Desacatos nos Aliados são “reflexo do desespero”. Costa pede serenidade

José Coelho / Lusa

O movimento “A Pão e Água” considerou que os desacatos durante a manifestação na Avenida dos Aliados, no Porto, esta sexta-feira, são reflexo do “desespero” em que os empresários da restauração, bares e comércio se encontram. O primeiro-ministro deixou um apelo à serenidade.

“Isto [desacatos] é o exemplo claro do estado de desespero em que as pessoas se encontram neste momento”, afirmou à agência Lusa Miguel Camões, porta-voz do movimento “A Pão e Água” e presidente da Associação de Bares e Discotecas da Movida do Porto.

O protesto, que começou cerca das 16h00 e desmobilizou pelas 18h30, reuniu mais de mil empresários que contestaram as medidas impostas pelo Governo para travar a pandemia de covid-19 e resultou em “desacatos” com a polícia.

Além do arremesso de garrafas contra elementos das forças de segurança, os manifestantes colocaram caixões [simbolizando a morte do setor] a arder, obrigando a intervenção policial.

Segundo Miguel Camões, os desacatos refletem “o estado de desespero” daqueles que depois de “tantos meses em espírito de sacrifício”, não tem “pão para pôr na mesa”.

“Convém não perder o foco de que o setor está em grande desespero. Tanto, que se vê em situações destas”, referiu, acrescentando que para a manifestação cada pessoa trouxe os objetos com que “se identificava mais para manifestar”.

À Lusa, agentes da autoridade no local explicaram que os confrontos começaram quando os manifestantes tentavam apagar o caixão que se encontrava a arder junto à estátua de Almeida Garrett, na Praça General Humberto Delgado.

Em circunstâncias em que nem agentes da PSP ouvidos pela Lusa conseguem clarificar, num momento em que a polícia se aproximou dos manifestantes, estes começaram a arremessar garrafas e pedras contra os agentes e contra uma carrinha policial que se encontrava do lado direito do edifício da Câmara do Porto (no sentido descendente da avenida dos Aliados), verificou a Lusa no local.

De acordo com a polícia no local, até cerca das 18h50 não tinham sido feitas detenções nem identificações, mas foi necessário um reforço de policiamento na Avenida dos Aliados, tendo sido chamadas mais quatro equipas de intervenção policial, cada uma com cerca de cinco elementos. Os ânimos acabaram por se acalmar, ainda antes da chegada do reforço policial.

“Costa: faz outra proposta”, “Estão a matar quem não tem covid” e “Nove meses para nascer, nove meses para morrer” foram alguns dos cartazes hasteados nas escadarias da Câmara Municipal do Porto e que mostram o descontentamento do setor.

Munidos de frigideiras, colheres de pau, panelas e outros utensílios, os empresários consideram as medidas de apoio anunciadas pelo Governo “insuficientes”.

O primeiro-ministro considerou “legítima” a manifestação, mas condenou o arremesso de garrafas e deixou um apelo à serenidade.

“É evidente que há muitas pessoas a sofrer muito. As pessoas que vão ter de ficar em casa vão sofrer. E há setores como o da hotelaria, a restauração, o comércio, que vão sofrer particularmente”, declarou António Costa.

O chefe do Governo frisou depois que a manifestação foi “legítima, mas o arremesso de garrafas nunca é legítimo”. “É preciso que as pessoas serenem. E façamos este esforço, porque é um esforço para bem de todos”, sustentou.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Porque não prendê-los a todos ? começando pelo estrangeiro, Andaram a declarar ás Finanças próximo do zero, muitos nem aceitavam pagamentos por multibanco com medo de serem controlados, tiveram redução de IVA, agora querem Isenção de IMI, de IRC, de IVA, de Taxas, da Agua e da LUZ, Dinheiro DADO, Redução nas Rendas, Pessoal de Graça, que comentar ? a minha Avozinha dia, queres figos ? dou-te arroz doce.

