Tancos. Carlos Alexandre insiste no depoimento presencial de António Costa

João Relvas / Lusa

O juiz Carlos Alexandre

O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC) fez um pedido ao Conselho de Estado para que o primeiro-ministro seja ouvido no tribunal, como testemunha, na fase de instrução do caso de Tancos.

De acordo com o jornal Público, o juiz Carlos Alexandre não admite o testemunho por escrito de António Costa nesta fase de instrução. O juiz proferiu um despacho, que tem data de terça-feira, no qual remete ao Conselho de Estado um “pedido de autorização para prestação de depoimento, presencial, como testemunha, do Excelentíssimo Sr. Primeiro-Ministro do aqui arguido Professor Azeredo Lopes”.

No despacho, o magistrado recorda que tinha referido que “todas as tomadas de declarações a realizar na fase de instrução terão lugar nas instalações do TCIC”, recusando assim a decisão do Conselho de Estado que autorizava António Costa a depor por escrito.

De acordo com a revista Sábado, que também teve acesso ao despacho, foi o próprio primeiro-ministro a solicitar ao Conselho de Estado para que o seu testemunho fosse dado por escrito. “Tal pedido parece ter desconsiderado a posição assumida pelo tribunal quanto à necessidade de o depoimento ser presencial”, escreveu o juiz, acrescentando que a presença de Costa em tribunal é importante para formular “questões, subhipóteses, explicações, intróitos”.

Ainda de acordo com a mesma publicação, o juiz de instrução aceitou a audição como testemunhas do atual diretor nacional da Polícia Judiciária, Luís Neves, e de dois procuradores que participaram na investigação, Vítor Magalhães e João Melo, a pedido da defesa do coronel da GNR Amândio Marques.

 

Esta quarta-feira, arranca a fase de instrução do processo. Para a primeira sessão foi marcado o interrogatório de Válter Caldeira Abreu, que é considerado pelo Ministério Público um dos responsáveis pelo assalto a Tancos e está acusado de cinco crimes em coautoria: associação criminosa, tráfico e mediação de armas, terrorismo e outro de tráfico e outras atividades ilícitas.

Jaime Martins Oliveira, arguido que segundo a acusação teve responsabilidades no assalto ao paiol, está acusado, em coautoria, por associação criminosa e tráfico e outras atividades ilícitas.

De acordo com a TSF, estes primeiros inquéritos começaram às 09h30 e os trabalhos duraram apenas uma hora, uma vez que os dois arguidos não quiseram prestar declarações.

Para a parte da tarde estava previsto o interrogatório do militar da GNR de Loulé, José Batista Gonçalves, mas a diligência foi adiada a pedido do arguido, que está acusado, em coautoria, de associação criminosa, tráfico e mediação de armas, falsificação ou contrafação de documentos, denegação de justiça e prevaricação e favorecimento pessoal praticado por funcionário.

Nenhum dos três arguidos requereu a abertura de instrução, mas o juiz quer ouvir presencialmente todos os 23 arguidos nesta fase para decidir se o caso segue, ou não, para julgamento.

O juiz lembra que nos processos em que os arguidos não querem contestar a acusação deduzida pelo Ministério Público, a lei determina que o magistrado deve “facultar aos arguidos não requerentes a faculdade de prestarem declarações nesta fase processual”.

Para a manhã de quinta-feira estão marcados os arguidos Roberto Pinto da Costa, Mário Carvalho, José Carlos Costa, Nuno Reboleira e Luís Sequeira para a tarde, avança o jornal Observador.

O ex-ministro da Defesa, Azeredo Lopes, que é o principal envolvido no processo e está acusado de denegação de justiça e prevaricação, favorecimento pessoal praticado por funcionário, abuso de poder, vai depor perante o juiz de instrução a 3 de fevereiro.

O caso do furto do armamento de guerra dos paióis de Tancos foi divulgado pelo Exército, a 29 de junho de 2017, com a indicação de que ocorrera no dia anterior, tendo a alegada recuperação do material de guerra furtado ocorrido na região da Chamusca, Santarém, em outubro de 2017, numa operação que envolveu a PJM, em colaboração com elementos da GNR de Loulé.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Os políticos não estão sempre a dizer que a Lei é igual para todos ?
    Porquê a excepção de sua exª a depor presencialmente? Será que essa premissa está ao alcance de um português qualquer ?

