CDS quer ter acesso ao capítulo secreto do Relatório de Pedrógão

Pedro Durão / Lusa

O CDS-PP vai pedir que seja entregue ao parlamento o capítulo do relatório sobre as falhas de socorro nos incêndios de junho, em Pedrógão Grande, mesmo que seja necessário apagar nomes de mortos e vítimas.

“Tendo em atenção a gravidade do que se passou, nada pode ficar por esclarecer, em dúvida ou sob suspeita”, disse à Lusa o líder parlamentar do CDS, Nuno Magalhães, afirmando que a Assembleia da República tem formas de analisar, com reserva, essa parte do relatório não divulgado pelo Governo para “proteger dados pessoais” das vítimas.

O Ministério da Administração Interna não divulgou o capítulo do relatório pedido a Xavier Viegas com os pormenores das mortes de cada uma das 64 vítimas mortais e pediu um parecer à Comissão Nacional de Proteção de Dados Pessoais.

Agora, o CDS espera que a comissão tome uma decisão rapidamente e, se tal não acontecer, pede ao Governo que entregue ao parlamento o documento em que pode não estar inscrito o nome das pessoas envolvidas, as vítimas, ou pedir “reserva de confidencialidade” ou que seja discutido “à porta fechada” na comissão de Assuntos Constitucionais, explicou Nuno Magalhães.

A semana passada, Domingos Xavier Viegas, que coordenou a equipa que produziu a pedido do Governo o relatório sobre o incêndio de junho em Pedrógão Grande, deu ao Executivo um mês para revelar o capítulo de 70 páginas que foi mantido em segredo.

Se o Governo não revelar em 30 dias o teor do capítulo reservado, disse então Xavier Viegas, o próprio perito irá tornar público o teor do documento.

Segundo o perito, que coordena o Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, nestas 70 páginas são apontadas falhas “arrepiantes” no socorro às vítimas.

O capítulo secreto, adianta o JN, contém relatos de mortes que ocorreram “porque o socorro não foi eficaz, nem durante, nem depois dos fogos. Horas depois, havia pessoas feridas sem que fosse alguém em busca delas“.

“Houve um senhor, dado como morto às 22.30 horas, com o INEM a ter uma chamada dele a pedir socorro uma hora depois. Houve feridos que morreram em agonia“, revela o jornal num artigo de opinião do seu director executivo publicado este sábado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Apareceu um terceiro monólito metálico. Agora, foi numa montanha da Califórnia

Um monólito metálico, semelhante aos encontrados há pouco tempo no deserto de Utah, nos Estados Unidos, e na cidade romena de Piatra Neamt, surgiu agora no estado norte-americano da Califórnia. A estrutura foi encontra na …

AEK 2 - 4 Braga | “Guerreiros” saqueiam Atenas e apuram-se

O SC de Braga garantiu esta quinta-feira o apuramento para os 16 avos-de-final da Liga Europa. Os minhotos foram à Grécia bater o AEK por 4-2, graças a uma exibição personalizada, num jogo em que …

Ciclone mortal deixou uma praia da Índia coberta de ouro

Centenas de pescadores, mulheres e crianças no distrito de East Godavari, no estado de Andhra Pradesh, no sul da Índia, passaram o fim de semana a vasculhar a praia local em busca de ouro. Após o …

O Flamengo de Jorge Jesus foi "um mero acidente de percurso"

2019 foi uma exceção para a equipa brasileira que, depois de ter vencido (quase) tudo, neste ano já foi afastado da Taça do Brasil e da Libertadores: "O português foi embora e com ele toda …

Concorrência condena MEO a pagar 84 milhões por combinar preços com a NOWO

A Autoridade da Concorrência (AdC) aplicou uma coima de 84 milhões de euros à MEO por combinar preços e repartir mercados com a operadora NOWO nos serviços de comunicações móveis e fixas. “A Autoridade da Concorrência …

PEV quer reverter privatização dos CTT. PS admite todos os cenários

O Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV) defendeu hoje, no parlamento, a “reversão da nacionalização” dos CTT, e ouviu o PS admitir “todos os cenários”. Numa declaração política no parlamento, o deputado José Luís Ferreira afirmou que, …

Voltar à normalidade "não está longe, mas não é já", avisa Pfizer

O administrador executivo da Pfizer, Albert Bourla, apelou na quarta-feira para que os governos de todo o mundo não reabram as suas economias demasiado depressa devido ao otimismo gerado pelas vacinas de covid-19. Bourla, de 59 …

Biden quer retomar acordo nuclear com o Irão, embora reconheça que será "difícil"

O vencedor das eleições presidenciais norte-americanas, Joe Biden, pretende retomar o acordo nuclear com Irão antes mesmo de novas negociações, assumiu o democrata numa entrevista ao New York Times. Joe Biden afirmou, durante a campanha eleitoral, …

Processo de reprivaticação da Efacec atrasado devido à discussão do OE2021

Apesar de as avaliações no âmbito do processo de nacionalização e futura reprivatização da Efacec já estarem concluídas, o processo esteve condicionado pela discussão do Orçamento de Estado para 2021 (OE2021). De acordo com o Jornal …

Costa sobre vacinação: “Há uma luz ao fundo do túnel, mas o túnel é muito comprido e penoso”

O primeiro-ministro, António Costa, advertiu esta quinta-feira que o processo de vacinação terá imponderabilidades externas a Portugal, sendo também complexo ao nível interno, com as dificuldades a aumentarem quanto maior for o universo de cidadãos …