    É notável o Nível de Personalidade entre o PCL e o PCP, Aqui está a Nu a Qualidade dos nossos Empresários da Restauração e da Cultura, em quem nós Confiamos a qualidade da nossa Alimentação.
    Em Portugal Há muitos Chegas, muitos Trumps, muitos Bolsonaros, muitos Oportunistas, muitos Populistas, Veja-se o Presidente da Câmara Municipal do Porto, corresponsável da situação a que chegou o seu Distrito, na Manifestação dos Restaurantes, dizia apoiá-los, já baixou o IMI? às taxas Saneamento, lixo, Água, etc.? Nada, não fez não fará nada, mas esteve no meio, dizia apoiar a Restauração, mas apenas chutando para o Governo,, devia era Pedir Muitas Desculpas por nada ter Feito para que o distrito do Porto não estivesse na Lista Negra de Portugal.

RESPONDER

"A Escola de Atenas", quadro de Rafael Sanzio.

Ideias da filosofia grega podem ter-nos conduzido às alterações climáticas

Algumas das ideias defendidas por antigos filósofos gregos podem ter conduzido a civilização rumo às alterações climáticas. Incêndios florestais causados por ventos crescentes e um calor sem precedentes cercaram Atenas, Grécia, no verão passado, cobrindo os …

Vizela 0-1 Benfica | Milagre de São Rafa no último suspiro

A ressaca pós-goleada frente ao Bayern, na Liga dos Campeões, foi difícil para o Benfica. Os comandados de Jorge Jesus sentiram muitas dificuldades frente a um Vizela que sabia que o seu adversário iria patentear …

Otoniel, o camponês paramilitar (e criminoso mais procurado da Colômbia) foi capturado

O governo da Colômbia anunciou este sábado a captura do narcotraficante mais procurado do país, Dairo Antonio Úsuga (com a alcunha de 'Otoniel'), por quem os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de cinco milhões de …

"Tratam as doentes como histéricas". O longo caminho da Medicina até levar a sério a dor feminina está a custar vidas

Muitos dos avanços na medicina tiveram apenas metade da população em conta. Para além da falta de representação das mulheres nos estudos médicos, a dor e os relatos das pacientes são muitas vezes desvalorizados nas …

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …

Nova faca de madeira é três vezes mais afiada do que as de aço - e pode ser lavada após ser usada

Através do uso de métodos alternativos, uma equipa de cientistas criou uma nova forma endurecida da madeira que pode ser transformada em facas afiadas. A equipa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, refere que as …

Áustria planeia confinar quem não estiver vacinado contra covid-19

O governo austríaco anunciou que, se ocupação de camas de Unidades de Cuidados Intensivos com pacientes covid-19 atingir nível crítico, pessoas não imunizadas poderão sair de casa apenas em casos excepcionais, como compras essenciais e …

"Deixa os homens cantar". Ex-paraquedistas vaiam e pedem demissão do ministro da Defesa

Centenas de ex-paraquedistas vaiaram e pediram hoje a demissão do ministro da Defesa e do Chefe do Estado Maior do Exército durante a cerimónia militar nas comemorações do Dia do Exército, em Aveiro. A iniciativa, que …

Portugal com mais quatro óbitos e 604 casos de covid-19

Portugal regista hoje mais 604 novos casos de covid-19 confirmados e quatro óbitos pela doença, assim como mais 243 pessoas recuperadas e menos internamentos em enfermaria e unidades de cuidados intensivos, segundo o boletim oficial. De …

Retrato de Monsieur Lavoisier e a sua esposa Marie-Anne-Pierrette Paulze.

Análise revela composição secreta debaixo de retrato de Lavoisier

Um icónico retrato do químico francês Antoine-Laurent de Lavoisier e da sua esposa, Marie-Anne, mostrou ter uma composição escondida debaixo dele. Antoine-Laurent de Lavoisier foi um químico francês fundamental para a revolução deste campo científico no …