  2. O salazarista fedorento, natural de Mação, também conhecido como o “saloio de Mação” insiste na humilhação dos membros do Partido Socialista, que tal como o “patrono”, faz parte do grupo hitleriano deste país. Esta posição de força de um juizeco de meia tigela, não é mais do que uma manifestação da raça superior a que pretendem pertencer os fascistas ainda instalados nos tribunais portugueses.

    • Também não tenho uma grande admiração por este Juiz. Mas dela a etiqueta-lo de “saloio, nazi, fascista” não faz parte da minha educação !…. Após ler o seu “acalorado” comentário, gostava de lhe perguntar como qualifica os protagonistas deste lamentável caso, ou seja quer o Sr., que seja esclarecido este roubo, ou que se abafe ??????….. Meu respeito de comentador Atento !

    • Ai António Variações, António Variações…
      Olha… vai tomando a medicação que o médico te prescreveu e acredita que amanhã pode ser melhor do que hoje.

  3. O juiz carlos alexandre é um senhor, apesar de muitos o quererem fora que são os socristas e esse antónio verdades, que é um idiota e extremista fedorento, maldita raça…
    António costa é um ser humano como outro e assim é chamado á justiça, só tem de estar presente…
    A justiça é igual para todos aqui e na europa….
    Mas muitos como esses que apoiam os corruptos e os extremistas, muitas contas têm a dar á justiça de deus.

RESPONDER

Governo lamenta decisão do PCP. "Nunca tínhamos ido tão longe como fomos este ano"

O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares reagiu, esta segunda-feira à tarde, na Assembleia da República, ao anúncio de voto contra do PCP ao Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). Na Assembleia da República, Duarte Cordeiro …

Vulcão Cumbre Vieja lança lava, cinzas e fumo em La Palma

Vulcão de La Palma "no auge da atividade". Derrocada parcial do cone revela grande fonte de lava

Uma derrocada parcial do cone do vulcão da ilha de La Palma, nas Canárias, deixou à vista uma grande fonte de lava, segundo o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (Involcan). "Estamos no auge da atividade" do …

Presidente recebeu dose de reforço da vacina contra a covid-19 juntamente com a da gripe

O Presidente da República recebeu, esta segunda-feira, a dose de reforço da vacina contra a covid-19, juntamente com a vacina da gripe. "O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa recebeu esta tarde o reforço (ou terceira dose) …

PCP duvida do "golpe de asa" do Governo. BE estranha a sua "indisponibilidade"

O Partido Comunista anunciou, esta segunda-feira, que vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) na generalidade, juntando-se ao Bloco de Esquerda. "Não acredito em bruxas (...). Nunca faltámos à chamada e procurámos sempre …

"Ou há Orçamento ou avanço para a dissolução da Assembleia da República", diz Presidente

O Presidente da República afirmou, esta segunda-feira, que irá aguardar até ao último segundo da votação do Orçamento do Estado para 2022 na generalidade e, caso se confirme o chumbo, iniciará logo o processo de …

Portugal regista mais cinco mortes e 313 casos de covid-19

Portugal registou, esta segunda-feira, mais cinco mortes e 313 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 313 novos …

Quase 23 milhões de afegãos vão sofrer insegurança alimentar aguda no inverno

O Programa Alimentar Mundial da ONU alerta para a crise no Afeganistão, afirmando que o país está "entre os piores desastres humanitários do mundo, senão o pior". Cerca de 22,8 milhões de afegãos, mais de metade …

A COP26 ainda não começou, mas parece condenada ao fracasso. Matos Fernandes está "pouco otimista"

Cimeira tem início a 31 de outubro, mas os sinais que chegam não são positivos, com muitos dos líderes e representantes dos principais países a apontar dedos aos que ainda não se comprometeram com metas …

Líder do CDS-PP compara Estado a centro comercial por devolver "míseros cêntimos" do combustível

Líder centrista anunciou que o CDS vai apresentar novamente no Parlamento uma proposta para acabar com o adicional dos produtos petrolíferos — algo que já tinham feito no passado, mas que mereceu o chumbo de …

Crescem os apelos a que o Reino Unido avance com o Plano B contra a covid, mas Governo continua reticente

Em público, o governo de Boris Johnson afirma que ainda não é tempo de apertar as medidas de combate à pandemia, mas em privado já está a ponderar como pode avançar com o Plano B. Depois …