“A China não se esqueceu.” Pequim ajuda UE com doações e venda de material

Wu Hong / EPA

Depois de ter ajudado a Itália, a China vira-se agora para a Europa, o novo epicentro da pandemia de Covid-19.

Antes da pandemia, a China já era um dos principais fabricantes de máscaras cirúrgicas e de proteção respiratória.

“Agora, através de uma mobilização industrial como em tempo de guerra, [Pequim] aumentou em mais de dez vezes a produção, dando-lhe a capacidade de as disponibilizar para o mundo”, adiantaram num artigo na revista Foreign Affairs Kurt M. Campbell, CEO do Asia Group, e Rush Doshi, diretor da Iniciativa Estratégica da China no centro de estudos Brookings Institution.

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, disse que o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, concordou com o envio de dois milhões de máscaras cirúrgicas, 200 mil máscaras para proteção respiratória e 500 mil testes para a União Europeia. Ainda que tenha adiantado que a UE está a aumentar a produção, a verdade é que demorará algum tempo até conseguir ter o material pronto.

Segundo o Público, a responsável lembrou ainda que, quando a China começou a ser atingida por este vírus, a União Europeia enviou mais de 50 toneladas de equipamento de proteção. “A China não se esqueceu. Hoje estamos nós no centro da pandemia, e somos nós que precisamos deste equipamento.”

Além da União Europeia, a China já ajudou a Itália e outros países como Espanha ou Bélgica, num “pacote” onde incluiu também envio de médicos. Além de doações, há também venda (como a acordada com o Hospital de S. João, no Porto, facilitada por autoridades locais).

Ao chefe do Governo espanhol, Pedro Sánchez, o Presidente chinês, Xi Jinping, disse que “depois da tempestade vem a bonança”, acrescentando ainda que, nesta altura, os dois deveriam aumentar a cooperação e trocas comerciais.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • Muita coincidência!…
      O laboratório Roche, ainda em 2019, aumentou de repente a produção de testes para Gripe-19, em 750%!!..
      Este laboratório, pura coincidência, claro, foi das que subsidia as notícias e propaganda do alarmismo! ..

RESPONDER

Cientistas identificam pela primeira vez expressões faciais emocionais em ratos

Pela primeira vez, cientistas de Neurobiologia do Instituto Max Planck, na Alemanha, identificaram expressões faciais emocionais em ratos. À semelhança dos seres humanos, as expressões faciais dos ratos mudam quando estes animais provam algo doce …

Imprimiram corais artificiais em 3D que podem salvar recifes

Uma equipa de cientistas inspirou-se na natureza para desenvolver estruturas em forma de coral, impressas em 3D, capazes de produzir grandes quantidades de algas microscópicas. Investigadoras da Universidade de Cambridge e da Universidade da Califórnia desenvolveram …

Avalanches submarinas prendem microplásticos no fundo do oceano

As avalanches de sedimentos submarinos transportam os microplásticos para o fundo do oceano e um projeto de colaboração entre as Universidades de Manchester, Utrecht e Durham e o Centro Nacional de Oceanografia acaba de revelar …

Aos 107 anos, Cornelia Ras conseguiu vencer a covid-19

Cornelia Ras, que contraiu o novo coronavírus em meados de março, pode ser a mulher mais velha do mundo a vencer a covid-19. Nunca se é velho demais para vencer o novo coronavírus e a holandesa …

Coreia do Norte pode estar a usar fábricas de fertilizantes para extrair urânio

Um novo estudo norte-americano mostra que a Coreia do Norte pode estar a utilizar fábricas de fertilizantes para produzir mais material nuclear, extraindo urânio de ácidos fosfóricos. Segundo noticiou o Newsweek, na opinião da investigadora Margaret …

Distância social de 1,5 metros é insuficiente para travar contágio

O estudo realizado por investigadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos concluiu que a distância deve ser de, pelo menos, quatro metros. Um estudo divulgado esta quinta-feira alerta que a distância social de 1,5 metros …

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …