Cabrita “mentiu ao Parlamento” sobre morte de Ihor Homeniuk. PSD e BE pedem consequências políticas

Mário Cruz / Lusa

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita

O PSD acredita que o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, “mentiu ao Parlamento” sobre o caso da morte do cidadão ucraniano Ihor Homeniuk no aeroporto de Lisboa.

De acordo com o Diário de Notícias, em causa está uma contradição de datas – com 17 dias de diferença.

No início de abril, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita foi ouvido no Parlamento e garantiu aos deputados que o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) tinha aberto um inquérito à morte do cidadão ucraniano a 13 de março – no dia a seguir ao homicídio.

No entanto, segundo o DN, esta data não coincide com a informação da Inspeção Geral da Administração Interna (IGAI), que refere que o processo interno foi aberto a 30 de março – ou seja, 17 dia depois.

Na altura em que foi o aberto o processo, segundo a IGAI, a Polícia Judiciária (PJ) tinha detido os três inspetores do SEF suspeitos de torturar e assassinar o cidadão ucraniano Ihor Homeniuk no aeroporto de Lisboa.

O deputado social-democrata Duarte Marques acusa Cabrita de ter mentido, o que caracteriza como uma ação “grave”.O deputado disse, em declarações ao DN, que, se o ministro foi mal informado, tal não teve consequências e que deveria ter responsabilizado quem lhe passou a informação errada.

Já a deputada bloquista Beatriz Gomes Dias exige explicações ao Governo por haver uma discrepância de datas que deve ser esclarecida.

A deputada recordou ao DN que “o ministro utilizou até expressões bastante fortes para condenar o sucedido, afirmando que o que tinha acontecido seria entre a negligência grosseira e o encobrimento gravíssimo”, o que nos levou a subentender que saberia alguma coisa já, através do tal processo que o SEF teria instaurado”.

Os três inspetores do SEF – Bruno Sousa, Duarte Laja e Luís Silva – acusados do homicídio qualificado de Ihor Homenyuk estão em prisão domiciliária desde a sua detenção, em 30 de março.

O MP considerou que “ficou suficientemente indiciado” que, em março deste ano, um cidadão ucraniano foi conduzido à sala do Estabelecimento Equiparado a Centro de Instalação, no Aeroporto de Lisboa, para aguardar pelo embarque num voo com destino a Istambul, tendo-se recusado a fazê-lo.

Perante a agitação que apresentava, Ihor Homenyuk acabou por ser isolado dos restantes passageiros estrangeiros, onde permaneceu até ao dia seguinte, tendo sido “atado nas pernas e braços”, mas acabou por ficar “apenas imobilizado nos tornozelos”.

Os inspetores acusados dirigiram-se à sala onde estava o cidadão, tendo-lhe algemado as mãos atrás das costas, amarrado os cotovelos com ligaduras e desferido um número indeterminado de socos e pontapés no corpo.

Horas depois, e depois de a vítima não reagir, acabou por ser acionado o INEM e uma viatura médica de emergência, tendo o médico de serviço da tripulação verificado o óbito do cidadão ucraniano.

Segundo o MP, as agressões cometidas pelos inspetores do SEF, que agiram em comunhão de esforços e intentos, provocaram a Ihor Homenyuk “diversas lesões traumáticas que foram causa direta” da sua morte.

Após a morte de Ihor Homenyuk, o ministro da Administração Interna determinou a instauração de processos disciplinares ao diretor e subdiretor de Fronteiras de Lisboa, ao Coordenador do EECIT do aeroporto e aos três inspetores do SEF, entretanto acusados pelo Ministério Público, bem como a abertura de um inquérito à Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI).

Na sequência deste inquérito, a IGAI instaurou oito processos disciplinares a elementos do SEF e implicou 12 inspetores deste serviço de segurança na morte do ucraniano.

O caso da morte de Ihor Homenyuk levou à demissão do diretor e do subdiretor de Fronteiras do aeroporto de Lisboa pela diretora do SEF, Cristina Gatões.

ZAP //

PARTILHAR

22 COMENTÁRIOS

  1. E agora eu pergunto,mentiu e é novidade?eles não fazem outra coisa que é mentir.Mas a culpa não é deles,é do povo burro que vota nestes incompetentes.

