Detidos por ter barba e demasiados filhos. Novo documento revela perseguição à minoria muçulmana na China

Novos documentos divulgados revelam que as autoridades chinesas estão a monitorizar os movimentos e comportamento dos uigures, membros de uma minoria muçulmana. Haverá pessoas a serem enviadas para campos de reeducação por causa da sua barba e por terem demasiados filhos.

De acordo com o documento de 137 páginas enviado ao jornal alemão Deutsche Welle e à emissora britânica BBC, 311 pessoas foram enviadas para campos de “reeducação” no condado de Karakax em 2017 e 2018. As razões dadas para a detenção incluem jejum, barba, solicitação de passaporte, aceder a sites alojados no estrangeiro e violação da política oficial de nascimento por ter muitos filhos.

A lista inclui detalhes pessoais de mais de três mil indivíduos da região oeste de Xinjiang, incluindo o nome completo e o número de identificação de mais de 1.800 membros da família, vizinhos e amigos com relações a essas 311 pessoas enviadas para campos.

“O nível de detalhe é impressionante”, disse Rian Thum, especialista da Universidade de Nottingham, à Deutsche Welle. “Acho interessante imaginar que estas coisas existem em Xinjiang. Os dados que estão por aí devem ser surpreendentes”.

O jornal britânico The Independent dá o exemplo de um caso em que um homem uigur foi enviado para um campo de reeducação pelas autoridades chinesas, que também ficaram a monitorizar 15 dos seus familiares, por ele ter deixado a sua barba crescer. As autoridades concluíram que os pelos faciais do homem e o uso de um véu pela esposa indicavam que estavam “infetados com ideias religiosas e extremistas“.

Embora a maioria dos detidos tenha sido posteriormente aprovada para libertação – embora sob vigilância constante -, dezenas de pessoas foram forçadas a trabalhar em fábricas, de acordo com os documentos.

A BBC afirma que a fonte deste arquivo será a mesma que, em novembro, divulgou documentos que detalham a organização e o quotidiano dos campos de “transformação ideológica” de membros das minorias uigur e cazaque.

Desde 2014, até dois milhões de muçulmanos uigures e outras minorias étnicas foram detidos em campos como parte de uma suposta campanha antiterrorista. A China insistiu que está a administrar o que chama de centros de “treino vocacional” para combater o extremismo na região. No entanto, ex-detidos alegaram que os presos são submetidos a tortura, experiências médicas e violação em grupo

No mês passado, constatou-se que mais de cem cemitérios uigures foram demolidos pelas autoridades. Grupos de direitos humanos descreveram-no como uma escalada da campanha do regime comunista para destruir a cultura da minoria muçulmana.

ZAP //

 

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Chega "indica" Joana Marques Vidal para conselho de ética parlamentar

O Chega propôs na sexta-feira a criação de um conselho de ética parlamentar, presidido pela ex-procuradora-geral da República (PGR), Joana Marques Vida. Numa nota enviada à agência Lusa, o Chega justificou esta iniciativa pelo facto de …

Miranda do Corvo decreta três dias de luto municipal por morte de bombeiro

A Câmara de Mirando do Corvo decretou três dias de luto municipal em memória do bombeiro da corporação de voluntários da vila José Augusto Dias Fernandes, que morreu no sábado, durante o combate a um …

Bill Gates pede que medicamento para a covid-19 vá para os mais necessitados (e não para o "maior apostador")

O co-fundador da Microsoft Bill Gates pediu esta semana que os medicamentos e uma eventual vacina que possa surgir para a covid-19 sejam disponibilizados para quem mais precisa, e não para o "maior apostador". Citado pela …

Dois (ou três) jogadores do Flamengo podem chegar ao Benfica à boleia de Jesus

Os jogadores do Flamengo Gerson e Bruno Henrique podem chegar ao Benfica à boleia de Jorge Jesus, que tem sido apontado à Luz para suceder a Bruno Lage. Apesar de já se ter noticiado a …

Ensino Superior tem 2.370 vagas para alunos do profissional

O próximo ano letivo terá 2.370 vagas no Ensino Superior direcionadas para alunos do ensino profissional, avança o jornal Público este sábado, detalhando que, ao todo, 456 licenciaturas. As vagas em causa fazem parte do …

Horta Osório não exclui regresso a Portugal (e trabalhar fora da banca)

António Horta Osório, que em breve vai deixar a presidência executiva do banco britânico Lloyds, não exclui um regresso a Portugal no seu futuro profissional. “O meu futuro profissional [pós-Lloyds] está totalmente em aberto e …

Parede de estação de comboio na Polónia escondia carta escrita por trabalhadores forçados da 2ª Guerra

Uma carta escrita por dois trabalhadores forçados durante a II Guerra Mundial foi encontrada dentro de uma garrafa escondida na estação de comboios de Nowe Skalmierzyce, um cidade na Polónia. A carta foi descoberta por trabalhadores durante …

No século XVIII, um em cada cinco londrinos tinha contraído sífilis até aos seus 35 anos

Há 250 anos, pelo menos um em cada cinco londrinos tinha contraído "a varíola" (sífilis), causada pela bactéria Treponema pallidum, até aos seus 35 anos. Este estudo, com base em registos de internação, relatórios de inspeção e …

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …