Costa volta a pedir para se ficar em casa e diz que medidas são um “mal menor”

O primeiro-ministro apelou, este sábado, a que se fique em casa neste e no próximo fim-de-semana, considerando essencial travar o “grave” crescimento da covid-19, e defendeu que as medidas restritivas tomadas são um “mal menor”.

“Este fim-de-semana vai ser muito diferente, vamos ter de ficar em casa à tarde e à noite. Vai ser muito duro para todos, que gostariam de fazer livremente aquilo que lhes apetecesse”, declara António Costa numa mensagem em vídeo, na qual procura explicar a razão de o Governo ter tomado medidas de recolher obrigatório nos concelhos mais atingidos pela covid-19.

O primeiro-ministro reconhece que este e o próximo fim-de-semana vão ser “muito duros para muitas atividades económicas, para a restauração, para o comércio, que vão ter prejuízos grandes este fim-de-semana”.

“Mas há três razões fundamentais para termos de fazer este esforço suplementar. A primeira é que a situação da pandemia é mesmo muito grave. Se nos recordarmos de qual era a situação na primeira vaga desta pandemia, o máximo de casos que tivemos por dia foi de 1516. Ainda ontem tivemos 6653 novos casos, quatro vezes mais do que na primeira fase. Isto significa que temos mesmo de travar a continuação do crescimento desta pandemia”, frisou o primeiro-ministro.

A segunda razão que justifica as medidas agora adotadas, segundo António Costa, é que o Governo quer evitar um confinamento como o da primeira vaga, em março e abril passados, quando “foi necessário fechar a generalidade das atividades económicas e fechar as escolas”, com a generalidade das pessoas “fechadas em casa”.

“Conseguimos travar a pandemia, mas todos também nos lembramos do enorme custo que isso teve dos pontos de vista da saúde mental, afetivo, social e económico. Foram milhares de empregos destruídos e uma imensa perda de rendimentos por parte das famílias e muitas atividades ficaram mesmo fechadas para sempre. Ora, temos de evitar isto”, advertiu. Por isso, de acordo com o primeiro-ministro, o Governo optou agora “pelo mal menor”.

“E o mal menor é concentrar este esforço nestes fins-de-semana para tentar preservar a continuidade da vida normal durante a semana, sem voltar a interromper o ano letivo e sem voltar a interromper a generalidade das atividades económicas”, justificou.

António Costa invocou ainda “uma terceira razão fundamental” para o Governo ter tomado as medidas restritivas à circulação e à generalidade da atividade comercial.

“É que temos de dar todo o nosso apoio aos profissionais de saúde, médicos, enfermeiros, assistentes operacionais, técnicos de diagnóstico, aqueles que estão neste momento nos hospitais ou nos centros de saúde a fazer um esforço imenso para tratar os doentes, para acompanhar aqueles que estão em casa confinados em vigilância, para fazer os inquéritos epidemiológicos para tentar travar as cadeias de transmissão. É um trabalho imenso que estão a fazer e nós podemos ajudá-los, evitando que haja mais pessoas doentes que eles tenham de tratar”, acrescentou.

Comércio e restauração abrem com horário limitado

O comércio e a restauração iniciam, este sábado, o primeiro de dois fins-de-semana em que apenas podem abrir entre as 08h00 e as 13h00, no âmbito do estado de emergência, nos 114 concelhos de maior risco de contágio pelo novo coronavírus (saíram sete municípios e a lista vai aumentar para 191 a partir de segunda-feira).

O Governo decidiu também instaurar um recolher obrigatório entre as 23h00 e as 05h00 nos dias de semana, entre 9 e 23 de novembro (enquanto vigora o estado de emergência, que tem uma validade de 15 dias, podendo ser renovado), nos concelhos mais afetados, com o comércio a encerrar até às 22h00 e os restaurantes até às 22h30.

“A regra é tudo fechado às 13h00”, disse o primeiro-ministro, António Costa, na conferência de imprensa depois do Conselho de Ministros, na quinta-feira.

Fora da obrigatoriedade de fechar a partir das 13h00 e de abrir apenas a partir das 08h00 estão as farmácias, clínicas e consultórios, veterinários, estabelecimentos de venda de bens alimentares com porta para a rua até 200 metros quadrados, bombas de gasolina, padarias e funerárias.

António Costa anunciou ainda que haverá um apoio de 20% da perda de receitas dos restaurantes forçados a fechar portas nestes próximos dois fins-de-semana face à média dos 44 fins-de-semana anteriores (de janeiro a outubro 2020).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Este “artista” continua com o mesmo discurso? As “medidas são um mal menor” porque o mal maior é ele mesmo, ele e a quadrilha que o segue e defende com o objectivo de “mamar” no erário público.

    • É notável o Nível de Personalidade entre o PCL e o PCP, Aqui está a Nu a Qualidade dos nossos Empresários da Restauração e da Cultura, em quem nós Confiamos a qualidade da nossa Alimentação.
      Em Portugal Há muitos Chegas, muitos Trumps, muitos Bolsonaros, muitos Oportunistas, muitos Populistas, Veja-se o Presidente da Câmara Municipal do Porto, co-responsável da situação a que chegou o seu Distrito, na Manifestação dos Restaurantes, dizia apoiá-los, já baixou o IMI? às taxas Saneamento, lixo,água, etc? Nada, não fêz não fará nada, mas esteve no meio, dizia apoiar a Restauração, mas apenas chutando para o Governo,, devia era Pedir Muitas Desculpas por nada ter Feito para que o distrito do Porto não estivesse na Lista Negra de Portugal.

    • É notável o Nível de Personalidade entre o PCL e o PCP, Aqui está a Nu a Qualidade dos nossos Empresários da Restauração e da Cultura, em quem nós Confiamos a qualidade da nossa Alimentação.
      Em Portugal Há muitos Chegas, muitos Trumps, muitos Bolsonaros, muitos Oportunistas, muitos Populistas, Veja-se o Presidente da Câmara Municipal do Porto, co-responsável da situação a que chegou o seu Distrito, na Manifestação dos Restaurantes, dizia apoiá-los, já baixou o IMI? às taxas Saneamento, lixo,água, etc? Nada, não fêz não fará nada, mas esteve no meio, dizia apoiar a Restauração, mas apenas chutando para o Governo,, devia era Pedir Muitas Desculpas por nada ter Feito para que o distrito do Porto não estivesse na Lista Negra de Portugal.

  2. A ideia é não haver convívios. Contudo, ele há regras e regras. As “famílias” continuam a ir passar os fins-de-semana aos seus montes e herdades no Alentejo e afins, convidando os amigos para a estadia… QUEM FISCALIZA?

  3. É notável o Nível de Personalidade entre o PCL e o PCP, Aqui está a Nu a Qualidade dos nossos Empresários da Restauração e da Cultura, em quem nós Confiamos a qualidade da nossa Alimentação.
    Em Portugal Há muitos Chegas, muitos Trumps, muitos Bolsonaros, muitos Oportunistas, muitos Populistas, Veja-se o Presidente da Câmara Municipal do Porto, co-responsável da situação a que chegou o seu Distrito, na Manifestação dos Restaurantes, dizia apoiá-los, já baixou o IMI? às taxas Saneamento, lixo,água, etc? Nada, não fêz não fará nada, mas esteve no meio, dizia apoiar a Restauração, mas apenas chutando para o Governo,, devia era Pedir Muitas Desculpas por nada ter Feito para que o distrito do Porto não estivesse na Lista Negra de Portugal.

  4. O que fazem os autarcas a bem do seu Municípios ? É notável o Nível de Personalidade entre o PCL e o PCP, Aqui está a Nu a Qualidade dos nossos Empresários da Restauração e da Cultura, em quem nós Confiamos a qualidade da nossa Alimentação.
    Em Portugal Há muitos Chegas, muitos Trumps, muitos Bolsonaros, muitos Oportunistas, muitos Populistas, Veja-se o Presidente da Câmara Municipal do Porto, co-responsável da situação a que chegou o seu Distrito, na Manifestação dos Restaurantes, dizia apoiá-los, já baixou o IMI? às taxas Saneamento, lixo,água, etc? Nada, não fêz não fará nada, mas esteve no meio, dizia apoiar a Restauração, mas apenas chutando para o Governo,, devia era Pedir Muitas Desculpas por nada ter Feito para que o distrito do Porto não estivesse na Lista Negra de Portugal.

  5. Assim é desde 1380 que foi a última vez que a população tomou por sua própria iniciativa a responsabilidade do destino do país. Pelos comentários que leio na Com. Social e pelos que recebo cada vez que exponho uma ideia, o problema parece ser se os Trumps, Sócrates, Soáres, Silvas Catarinas e por aí fora, são de esquerda ou de direita. É também por isso que continuo a pensar que uma reforma do sistema político e da Constituição é tão urgente quanto o combate à pandemia, desde que seja consensual e não outorgada, como a que está em vigor.

RESPONDER

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …

Governo quer proibir empresas de recorrer ao 'outsourcing' após despedimento coletivo

O Governo quer proibir as empresas que façam despedimentos coletivos de recorrerem ao 'outsourcing' (contratação externa) durante os 12 meses seguintes, disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. No final …

Barcelona: Cruyff afasta-se e perder com o Benfica seria "um drama"

Ronald Koeman até poderá sair mas não será Jordi Cruyff a substituir o seu compatriota. O Barcelona atravessa uma fase perturbada, já há algum tempo, mas o panorama financeiro piorou o cenário fora de campo e …

Casa Branca oferece "telefonema educativo" a Nicki Minaj para acalmar apreensões sobre a vacina

Depois de um tweet de Nicki Minaj se ter tornado viral por associar a vacina contra a covid-19 à impotência, a Casa Branca convidou a rapper para um telefonema com especialistas para esclarecerem as suas …

Baterias de lítio-enxofre melhores e mais baratas? O segredo é uma pitada de açúcar

Uma colher cheia de açúcar pode ser o suficiente para permitir que um veículo elétrico faça uma viagem de Melbourne a Sidney (878 km) com uma única carga. Atualmente, os automóveis elétricos e os telemóveis utilizam …

Parlamento aprova na generalidade mudança do TC para Coimbra. Oito socialistas votaram a favor

A proposta passou com votos contra do Chega e PAN, abstenção do PCP, BE, PEV e maioria da bancada do PS e votos favoráveis do PSD, CDS, IL e de oito deputados socialistas. O resultado já …

Escola da Amadora queria proibir minissaias, decotes e chinelos - mas já voltou atrás

Um Agrupamento na Amadora publicou um código de vestuário que acendeu um debate nas redes sociais devido às regras que controlavam mais as raparigas. Entretanto, a escola já voltou atrás na decisão. Segundo escreve o Jornal …

Governo francês vai dar 100 euros a famílias carenciadas para pagar energia

O Governo francês vai entregar um cheque de 100 euros a 5,8 milhões de famílias de menores recursos para ajudar a pagar a fatura energética. A medida anunciada pelo executivo vai ter um custo de 580 …

Incidência e R(t) recuam em dia com mais 1.023 infetados e sete mortes

Portugal registou, esta sexta-feira, 1.023 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …