Costa promete cortes nos impostos e não chantageia portugueses para pedir maioria absoluta

Mário Cruz / Lusa

António Costa fez um balanço da legislatura que se aproxima do fim, deixou promessas para as próximas eleições e prometeu não chantagear os portugueses para conseguir maioria absoluta.

Em entrevista à Rádio Renascença esta segunda-feira, o primeiro-ministro António Costa prometeu cortar nos impostos sobre o trabalho, reconhecendo que os salários têm de aumentar, tanto no setor público como no privado. Não obstante, um novo governo do PS não iria pôr em causa as contas públicas.

Com os olhos postos no futuro, o primeiro-ministro português fez um balanço positivo da “geringonça”, realçando o bom trabalho desenvolvido ao longo da legislatura e atribuindo nota “bom” ao seu trabalho, reconhecendo que houve “coisas em que foi excelente”. Aliás, correu tão bem, que Costa não põe de parte um novo acordo com os partidos de esquerda nas próximas eleições.

Em conversa no programa “As Três da Manhã”, António Costa foi questionado sobre a degradação dos serviços públicos que, apesar de tudo, realça que está “melhor do que em 2015“. O líder do PS corroborou a sua posição com números que já tinha evidenciado nos debates quinzenais.

De acordo com o Público, Costa explicou que a maior extensão das listas de espera é devido a um efeito puramente estatístico. “Reduzimos substancialmente o tempo de espera média aceitável de 270 para 180 dias”, reiterou.

Quando questionado se a situação dos transportes públicos era motivo para um pedido de desculpa aos portugueses, o primeiro-ministro explicou que “aquilo que compete a um governante é evitar criar novos problemas e trabalhar para resolver os que existem“. Costa realçou ainda que a consciência de que há problemas para resolver é “o que justifica a recandidatura desta governação”.

Quanto às próximas legislativas, reconheceu que seria complicado atingir a maioria absoluta e garante que nunca fará chantagem aos portugueses. “Nunca direi que só governo nesta ou naquela condição”, defendeu.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Mentiroso tem mesmo cara de pau… diz e fica a ser verdade. Espero que os portugueses tenham sentido de avaliação. O SNS está melhor que em 2015???? Onde? Na terra do Nunca???

  2. Portugal em decadência… e este no pais das maravilhas a prometer tudo para mais 4 anos de corrupção.
    Vai Portugal ainda conseguimos aguentar mais 4 anos nesta merda… força….

  3. Nunca falou em descida de impostos, este aldrabão. Tem esmifrado os contribuintes e, especialmente, a classe média. Os impostos têm vindo sempre a subir com a ajuda do seu cão de fila Centeno. Agora como o Rui Rio disse que vai baixar impostos também esta aventesma já vem fazer promessas. Alguém acreditas nestes aldrabões? Alguém estará disposto air votar neste mentirosos??

  4. “prometeu não chantagear os portugueses”
    Só esta frase por si só ja é uma vergonha!
    um politico digno e honrado recusar-se-ia prometer o que é suposto nunca acontecer pois a seriedade e honestidade impediam.

  5. Agora porque Rui Rio se lembrou de anunciar que iria baixar impostos caso ganhe as eleições vem este agora com a mesma promessa que por sinal é muito estranha quando até aqui o que tem feito é subi-los de várias formas. Isto de política até seria uma comédia que daria para rir caso não afectasse tão duramente a vida de cada um!

Falta de meios dificulta marcação de testes à Covid-19

Os utentes do Norte referenciados pelas autoridades de saúde para fazerem o teste à Covid-19 estão a ter grandes dificuldades na marcação nos laboratórios recomendados, devido ao disparo na procura e ao facto de a …

"Impõe-se manter as medidas de contenção", diz Marcelo

O Presidente da República afirmou esta terça-feira que se impõe manter as medidas de contenção que vigoram em Portugal, referindo que essa foi uma opinião unânime na segunda reunião técnica sobre a situação da covid-19 …

Crise poderá levar a Juve a vender Ronaldo por 70 milhões

A crise financeira causada pela pandemia de covid-19 poderá "obrigar" a Juventus a vender Cristiano Ronaldo por 70 milhões de euros, avança a imprensa italiana, frisando que existem mais dois cenários em cima da mesa. O …

Pavilhão Rosa Mota transformado em "Hospital de Missão" com 300 camas

O Pavilhão Rosa Mota, no Porto, entrará, na próxima semana, em funcionamento como “Hospital de Missão” e, com 300 camas, servirá para acolher doentes com poucos sintomas de covid-19 ou até assintomáticos sem “retaguarda familiar”. “Trata-se …

Maduro acusa EUA de provocarem "perigoso momento de tensão" no continente

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, enviou na segunda-feira uma carta aos governantes internacionais, alertando que os Estados Unidos (EUA), ao oferecerem uma recompensa por informações que levem à sua detenção, conduzem a "um perigoso …

Prestações ao banco vão subir para quem recorrer à moratória

As prestações dos créditos à habitação vão subir para empresas e clientes particulares que pedirem a sua suspensão no âmbito da moratória criada pelo Governo. Os juros vencidos durante os seis meses da moratória serão …

BE e PCP querem isenção do pagamento de propinas durante estado de emergência

O Bloco de Esquerda e o Partido Comunista Português consideram que os alunos do Ensino Superior devem ficar isentos do pagamento de propinas durante o estado de emergência. Tanto o BE como o PCP sempre defenderam …

Menina de 12 anos morre na Bélgica vítima da covid-19

Uma menina de 12 anos morreu esta segunda-feira na Bélgica devido à pandemia de covid-19, anunciaram esta terça-feira as autoridades de saúde deste país. "É um caso muito raro, mas que nos afeta muito, é um …

"Bomba" de Graça Freitas rebentou-lhe nas mãos. Governo rejeita cerco sanitário ao Porto

O Secretário de Estado da Saúde, António Sales, rejeitou, nesta terça-feira, a possibilidade de impor um cerco sanitário ao Porto. Esta hipótese foi avançada pela directora-geral da Saúde, Graça Freitas, e foi fortemente criticada por …

Novo máximo diário. Covid-19 mata mais 849 pessoas em Espanha

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 849 mortos com o novo coronavírus, um novo recorde de falecidos num só dia, elevando o balanço total para 8189. Os números do Ministério da Saúde espanhol revelam ainda um …