China assume erro. Em Wuhan, houve mais 50% de óbitos do que o reportado

Angelo Carconi / EPA

O número de mortes em Wuhan, cidade chinesa onde começou a pandemia do novo coronavírus, é 50% maior do que inicialmente reportado pelas autoridades do país.

O Governo da China admitiu numa publicação nas redes sociais, citada pela AFP, que a contagem das vítimas mortais estava errada. A China acrescentou 1.290 mortes à contagem inicial, aumentado o valor total para 3.869.

Com a retificação dos números, a China tem agora registadas 4.632 vítimas mortais de covid-19, mais 39% do que na primeira contagem oficial.

De acordo com o Diário de Notícias, o governo chinês explicou que os números iniciais foram “relatados por engano” e que outros ficaram esquecidos e não chegaram a ser registados devido à turbulência dos primeiros tempos em que o país tentava gerir um vírus novo.

As autoridades de saúde de Wuhan explicaram que entre os motivos para que estas mortes não tivessem sido contabilizadas pode ter estado o facto de a equipa médica estar sobrecarregada nos primeiros dias do surto o que terá levado a “relatórios tardios, omissões ou informações incorretas”.

Wuhan tem 11 milhões de residentes e esteve 11 semanas em quarentena.

A correção da contagem acontece dois dias depois de uma investigação da Associated Press revelar que o país demorou seis dias para alertar a população sobre o surto.

Recentemente, vários líderes mundiais – com Donald Trump a liderar – sugeriram que a China não foi completamente honesta quando reportou o real impacto do vírus no país.

Também o Reino Unido e a França duvidam da transparência do governo chinês. O secretário de Relações Exteriores britânico, Dominic Raab, vice do primeiro-ministro Boris Johnson, que ainda está a recuperar depois de ter contraído a doença, disse que haverá “perguntas difíceis” a fazer a Pequim.

Em declarações ao Financial Times, o presidente francês, Emmanuel Macron, disse que seria “ingénuo” pensar que a China geriu bem a pandemia. “Há claramente coisas que aconteceram e que não sabemos”, disse.

Na quinta-feira, o governo chinês negou que o novo coronavírus tenha tido origem num laboratório perto da cidade de Wuhan, onde amostras de doenças contagiosas estão armazenadas.

A pandemia de covid-19 já causou mais de 145 mil mortes e infetou mais de 2,1 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 465 mil doentes foram considerados curados.

ZAP //

 

 

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Aquilo que eu já tinha dito e que me criticaram fortemente, como se vê tinha razão.E tambem se prova nos numeros de telefone desaparecidos dos quais duvidei e que tambem um expert me criticou, agora responda a isto chico experto.

    • Está falando dos números de telefone que foram cancelados (ou “desaparecidos”)? Isso não quer dizer nada, geralmente quando a pessoa morre o número de telefone continua ativo por um tempo, a não ser que alguém peça para cancelar ou depois de um tempo por falta de pagamento seja desligado pela companhia. Nesse caso aí houve diminuição de números em pouco tempo, não é possível que a companhia saiba quem morreu e desligue milhões de linhas em poucos dias. Se a morte estevisse sendo ocultada pelo governo, nem a companhia saberia.

  2. E qual foi a razão de a China prender vários médicos quando quiseram alertar o mundo, de irem a apartamentos e soldar as portas para as pessoas infectadas não saírem, proibir reportagem do que se estava a passar, que muitos desapareceram, devem estar presos, proibir os EUA de fazer investigação do que se estava a passar visto que WHO estão controlados por eles, quando Hong Kong dizia que os números andavam nos 80000 e não como me tian e diziam so 5000, o mundo está infectado porque China é aquilo que é. Só apoia a China quem está a ser pago por eles, suporta corrupção, escravatura, e não tem noção que existem vários animais que não devem ser para consumo. Sobre inteligência paresse ser um ponto forte que tentam transmitir, vamos ver, derivado a poluição do país, estão a perder 30%, todo o que fazem é copiado.

RESPONDER

Rui Vitória de saída do Al Nassr

O treinador português Rui Vitória está de saída do Al Nassr, avança este sábado o canal árabe 24Sports. A saída de Rui Vitória, que em janeiro de 2019 deixou o comando técnico do Benfica, surge …

Casamento com 200 pessoas autorizado em Arruda dos Vinhos. Câmara contesta

O presidente da Câmara de Arruda dos Vinhos criticou a decisão da autoridade de saúde de autorizar a realização de um casamento “com cerca de 200 pessoas”, considerando que vai colocar a população do concelho …

Novo Banco desmente demissão de gestores após polémicas com Fundo de Resolução e Vieira

O Novo Banco veio a público desmentir a notícia do Público que alega que três gestores de topo da instituição se demitiram, após divergências internas envolvendo várias polémicas relacionadas com o Fundo de Resolução, com …

Milhões da bazuka europeia só chegam em junho

Portugal e os restantes Estados-membros das União Europeia (UE) só deverão receber os respetivos fundos da bazuka europeia de apoio à retoma no pós-pandemia na segunda metade de 2021, em meados de junho. A confirmar-se …

Braço de ferro entre Costistas e Nunistas novamente adiado

O PS voltou a adiar, agora de 31 de Outubro para 7 de Novembro, a reunião da Comissão Nacional que decidirá a orientação do partido face às eleições presidenciais. Fica assim adiado o braço-de-ferro entre …

Cercas sanitárias e recolher obrigatório. Governo avalia novas medidas na próxima semana

O Ministério da Saúde, liderado por Marta Temido, vai voltar a reunir na próxima semana com o Conselho Nacional de Saúde Pública (CNSP), num encontro em que serão discutidas novas medidas para travar a propagação …

Presidenciais EUA. Biden promete vacina gratuita para todos, Trump apela ao voto latino

Joe Biden e Donald Trump continuam em campanha eleitoral para a corrida à Casa Branca, numas eleições que estão agendadas para 3 de novembro. O candidato presidencial democrata Joe Biden prometeu esta sexta-feira que a vacina …

Há 72 concelhos com risco "muito elevado" de contágio. Governo esconde mapas de perigo

O Governo insiste em não divulgar os mapas de perigo com o risco de contágio por coronavírus que foram feitos por peritos da Direcção Geral de Saíde (DGS). Isto numa altura em que o Expresso …

Nuno Melo estuda candidatura à liderança do CDS

O eurodeputado Nuno Melo não excluiu uma candidatura à liderança do CDS, avança este sábado o semanário Expresso. Confrontado pelo jornal, o eurodeputado não excluiu uma eventual candidatura à liderança dos centristas, dizendo apenas que "não …

Testes de diagnóstico já podem ser requisitados através do SNS24

O modelo de requisição de testes de diagnóstico à covid-19 através da linha de saúde 24 começou esta sexta-feira a funcionar, à semelhança dos meses mais complexos de março e abril, avançou a ministra da …