Covid-19 pode destruir mais empregos do que a crise económica de 2009

A crise económica criada pelo novo coronavírus, Covid-19, pode destruir mais empregos do que a crise económica e financeira de 2008-2009.

Este é o cenário mais pessimista de uma análise feita pela Organização internacional do Trabalho (OIT) que estima um aumento do desemprego que atinja entre os 5,3 milhões (cenário mais positivo) e 24,7 milhões de pessoas (cenário mais negativo).

A crise financeira de 2008-2009, recorde-se, tirou o emprego a cerca de 22 milhões de pessoas.

A OIT admite, contudo, que as estimativas que fez têm uma margem grande e são muito incertas. De acordo com a TSF, apenas uma coisa é certa: “Todos os cenários indicam um substancial aumento do desemprego no Mundo”.

No grupo de países mais desenvolvidos, onde Portugal se inclui, serão mais 2,9 a 14,6 milhões de desempregados. Por outro lado, o subemprego ou emprego precário também se espera que aumente “em larga escala” devido à redução de horas de trabalho e salários.

Nos países desenvolvidos, isso não se notará muito. Porém, nos países mais pobres com muito trabalho autoemprego de rua este está fortemente em risco com as limitações aos movimentos das pessoas para evitar a propagação do vírus.

Mais desempregos e menos salários significarão perdas de muitos milhares de milhões de perda de rendimento para os trabalhadores que, por sua vez, vão consumir menos.

O impacto sobre os trabalhadores que já estão próximos do limiar da pobreza podem ser “devastadores”, segundo a Organização Internacional do Trabalho. Teme-se ainda uma disrupção das cadeias de produção interligadas entre fábricas de vários países do mundo.

Em Portugal, de acordo com os números avançados pelo Correio da Manhã na terça-feira, a taxa de desemprego pode atingir os 15% – valor alcançado em Portugal após a crise das dívidas soberanas em 2012 e 2013.

Atualmente, a taxa de desemprego em Portugal está fixada em 6,9%, segundo dados de janeiro de 2020.

Assim, a crise económica desencadeada pela Covid-19 pode deixar cerca de 340 mil pessoas sem emprego até ao fim do ano

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma misteriosa ilha em Nova Iorque que quase ninguém pode visitar (e está abandonada)

A menos de 1,6 quilómetros de Manhattan, em Nova Iorque, localiza-se uma misteriosa ilha abandonada há mais de meio século. É preciso ter autorização do New York City Department of Parks and Recreation para visitar …

Israel não vai desperdiçar "oportunidade histórica" para anexar a Cisjordânia

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu voltou a defender hoje a anexação de partes da Cisjordânia nos próximos meses e em prosseguir este polémico plano, apesar do crescente coro de condenações de diversos aliados. Os palestinianos, e …

Zlatan Ibrahimovic lesiona-se e deixa carreira em risco

No treino com vista ao regresso da Liga italiana, Zlatan saiu a coxear do centro de treinos, com os milaneses a explicarem que exames vão determinar se se trata de lesão no gémeo ou tendão …

Há uma orquestra presa num palácio da Alemanha há 75 dias

Um grupo de músicos bolivianos, que pertencem à Orquestra Experimental de Instrumentos Nativos, está confinado no Palácio Rheinsberg, na Alemanha, há cerca de 75 dias devido à pandemia de covid-19. No início de março, os membros da …

Bolsonaro diz ter imagem negativa no exterior porque a imprensa "é de esquerda"

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse hoje que a sua imagem no exterior é negativa porque a imprensa mundial é de esquerda, enquanto falava com apoiantes junto ao Palácio da Alvorada, em Brasília. "A imprensa …

Líderes vodu do Haiti preparam templos para tratar infetados com covid-19

Líderes de vodu do Haiti pediram aos padres da religião afro-caribenha para criar um remédio secreto que servisse de tratamento contra o novo coronavírus. Aos religiosos foi também pedido que preparassem as câmaras sagradas de …

Centros comerciais e lojistas dizem-se preparados para reabrir em junho

Os centros comerciais e lojistas asseguram estar preparados para reabrir em pleno em 1 de junho, apelando à não discriminação face aos restantes espaços de retalho, mas pedem medidas que travem o impacto da pandemia …

Não vai faltar sardinha dentro dos próximos anos, revela investigação

A quantidade de sardinha adulta no mar é mais do que suficiente para os próximos três anos. Os dados científicos confirmam que o stock de sardinha está totalmente recuperado. O último cruzeiro realizado pelo Instituto Português …

Um ano e 20 mil assinaturas depois, Acordo Ortográfico regressa ao parlamento

Um projeto de lei de iniciativa de cidadãos, com 20.669 assinaturas, contra o Acordo Ortográfico (AO), começa esta quarta-feira a ser discutido no parlamento, mais de um ano depois de ter sido entregue. Na agenda de …

Em Inglaterra, 60 clubes podem falir até ao próximo ano

A pandemia de covid-19 pode levar à falência de cerca de 60 clubes dos escalões ingleses mais baixos. O aviso é feito por Phil Hodgkinson, dono do Huddersfield Town, equipa do Championship, a segunda divisão inglesa. "O …