Dezenas de políticos brasileiros acusados de suborno

Fabio Rodrigues Pozzebom / ABr

A Câmara dos Deputados do Brasil

A Câmara dos Deputados do Brasil

Um ex-diretor da petrolífera estatal brasileira, em prisão preventiva por lavagem de dinheiro, apontou como cúmplices dezenas de importantes políticos, entre os quais Eduardo Campos, o candidato à presidência falecido no mês passado, adiantou hoje a imprensa.

A revista “Veja” citou Eduardo Campos como estando na lista dos políticos que teriam recebido subornos milionários pagos pelas construtoras que ganharam concursos para trabalhar em projetos da Petrobras.

A denúncia dos políticos  foi realizada ao longo da última semana, supostamente pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, detido na prisão do Comissariado da Polícia Federal em Curitiba (no estado do paraná, no sul do Brasil), em troca de uma redução de pena.

Costa está em regime de prisão preventiva e é acusado de lavagem de somas milionárias procedentes de corrupção na petrolífera.

Na lista de personalidades alegadamente citadas por Costa figuram o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, além de cinco outros legisladores.

Também aparecem ex-governadores de estados onde a Petrobras executou importantes obras nos últimos anos, como no Rio de Janeiro (Sérgio Cabral), no Maranhão (Roseana Sarney) e Pernamburco (Eduardo Campos).

Campos era o candidato do Partido Socialista Brasileiro (PSB) para as eleições presidenciais do próximo 05 de outubro, mas faleceu num acidente aéreo a 13 de agosto passado e foi substituído por Marina Silva, que agora lidera as intenções de voto.

O antigo diretor da Petrobras citou pelo menos 25 deputados e seis senadores do Partido dos Trabalhadores (PT), da presidente Dilma Rousseff, do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB-governo) e do Partido Progressista (PP, na oposição).

O jornal “Folha de São Paulo”, sem mencionar os nomes envolvidos, informou na sexta-feira que Costa denunciou pelo menos 49 deputados e 12 senadores.

De acordo com a “Veja”, o secretário das Finanças do PT, João Vaccari Neto, seria o responsável por canalizar os fundos da rede de corrupção para os políticos do seu partido político.

A revista contactou os envolvidos e todos eles negaram ter recebido dinheiro de Paulo Roberto Costa.

Na sua declaração, Costa afirma que teria sido cometida uma fraude para aumentar o preço de compra de uma refinaria nos Estados Unidos, um negócio que está a ser investigado pelo Ministério Público por supostas irregularidades, para justificar a rede de subornos.

O interrogatório a Costa já ultrapassa as 42 horas de gravações desde o dia 29 de agosto.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Descobertas duas super-Terras na zona habitável de uma das estrelas mais próximas do Sistema Solar

Uma equipa internacional de cientistas encontrou duas super-Terras a orbitar uma das estrelas mais próximas do Sistema Solar. Conduzida pela Universidade de Göttingen, na Alemanha, a equipa de especialistas localizou um sistema formado por pelo …

Sporting 2-1 Gil Vicente | Leão de Plata só sabe vencer

O Sporting cumpriu na recepção ao Gil Vicente, no fecho da 29ª jornada da Liga NOS, e venceu por 2-1, num jogo que pareceu sempre controlado, mas que terminou com emoção. Os “leões” dominaram por completo …

Leões marinhos decapitados estão a dar à costa no Canadá (e ninguém sabe porquê)

Os corpos decapitados de pelo menos cinco leões-marinhos encontrados nas costas de Vancouver, no Canadá, nos últimos meses sugerem que pode haver um serial killer de mamíferos marinhos à solta. O LiveScience relata que pelo menos …

Este japonês é a única pessoa no mundo a ter um mestrado em Estudos Ninja

Um homem japonês tornou-se a primeira pessoa no mundo a ter um mestrado em Estudos Ninja depois de concluir um curso de pós-graduação que envolvia a aprendizagem de artes marciais básicas e escalada de montanhas. De …

Cátio Baldé acusado de comprar vistos para jogadores do Benfica

Cátio Baldé está a ser acusado de corrupção passiva por ter pagado a um funcionário da embaixada portuguesa em Bissau para conseguir vistos para jogadores do Benfica. O empresário admite o crime, mas nega o …

Ex-polícia admite ser "Assassino de Golden State" e declara-se culpado de 13 homicídios

O ex-polícia norte-americano Joseph DeAngelo declarou-se, esta segunda-feira, culpado de 13 homicídios. Mais conhecido como o "Assassino de Golden State", DeAngelo foi preso em 2018, após 40 anos de investigação. A identificação do criminoso apenas foi …

Infarmed garante ter stock de remdesivir, apesar da compra massiva dos EUA

Depois da notícia de que os EUA compraram à empresa Gilead Sciences praticamente toda a reserva para três meses do medicamento remdesivir, o primeiro aprovado no país no tratamento de covid-19, o Infarmed garante que …

Orfão, capturado e apresentado à rainha. A história da mais antiga fotografia de um indígena da Nova Zelândia

Um daguerreótipo - primeiro processo fotográfico do mundo - mantido na Biblioteca Nacional da Austrália é o mais antigo retrato fotográfico conhecido de um indígena maori da Nova Zelândia. Na imagem antiga, um adolescente aparece vestido …

Uma mesa de 490 metros na Charles Bridge. Em Praga, o fim da restrições celebrou-se com um jantar em massa

Os habitantes de Praga, capital da República Checa, construíram uma mesa com quase 490 metros e realizaram um enorme jantar público esta terça-feira para comemorar o fim do bloqueio do coronavírus no país. De acordo com …

Vladimir Putin vai poder governar a Rússia até 2036

Os eleitores russos devem aprovar, com larga maioria, as emendas constitucionais que permitem ao Presidente Vladimir Putin concorrer a outros dois mandatos, de acordo com os primeiros resultados do referendo. A Comissão Central de Eleições disse …