    • Raúl, estou por completo de acordo consigo!!
      Aonde param neste momento o esterco dos defensores deste maldito regime!
      Uns cães de fila, que não fazem mais nada do que usar as redes sociais, para defender e justificar, estes crimosos Governantes, corruptos ,incompetentes, pedófilos ,e ladrões!!!
      Onde estão?
      Eu sei onde estão!
      Meteram o rabo entre as pernas, burrados de medo, e talvez de vergonha???
      Não ceio que tenham vergonha alguma!!
      Mas… Medo creio!!!

  2. Este Cabrita…
    Este governo é só artistas. Mas o maior tem passado pelos pingos da chuva (não me refiro ao Costa). Praticamente nem se fala dele, muito embora estou certo que o veremos sentado num banco de réus num futuro não muito longínquo. Quem adivinha?

  3. Se fosse só o Eduardo Cabrita que mente o País até nem esava mal de todo, o pior é que os politicos todos mentem já dizia o João de Almeida do CDS palavras dele ” temos que mentir para ganhar eleições”

    • Força Ventura ! Contra estes miseráveis governantes precisamos da voz do Ventura. Ele á a voz dos que não tem voz, isto é, daqueles milhares, se não milhões, que este governo está a desgraçar.

  4. Grande parte da adiministração do estado, mesmo a que nunca deveria estar politizada, é escolhida com base em critérios diferentes das qualificações e competência. Todos esses casos correspondem a duas tipologias perfeitamente identificadas, corrupção e nepotismo. Assim, a anormalidade é perfeitamente “normal” neste regime súcialista.

  5. Gostei do filme da fulana directora do SEF. Quando perguntei à inspectora que me entregou a minha autorização de residência se esta era uma autorização que não precisava de ser renovada ela olhou para os meus cabelos cinzentos e respondeu: “Sim, para si é a última”. simpática
    Não mudou nada desde 1973, Os SEF não são diferentes dos agentes da primeira vez que obtive autorização de residência: da Pide.
    São, tal como disse a directora e bem, a primeira impressão que alguém recebe de Portugal. (Sic)

    Cabrita é politico e não decide se os elementos da SEF são ou não fascistas em tempos livres. Sendo todos péssimos profissionais, ele podia mandar despedir todos, mas como não há bons profissionais, tudo fica como está, com ou sem Cabrita

    • E olha que se há alguém que não é competente é logo o Cabrita. Basta ver o lodo em que está a polícia…
      Até permitiu o crescimento de estruturas interna de foro mais radical, tal é o descontentamento das forças policiais. Afinal, perseguir criminosos a pé ou de autocarro não é fácil

      • Policia devia de ser muito bem pago, para podermos exigir qualidade de serviço. Não precisam de Hummers com metralhadoras, mas o equipamento devia de ser adequado. O Estado devia de ter seguro, pois por exemplo, agora quando um policia causa danos com uma viatura de patrulha. é ele que deve pagar os estragos ao veículo e a terceiros, mesmo quando foram causados no âmbito do serviço, pronto, estou de acordo. Há dinheiro para bancos e para muita coisa de treta e nada para a polícia. Mas matar pessoas por gozo não custa dinheiro e falsificar provas não é algo para policia fazer. Ou temos que admitir que policias são bandidos em uniforme? Espero que não.

    • Também gostei quando ela disse que alguns dos marroquinos já tinham saídos de Portugal por meios próprios (mas estavam detidos) e com destino a outros países da União – hahahaha é tão triste que até parece um filme mudo dos Keystone Cops 🙂

      Agora lá vão novamente os PSD logo a caça do Porta-aviões, é tão previsível e para abafar as ligações com os Cheganos que bem pode acabar com o PSD como força política com capacidade governativa.

      • A xuxalhada ainda queria prolongar os 24 anos nos Açores. Rua com eles. Viva o Chega ! Chegou para eles. Que grande cacetada ! Estão todos roídos. Só eles é que podiam fazer geringonças. Estão a comer do próprio veneno.

    • Ó criatura ! Mas por acaso este governo tem algum ministro competente incluindo o 1º? O agora das Financas é tão invejosos que se torna o rei do ridículo da governação que nem consegue responder ao André Ventura e manda o seu Secretário de Estado responder que, coitadito não sabe nada, nem de nada e só dizia a palavra mágica do amigo socretino ao Juíz – ”digamos que”, ”digamos que”, ”digamos que” e o homenzinho explicou ZERO!

  6. Este cabrita parece impossível como ainda continua a pastar nos prados deste governo, por ser mentiroso até encaixa bem com o resto da equipa, mas de incompetente está acima da média da mesma.

  7. Ó Rui Polonio, não se “burre” de medo mas pode-se borrar de vergonha e passear no esterco dos defensores de outro regime qualquer que não seja uma democracia.
    Para seu desespero e de outros parecidos, felizmente o povo é soberano e não burro como o apelidam, sabem quem são os burros? Isso, exatamente esses em quem pensou.
    Não se entusiasmem, os incompetentes, corruptos, pedófilos etc. infelizmente aparecem de todos os lados e quadrantes políticos.

    • Oh Baptista o medo está apoderar-se de fulanos como você. De facto o povo é soberano e não é burro! A evolução do chega, não deixa dúvidas que o povo começa a despertar. E claro, há uma cambada de parasitas com medo de perder a mama. Porque para o povo, já começa a ficar demasiado claro, que têm sido governado nestes últimos 46 anos, por uma corja de corruptos do pior.

      • O Chega é uma lufada de ar fresco, no meio destes parasitas e corruptos que nos têm governado. O chega chegou no momento certo. Precisamos dele como pão para a boca.

  8. 1º Gostava de saber a Posição do Chega face à Posição do PSD.
    2º Alguém explica como o BE está sempre, ou muitas vezes junto com o PSD e VV.

RESPONDER

Dizer que MAI autorizou festejos do Sporting é "delírio"

Esta sexta-feira, no Funchal, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, voltou a distanciar-se do modelo adotado pelo Sporting para os festejos do campeonato. Os festejos do Sporting, do passado dia 11 de maio, não cumpriram …

"Não tem emenda." PSD e Bloco de Esquerda criticam relatório do Novo Banco

O Bloco de Esquerda defende que a versão entregue do relatório da comissão do Novo Banco, redigida por um deputado do PS, tem uma "parcialidade evidente" a favor do Governo. O PSD diz que "não …

Frederico Morais falha Jogos Olímpicos. Testou positivo à covid-19

O português Frederico Morais vai falhar a estreia do surf nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, por estar infetado pelo novo coronavírus, informou esta sexta-feira o Comité Olímpico de Portugal (COP). O surfista natural de Cascais, de 29 …

Governo propõe que todas as freguesias possam ter pelo menos um autarca a meio tempo

O Governo aprovou uma proposta para que todas as freguesias do país possam ter um autarca a meio tempo independentemente da sua dimensão, anunciou esta sexta-feira a ministra da Modernização do Estado, que tutela as …

Espanha vai administrar terceira dose da vacina

Espanha anunciou esta sexta-feira que será administrada uma terceira dose da vacina contra a covid-19, embora ainda não haja data prevista. Carolina Darias, ministra da Saúde espanhola, anunciou esta sexta-feira que será administrada uma terceira dose …

Portugal com mais 3.794 casos de covid-19 e 16 mortes

Portugal registou, esta sexta-feira, 3.794 novos casos e 16 mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o …

Deputada expulsa do parlamento britânico por chamar “mentiroso” a Boris Johnson

A deputada do Partido Trabalhista, Dawn Butler, foi esta quinta-feira expulsa da Câmara dos Comuns, a câmara baixa do Parlamento britânico, por chamar "mentiroso" ao primeiro-ministro, Boris Johnson. Butler foi expulsa pela presidente adjunta temporária, Judith …

UGT dispara contra o Governo. "Exemplo vem sempre de quem está no topo"

Numa carta aberta ao primeiro-ministro, a UGT criticou a atitude de vários ministros, a destruição de milhares de postos de trabalho durante a pandemia e alertou para a suspeita de existir cartelização entre os grandes …

Greve de fome de 470 pessoas em Bruxelas termina 60 dias depois

Em Bruxelas, mais de 470 pessoas deram por terminada uma greve de fome que durou dois meses. O governo belga disse que não pode ceder a chantagens e saudou a boa decisão. Nos últimos dois meses …

Estados Unidos anunciam novas sanções a Cuba. “É apenas o início”

Sanções dos Estados Unidos a Cuba têm como objetivo castigar “os indivíduos responsáveis pela opressão da população cubana”. Ministro dos Negócios Estrangeiros cubano, numa reação, fala em medidas "sem fundamento e caluniosas" e pede que …