Bruxelas diz que ainda há “grandes diferenças” sobre esboço do Orçamento

European Parliament / Flickr

Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia

Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia

A Comissão Europeia alerta que continuam a existir “grandes diferenças” nas discussões com o Governo português sobre o projeto de Orçamento de Estado para 2016, e anunciou esta segunda-feira que o assunto será discutido amanhã pelos comissários.

“Está de facto a ser trocada informação, o processo prossegue e permanecem grandes diferenças. Estamos a trabalhar com o Governo português para aproximar as posições. O colégio vai discutir esta questão amanhã”, afirmou Annika Breidthardt, porta-voz para os Assuntos Económicos, referindo-se ao Colégio de Comissários de todos os países que compõem o órgão comunitário.

O esboço do plano orçamental enviado pelo Governo a Bruxelas a 22 de janeiro vai ser, assim, discutido na reunião semanal do colégio da Comissão Europeia, que esta semana se realiza em Estrasburgo, França.

A 27 de janeiro, a Comissão Europeia enviou uma carta ao Ministério das Finanças, liderado por Mário Centeno, a solicitar informações adicionais e a questionar porque é que o plano apresentado pelo Governo prevê uma redução do défice estrutural em 0,2 pontos percentuais, apenas um terço do recomendado em julho.

No dia seguinte, 28 de janeiro, uma equipa de técnicos da Comissão Europeia chegou a Lisboa para trabalhar com Mário Centeno no sentido de aproximar as posições, prevenindo assim um eventual parecer negativo de Bruxelas ao projeto orçamental.

No quadro do regulamento do semestre europeu de coordenação de políticas económicas, a Comissão Europeia pode vir a solicitar a um Estado-membro que elabore um plano orçamental revisto, caso considere que o projeto enviado apresenta “risco grave” de incumprimento das regras do Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC).

Uma vez avaliado o projeto orçamental e emitido o parecer de Bruxelas, este será então analisado pelo Eurogrupo, a reunião dos ministros das Finanças da zona euro.

ZAP

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Mas ainda ninguém percebeu que o costa anda a comprar votos!!!
    Agora anda a dar, a dar….daqui a uns tempos quando tiver de tirar, o governo cai.
    Depois fará o papel de vítima, que ele bem tentou…mas não o deixaram…
    Ah valentes!!! Aceleramos rumo ao 4.º resgate.

  2. Estes montes de mer… deviam era ver o que os Políticos tem feito nos últimos anos e não quererem mais cortes ao povo, tudo a mesma gamela, ainda a gente que acha que a Europa é boa.

  3. Já se começa a falar em novos aumentos de impostos sem se saber quais, até agora já foram alguns, agora vamos ver o que isto vai dar porque omeletes sem ovos ninguém conseguiu fazer até agora, alguém irá engolir uns bons sapos resta saber quem.

RESPONDER

Parlamento aprova na generalidade mudança do TC para Coimbra. Oito socialistas votaram a favor

A proposta passou com votos contra do Chega e PAN, abstenção do PCP, BE, PEV e maioria da bancada do PS e votos favoráveis do PSD, CDS, IL e de oito deputados socialistas. O resultado já …

Escola da Amadora queria proibir minissaias, decotes e chinelos - mas já voltou atrás

Um Agrupamento na Amadora publicou um código de vestuário que acendeu um debate nas redes sociais devido às regras que controlavam mais as raparigas. Entretanto, a escola já voltou atrás na decisão. Segundo escreve o Jornal …

Governo francês vai dar 100 euros a famílias carenciadas para pagar energia

O Governo francês vai entregar um cheque de 100 euros a 5,8 milhões de famílias de menores recursos para ajudar a pagar a fatura energética. A medida anunciada pelo executivo vai ter um custo de 580 …

Incidência e R(t) recuam em dia com mais 1.023 infetados e sete mortes

Portugal registou, esta sexta-feira, 1.023 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Apoiantes de Navalny acusam Google e Apple de "censura" política

Os apoiantes de Alexei Navalny acusaram hoje as empresas Google e Apple de terem suprimido o apelo ao voto "útil" proposto pelo oposicionista através das respetivas plataformas, denunciando "censura" num processo eleitoral em que a …

Presidente da República argentino cancela viagens para impedir que vice assuma Governo

Cristina Kirchner é parceira maioritária na coligação de Governo e exige, entre outras mudanças, a substituição de ários ministros, secretários e presidentes de organismos públicos. Recentemente, tem mostrado em público o seu descontentamento face à …

"Bazuca" europeia não resolve problema da falta de habitação

De acordo com vários especialistas, as 26 mil casas identificadas como prio­ritárias pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) não chegam para as necessidades do país, que podem chegar às 46 mil. A questão da aplicação …

Peça que terá sido usada no batismo de D.Maria II está à venda. Estado não a compra por ser demasiado cara

Há uma semana que está à venda uma peça que pertenceu à coroa portuguesa. Terá pertencido à família real depois do Terramoto de 1755 e, de acordo com o antiquário que agora a comercializa, terá …

"Dupla pancada". Vítimas de violência doméstica são deixadas ao abandono sem indemnização

Mais de 80% das vítimas de violência doméstica, a maioria mulheres, não recebem indemnizações, nem dos agressores nem do Estado. Se as vítimas não tiverem sofrido uma incapacidade para o trabalho por um período igual ou …

Ministério Público declara ilegal eleição de André Ventura

Ministério Público invalidou a mudança nos estatutos do Chega, incluindo a eleição direta de André Ventura. O líder do partido admite um novo congresso. No início do mês, o Ministério Público (MP) pediu ao Tribunal Constitucional …