Costa promete cortes nos impostos e não chantageia portugueses para pedir maioria absoluta

Mário Cruz / Lusa

António Costa fez um balanço da legislatura que se aproxima do fim, deixou promessas para as próximas eleições e prometeu não chantagear os portugueses para conseguir maioria absoluta.

Em entrevista à Rádio Renascença esta segunda-feira, o primeiro-ministro António Costa prometeu cortar nos impostos sobre o trabalho, reconhecendo que os salários têm de aumentar, tanto no setor público como no privado. Não obstante, um novo governo do PS não iria pôr em causa as contas públicas.

Com os olhos postos no futuro, o primeiro-ministro português fez um balanço positivo da “geringonça”, realçando o bom trabalho desenvolvido ao longo da legislatura e atribuindo nota “bom” ao seu trabalho, reconhecendo que houve “coisas em que foi excelente”. Aliás, correu tão bem, que Costa não põe de parte um novo acordo com os partidos de esquerda nas próximas eleições.

Em conversa no programa “As Três da Manhã”, António Costa foi questionado sobre a degradação dos serviços públicos que, apesar de tudo, realça que está “melhor do que em 2015“. O líder do PS corroborou a sua posição com números que já tinha evidenciado nos debates quinzenais.

De acordo com o Público, Costa explicou que a maior extensão das listas de espera é devido a um efeito puramente estatístico. “Reduzimos substancialmente o tempo de espera média aceitável de 270 para 180 dias”, reiterou.

Quando questionado se a situação dos transportes públicos era motivo para um pedido de desculpa aos portugueses, o primeiro-ministro explicou que “aquilo que compete a um governante é evitar criar novos problemas e trabalhar para resolver os que existem“. Costa realçou ainda que a consciência de que há problemas para resolver é “o que justifica a recandidatura desta governação”.

Quanto às próximas legislativas, reconheceu que seria complicado atingir a maioria absoluta e garante que nunca fará chantagem aos portugueses. “Nunca direi que só governo nesta ou naquela condição”, defendeu.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Mentiroso tem mesmo cara de pau… diz e fica a ser verdade. Espero que os portugueses tenham sentido de avaliação. O SNS está melhor que em 2015???? Onde? Na terra do Nunca???

  2. Portugal em decadência… e este no pais das maravilhas a prometer tudo para mais 4 anos de corrupção.
    Vai Portugal ainda conseguimos aguentar mais 4 anos nesta merda… força….

  3. Nunca falou em descida de impostos, este aldrabão. Tem esmifrado os contribuintes e, especialmente, a classe média. Os impostos têm vindo sempre a subir com a ajuda do seu cão de fila Centeno. Agora como o Rui Rio disse que vai baixar impostos também esta aventesma já vem fazer promessas. Alguém acreditas nestes aldrabões? Alguém estará disposto air votar neste mentirosos??

  4. “prometeu não chantagear os portugueses”
    Só esta frase por si só ja é uma vergonha!
    um politico digno e honrado recusar-se-ia prometer o que é suposto nunca acontecer pois a seriedade e honestidade impediam.

  5. Agora porque Rui Rio se lembrou de anunciar que iria baixar impostos caso ganhe as eleições vem este agora com a mesma promessa que por sinal é muito estranha quando até aqui o que tem feito é subi-los de várias formas. Isto de política até seria uma comédia que daria para rir caso não afectasse tão duramente a vida de cada um!

Ataque contra Arábia Saudita terá sido lançado de solo iraniano

A Arábia Saudita e investigadores norte-americanos consideram que existe uma “grande probabilidade” de o ataque deste fim de semana a duas petrolíferas do Aramco, em Abqaiq e Khurais, ter sido feito a partir de uma …

Cardeal George Pell apresenta recurso final contra condenação por pedofilia

O cardeal australiano George Pell, antigo responsável das finanças do Vaticano, apresentou um último recurso contra a sua condenação por pedofilia, no Supremo Tribunal da Austrália, anunciou esta terça-feira a instituição. Segundo a agência Lusa, em …

David descobriu o tratamento para a doença que quase o matou

David Fajgenbaum foi internado no Hospital da Universidade do Arkansas, nos Estados Unidos, depois do Natal de 2013, quando teve uma recaída de uma doença rara auto-imune que quase o matou. A sua condição era tão …

Líder da extrema-direita alemã abandona entrevista depois de ter sido comparado a Hitler

Björn Höcke, líder do partido de extrema-direita AfD no estado federado da Turíngia, abandonou uma televisiva após ter sido comparado a Adolf Hitler. O líder do partido de extrema-direita Alternativa para a Alemanha (AfD) no estado …

Sobe para sete o número de vítimas mortais do mau tempo em Espanha

O cadáver de um holandês de 66 anos que desapareceu no domingo durante as inundações no sudeste de Espanha foi encontrado esta terça-feira, o que eleva para sete o número de mortes devido ao mau …

Universidade de Coimbra elimina carne de vaca das cantinas

A Universidade de Coimbra (UC) vai eliminar o consumo de carne de vaca nas cantinas universitárias a partir de janeiro de 2020, anunciou esta terça-feira o reitor, Amílcar Falcão. Este será o primeiro passo para, até …

Ângelo Rodrigues já fez a primeira cirurgia de reconstrução da perna

O ator Ângelo Rodrigues está internado no Hospital Garcia de Orta devido a uma infeção provocada por uma bactéria. Realizou uma cirurgia de reconstrução de parte da perna esquerda e está "em plena recuperação". Ângelo Rodrigues …

Guaidó questiona novo diálogo com o regime e alerta que crise se intensificará

O presidente da Assembleia Nacional diz que “nunca houve diálogo” entre o Governo de Nicolás Maduro e a oposição porque ao regime “não lhe interessava solucionar”. O líder político opositor Juan Guaidó questionou esta segunda-feira …

150 tigres foram resgatados de um templo na Tailândia. Mais de metade não sobreviveu

Mais de metade dos 150 tigres resgatados há três anos num templo budista em Kanchanaburi, no oeste da Tailândia, morreram, segundo os media locais. Em causa estiveram problemas relacionados com a consanguinidade, uma vez que foram …

Holanda. Mudanças na legislação fiscal sobre empresas para corrigir imagem de paraíso fiscal

O governo holandês deve apresentar esta terça-feira, no reinício dos trabalhos parlamentares, uma modificação da lei sobre a taxação dos lucros das multinacionais, com o intuito de corrigir a imagem de paraíso fiscal para os …