/

Nenhuma morte associada à covid-19 nas últimas 24 horas. Mas há mais 572 casos

1

Portugal registou, esta quinta-feira, mais 572 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

De acordo com o último boletim da DGS, dos 572 novos casos, 264 são na região de Lisboa e Vale do Tejo. Na região Norte há mais 159 infetados do que nas últimas 24 horas, no Centro 64, nos Açores 38, no Alentejo 22, na Madeira 14 e no Algarve 11 casos.

No total, o número de pessoas infetadas pela doença desde o início da pandemia é agora de 847.006. Há, neste momento, 22.452 casos ativos, mais 105 do que na quarta-feira.

Não se registou nenhum óbito associado à doença nas últimas 24 horas, estando confirmadas, tal como ontem, 17.022 mortes.

Neste momento, existem 233 doentes internados em Portugal, dos quais 53 nos cuidados intensivos, indicadores iguais aos do dia de ontem.

O boletim da DGS também aponta para mais 467 doentes recuperados, verificando-se já um total de 807.532 pessoas. Há ainda 21.834 pessoas em vigilância pelas autoridades de saúde, mais 1221 em relação ao dia de ontem.

Na chamada matriz de risco, Portugal já está na zona amarela. O país tem uma média de 57,8 casos de infeção por 100 mil habitantes e o índice de transmissibilidade (Rt) mantém-se nos 1,07.

Esta terça-feira, o Governo anunciou que o processo de vacinação vai acelerar em todo o território continental, e não apenas em Lisboa como tinha sido anunciado inicialmente, alargando-o a maiores de 40 e 30 anos a partir de 6 e 20 de junho, respetivamente.

A pandemia da covid-19 já matou, até hoje, quase 3,5 milhões de pessoas em todo o mundo desde que foi notificado o primeiro caso na China, em dezembro de 2019, segundo a agência francesa France-Presse.

  Filipa Mesquita, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.