proteger os interesses de quem, mas sei uma coisa: o único interesse europeu é que todos os detalhes deste caso sejam revelados, independentemente de quem seja responsável por ele”, defendeu.

O presidente do Conselho Europeu apelou à “sensibilidade e determinação” dos eurodeputados, garantindo acreditar que estes não permitirão que “a Europa, os seus Estados-membros e instituições, se envolvam em qualquer jogo ambíguo”.

Khashoggi, um jornalista saudita crítico do regime de Riade, que vivia em Washington, foi assassinado a 2 de outubro, depois de se ter deslocado ao consulado do seu país em Istambul, na Turquia, para levantar alguns documentos que precisava para se casar com sua noiva turca.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

PSD e PS lesaram o Estado nos contratos dos aviões C-295 da Força Aérea

O Tribunal de Contas (TdC) concluiu que o Estado português perdeu 9,25 milhões de euros de compensação pelo incumprimento das contrapartidas na compra de 12 aviões C-295 à Airbus Defense and Space (ADS), num relatório …

Sob suspeita, Juan Carlos exila-se na República Dominicana (via Porto)

O rei emérito de Espanha, Juan Carlos, viajou este fim-de-semana para a República Dominicana, depois de decidir viver noutro país face à repercussão pública das investigações sobre os seus alegados fundos em paraísos fiscais. O destino …

É possível inativar o novo coronavírus no leite materno. Basta pasteurizá-lo

Uma equipa de cientistas da Universidade de Toronto e da Sinai Health, no Canadá, realizou uma pesquisa que comprovou que pasteurizar o leite materno inativa o vírus Sars-CoV-2. Uma nova investigação, cujo artigo científico foi recentemente …

Cientistas tornam a luz invisível visível pela primeira vez

Uma equipa de cientistas da Vrije Universiteit Brussel e de Harvard conseguiu, pela primeira vez, tornar visível a luz de campo próximo. Existem vários tipos de luz, alguns visíveis e outros invisíveis ao olho humano. Os …

Estrela morta emite cocktail de radiação nunca antes visto

Um grupo internacional de cientistas explorou o potencial do telescópio espacial de raios gama da Agência Espacial Europeia (ESA) - e outros telescópios e instrumentos - para detetar um cocktail de radiação inédita de uma …

Ator francês Dieudonné banido do Facebook por comentários antissemitas

O ator francês foi banido definitivamente do Facebook e do Instagram por causa dos comentários sobre as vítimas do Holocausto marcados por termos e expressões "desumanizantes contra os judeus". O anúncio do afastamento permanente de Dieudonné …

Última temporada de "La Casa de Papel" terá filmagens em Portugal

A rodagem da quinta temporada da série espanhola "La Casa de Papel", de Álex Pina, começa esta segunda-feira e terá filmagens em Portugal, revelou a plataforma Netflix. Em comunicado, na última sexta-feira, a Netflix explica que …

Janelas com vista para o Espaço. Virgin Galactic revela interior de nave espacial para turistas

A Virgin Galactic acaba de revelar o luxuoso design do interior da cabine do primeiro veículo SpaceshipTwo - o VSS Unity - que permitirá a astronautas e entusiastas explorar o Espaço com conforto. A Virgin Galactic, …

Irão garante ter detido líder de "grupo terrorista" dos EUA

Este sábado, o Irão anunciou a detenção do líder de um "grupo terrorista" norte-americano alegadamente responsável por um bombardeamento mortal, em 2008, numa mesquita da cidade de Shiraz, entre outros ataques. "Jamshid Sharmahd, líder do grupo …

Engenheiro reconstrói máquina que decifrou os códigos alemães Enigma na II Guerra Mundial

Hal Evans construiu a primeira réplica funcional de um ciclómetro: uma máquina construída no início da década de 1930 (e usada na II Guerra Mundial) por matemáticos polacos para ajudar a decifrar as mensagens secretas …