Dezenas de políticos brasileiros acusados de suborno

Fabio Rodrigues Pozzebom / ABr

A Câmara dos Deputados do Brasil

A Câmara dos Deputados do Brasil

Um ex-diretor da petrolífera estatal brasileira, em prisão preventiva por lavagem de dinheiro, apontou como cúmplices dezenas de importantes políticos, entre os quais Eduardo Campos, o candidato à presidência falecido no mês passado, adiantou hoje a imprensa.

A revista “Veja” citou Eduardo Campos como estando na lista dos políticos que teriam recebido subornos milionários pagos pelas construtoras que ganharam concursos para trabalhar em projetos da Petrobras.

A denúncia dos políticos  foi realizada ao longo da última semana, supostamente pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, detido na prisão do Comissariado da Polícia Federal em Curitiba (no estado do paraná, no sul do Brasil), em troca de uma redução de pena.

Costa está em regime de prisão preventiva e é acusado de lavagem de somas milionárias procedentes de corrupção na petrolífera.

Na lista de personalidades alegadamente citadas por Costa figuram o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, além de cinco outros legisladores.

Também aparecem ex-governadores de estados onde a Petrobras executou importantes obras nos últimos anos, como no Rio de Janeiro (Sérgio Cabral), no Maranhão (Roseana Sarney) e Pernamburco (Eduardo Campos).

Campos era o candidato do Partido Socialista Brasileiro (PSB) para as eleições presidenciais do próximo 05 de outubro, mas faleceu num acidente aéreo a 13 de agosto passado e foi substituído por Marina Silva, que agora lidera as intenções de voto.

O antigo diretor da Petrobras citou pelo menos 25 deputados e seis senadores do Partido dos Trabalhadores (PT), da presidente Dilma Rousseff, do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB-governo) e do Partido Progressista (PP, na oposição).

O jornal “Folha de São Paulo”, sem mencionar os nomes envolvidos, informou na sexta-feira que Costa denunciou pelo menos 49 deputados e 12 senadores.

De acordo com a “Veja”, o secretário das Finanças do PT, João Vaccari Neto, seria o responsável por canalizar os fundos da rede de corrupção para os políticos do seu partido político.

A revista contactou os envolvidos e todos eles negaram ter recebido dinheiro de Paulo Roberto Costa.

Na sua declaração, Costa afirma que teria sido cometida uma fraude para aumentar o preço de compra de uma refinaria nos Estados Unidos, um negócio que está a ser investigado pelo Ministério Público por supostas irregularidades, para justificar a rede de subornos.

O interrogatório a Costa já ultrapassa as 42 horas de gravações desde o dia 29 de agosto.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam hidrogel que se cura a si mesmo como a pele humana

A carne artificial, que pode vir a ser essencial para futuros desenvolvimentos em robótica e dispositivos médicos, está cada vez mais próxima de se tornar realidade. Cientistas na Austrália criaram um novo material gelatinoso que, asseguram, …

As estranhas "riscas de tigre" de Encélado foram finalmente explicadas

A lua gelada de Saturno, Encélado, tem despertado especial interesse na comunidade científica desde que foi observada em detalhe pela sonda espacial da NASA Cassini em 2005. Agora, uma equipa de cientistas encontrou resposta para …

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …