Cabo eléctrico vai ligar Portugal a Marrocos e baixar a conta da luz

José Sena Goulão / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

O primeiro-ministro cumpre nesta terça-feira, em Rabat, Marrocos, o segundo e último dia da 13.ª Cimeira Luso-Marroquina, tendo como tema central o projecto de construção de um cabo para interconexão eléctrica, com 220 quilómetros, entre os dois países.

“O principal desafio que temos é o de estabelecermos a interconexão eléctrica. É uma oportunidade para podermos, de modo sustentável, contribuir para baixar e termos uma melhor factura energética“, sustentou António Costa, no final do primeiro dia de cimeira.

Este projecto de investimento para a construção do cabo de interligação eléctrica deve arrancar no primeiro semestre de 2018 e está avaliado entre 500 e 700 milhões de euros, tendo como modelo técnico e financeiro o esquema de operação usado na ligação edificada entre a Holanda e o Reino Unido, que custou cerca de 600 milhões de euros.

No plano técnico, esta interligação eléctrica permitirá a Portugal vender energia a Marrocos em alguns momentos de um determinado dia e, eventualmente, comprar em outras alturas desse mesmo dia. “O transporte de energia far-se-á nos dois sentidos”, referiu.

De acordo com os estudos, que se encontram em fase de conclusão, o cabo deverá ligar a zona de Tavira, no Algarve, à cidade marroquina de Tânger.

Com esta interligação eléctrica “será reforçada a segurança do abastecimento energético dos dois países, através de uma maior diversificação das fontes de energia”, referiu também o primeiro-ministro.

Agora, só falta que “surjam os investimentos para a concretização desta obra”, notou, realçando que “esta é uma das prioridades das relações com Marrocos nos próximos anos”.

Exportações para Marrocos em alta

No que respeita ao quadro global de relações económicas entre Portugal e Marrocos, o primeiro-ministro salientou a existência de mais de três centenas de empresas portuguesas com investimentos neste país.

“As exportações para Marrocos têm vindo a subir significativamente e há também investimentos marroquinos em Portugal. Há ainda a possibilidade de empresas marroquinas e portuguesas trabalharem em conjunto em vários países africanos onde estão presentes”, acentuou António Costa.

A passagem do governante por Rabat prevê encontros com empresários portugueses, a participação na abertura do fórum empresarial luso-marroquino e a assinatura de acordos bilaterais com o Governo marroquino.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Hummmm. Alguém fez bem as contas a isso tudo? É que em Marrocos há muito sol e qualquer dia poderão usá-lo para produzir energia. E nesse caso estaríamos a construir uma via para… importarmos. Fizeram bem as continhas todas, agora que o homem das contas está a monte para a Europa?

  2. Grande MENTIROSO !!!
    O cabo liga Portugal a Marrocos, torna a energia mais barata, a EDP aumenta os lucros e o zé povo continua a pagar o mesmo (ou mais!)
    Quando o Tosta conseguir tirar das nossas facturas os valores de CMEC, ou Custos de Manutenção do Equilíbrio Contratual, uma das maiores fontes de receita, e de lucro, da EDP em Portugal, a gente começa a acreditar no aldrabão.

  3. Concordo com os outros comentários.
    Infelizmente isto são ideais que não são aplicados. Tal como os enormes parques foto-voltaicos no Alentejo e dezenas de parques eólicos espalhados pelo centro e norte de Portugal, deviam baixar a factura. Continuamos a pagar o mesmo ou até mais para pagar o investimento. Quando dão lucro, é prémios para os gestores.

  4. Mais uma para gastarem o pouco que têm, quando a avaliação é de 500 a 700 milhões , no fim será como sempre, sobe para 1000 milhões e teremos a luz ao mesmo preço ou mais cara porque gastaram mais que o avaliado!!!!

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …