Covid-19 deixa 340 mil empregos em risco. Taxa de desemprego poderá duplicar

José Sena Goulão / Lusa

Caso não existam fortes apoios do Governo português e da União Europeia, a crise económica desencadeada pelo novo coronavírus (Covid-19) pode deixar cerca de 340 mil pessoas sem emprego até ao fim do ano.

Os números são avançados esta terça-feira pelo Correio da Manhã, que dá conta que este cenário pode fazer com que a taxa de desemprego em Portugal atinja os 15% – valor alcançado em Portugal após a crise das dívidas soberanas em 2012 e 2013.

Dados da Pordata, citados pelo matutino, dão conta que aa taxa de desemprego no ano da intervenção da troika (2011) era de 12,7% (688 mil), um ano depois esse indicador tinha subido para 15,5% (835 mil pessoas sem trabalho) e em 2013 para 16,2% (855 mil).

Atualmente, a taxa de desemprego em Portugal está fixada em 6,9%, segundo dados de janeiro de 2020. A média europeia está fixada em 7,4%. Contas feitas, o surto da Covid-19 pode fazer duplicar a taxa de desemprego no país.

Economistas ouvidos pelo Correio da Manhã consideram por isso que é extremamente importante que exista uma forte ajuda europeia e governamental às empresas e aos trabalhadores, visando proteger a economia e os postos de trabalho.

“As entidades patronais estão já a despedir os trabalhadores com contratos precários. É preciso não esquecer que temos mais de 500 mil pessoas com contratos nessas condições”, disse ao CM o economista Eugénio Rosa, que publicou recentemente um estudo sobre o impacto económico do coronavírus no país sob o título “A situação da Economia Portuguesa e a sua capacidade para suportar as consequências da crise causada pelo Covid-19”.

“A crise que pode gerar-se, se não existirem apoios substanciais, pode ser mais grave do que a registada em 2008“, afirmou o economista.

Eugénio Rosa recorda ainda que o turismo, um dos motores da economia portuguesa, será um dos setores mais afetados com esta pandemia. “Em 2019, 31,8% das exportações portuguesas foram serviços e a grande maioria era constituída por receitas do turismo (18 431 milhões)”, começa por recordar o economista no seu estudo.

“O turismo, e todas as empresas e trabalhadores ligados a ele (companhias áreas, hotéis, restauração ou alojamento), é um dos setores mais afetados pela crise do coronavírus”.

Também Carlos Pereira da Silva, professor do Instituto Superior de Economia e Gestão, não tem dúvidas de que a taxa de desemprego sofrerá bastante com este surto se não forem tomadas medidas. “Não há dúvidas de que o desemprego vai superar os 15%“.

“Vai existir uma rutura enorme na produção. O Produto Interno Bruto vai decrescer nos próximos dois ou três trimestres. Se não existirem estímulos económicos e financeiros muito fortes, vamos passar de um estado de recessão para um estado de depressão, o que é gravíssimo”, rematou o especialista ouvido pelo CM.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. E se for só 340 mil não será mau. Se isto se prolongar os despedimentos serão em massa. O Estado tem de pensar se quer contribuir em parte (através de lay off financiado em parte pelo Estado) ou se quer assumir a totalidade pelo subsídio de desemprego.

  2. Agora é que se vai saber os verdadeiros números do desemprego em Portugal, quem têm vindo a ser deturpados desde 2011.

    Portugal, o país onde o trabalho é negado ao cidadão em que até para empregado de balcão se entra por cunha.

  3. Agora é que se vai ver o que vale o ilusionista Centeno. Até aqui eram só flores com os rios de dinheiro que corriam para os cofres do Estado. Agora vai-se ver o que realmente vale este gajo.

RESPONDER

Imprimiram corais artificiais em 3D que podem salvar recifes

Uma equipa de cientistas inspirou-se na natureza para desenvolver estruturas em forma de coral, impressas em 3D, capazes de produzir grandes quantidades de algas microscópicas. Investigadoras da Universidade de Cambridge e da Universidade da Califórnia desenvolveram …

Avalanches submarinas prendem microplásticos no fundo do oceano

As avalanches de sedimentos submarinos transportam os microplásticos para o fundo do oceano e um projeto de colaboração entre as Universidades de Manchester, Utrecht e Durham e o Centro Nacional de Oceanografia acaba de revelar …

Aos 107 anos, Cornelia Ras conseguiu vencer a covid-19

Cornelia Ras, que contraiu o novo coronavírus em meados de março, pode ser a mulher mais velha do mundo a vencer a covid-19. Nunca se é velho demais para vencer o novo coronavírus e a holandesa …

Coreia do Norte pode estar a usar fábricas de fertilizantes para extrair urânio

Um novo estudo norte-americano mostra que a Coreia do Norte pode estar a utilizar fábricas de fertilizantes para produzir mais material nuclear, extraindo urânio de ácidos fosfóricos. Segundo noticiou o Newsweek, na opinião da investigadora Margaret …

Distância social de 1,5 metros é insuficiente para travar contágio

O estudo realizado por investigadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos concluiu que a distância deve ser de, pelo menos, quatro metros. Um estudo divulgado esta quinta-feira alerta que a distância social de 1,5 metros …

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …

Se recebeu uma chamada da Tunísia, não devolva. É fraude

Clientes de várias operadoras nacionais têm recebido, nas últimas semanas, um "anormal" volume de chamadas internacionais. As operadoras suspeitam de fraude. Segundo o Jornal de Notícias, várias pessoas têm recebido chamadas de u número internacional que …