Bélgica ofereceu asilo a Puigdemont (e Espanha não gostou)

EU2016 SK / Flickr

O secretário de Estado para as Migrações e Asilo da Bélgica, Theo Francken

O secretário de Estado para as Migrações e Asilo da Bélgica, Theo Francken, do partido independentista flamenco N-Va, declarou este domingo que o presidente destituído do governo catalão, Carles Puigdemont, tem a opção de solicitar “asilo político” na Bélgica.

“O presidente catalão Puigdemont pode solicitar asilo político” na Bélgica, afirmou o secretário de Estado para as Migrações e Asilo, Theo Francken, através da sua conta na rede social Twitter.

A cadeia de televisão pública flamenca VRT News referiu que o secretário de Estado já havia indicado anteriormente que a Bélgica poderia ser uma saída para Puigdemont se corresse o risco de ser preso.

O secretário de Estado belga enfatizou também que, como membro da União Europeia, é possível a Puigdemont pedir asilo na Bélgica, mas que o seu país não procura este cenário, razão pela qual não iria lançar já o tapete de “boas-vindas”.

Francken acrescentou que, se tal pedido de asilo fosse solicitado, “entraríamos numa situação diplomática difícil com as autoridades espanholas. Isto é evidente”. Não há indicações de que Carles Puigdemont tenha feito qualquer pedido neste sentido à Bélgica.

Espanha reage com dureza

Ainda este domingo, o porta-voz do espanhol Partido Popular (PP) no Parlamento Europeu, Esteban González Pons, considerou que Theo Francken, desrespeitou os princípios de solidariedade e colaboração na União Europeia.

“Sem ter nenhum motivo nem competência para isso, e antecipando-se a qualquer acontecimento, Francken permite-se avaliar um possível julgamento a Puigdemont fazendo graves acusações ao sistema judicial espanhol, ao trabalho dos juízes espanhóis, e ao Estado de direito na Espanha”, criticou González Pons em comunicado.

O político espanhol considera que as afirmações do secretário de Estado belga são “um ataque inaceitável de um membro do governo belga a outro estado da UE como a Espanha, que espero que seja corrigido imediatamente”.

Aceitar um pedido de asilo de Puigdemont, segundo disse, “seria contrário aos Tratados da UE e às normas internacionais em matéria de asilo. A Espanha é uma democracia consolidada na qual impera o Estado de Direito, a separação de poderes e na qual se respeitam os direitos e liberdades de todos os cidadãos, da mesma forma que ocorre nos outros 27 países da UE”, realçou González Pons.

González Pons lembrou que Theo Francken pertence à Aliança Neo-Flamenga, cujo programa político propõe a independência de Flandres da Bélgica. Outros políticos belgas, como a deputada do partido democrata-cristão francófono CDH, Catherine Fonck, criticaram o posicionamento de Francken, recordou Pons.

// Lusa / EFE

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. kkkk.. estes flamengos sao uns idioras!”!!!!!! nao me digam que querem canalizar os investimentos do quatar para bruxelas? o traidor calles puigdemont tem um asilo em doa muito mais compensandor que na belgica… o pais que ja devia estar dissolvido ha muito tempo. a falta de principios que estes flamengos mostram esta ao nivel da minoria catala.

RESPONDER

"A profissionalização é fundamental". Este ano já morreram quatro bombeiros, todos voluntários

Nos incêndios deste ano já morreram quatro bombeiros. O último ano tão mortífero foi 2013, em que sete bombeiros perderam a vida. Em comparação, nos incêndios de 2019, não se registaram vítimas mortais entre esses profissionais. Como …

Portugal só tem 4 fiscais da ferrovia (e cada um tem de inspecionar 811 quilómetros)

O Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) tem apenas quatro técnicos afetos à fiscalização do setor. O organismo está a pedir o reforço destes profissionais desde 2014. De acordo com a edição desta quarta-feira do …

Dybala eleito melhor jogador do ano em Itália. Ronaldo fora da lista

O avançado argentino da Juventus foi eleito o melhor jogador da temporada 2019/20 do futebol italiano, enquanto o português Cristiano Ronaldo ficou de fora da lista de premiados. Na nota publicada no site oficial da Série …

Novo Banco registou perdas de 260 milhões à revelia do Banco de Portugal

A equipa António Ramalho terá inscrito nas contas 260 milhões de euros em perdas, passíveis de reembolso, sem falar com o Fundo de Resolução. O Público avança que a equipa de António Ramalho sinalizou, nos resultados …

Pingo Doce

Vídeo denuncia desperdício alimentar em supermercado. Jerónimo Martins está a investigar

Hugo Breda e João Relógio, ambos associados à produtora Swag On, publicaram na suas contas de Instagram um vídeo no qual denunciam o desperdício alimentar numa cadeia de supermercados em Lisboa.  O vídeo publicado nas …

O adeus de uma lenda. Ronaldo, Messi e Buffon despedem-se de "San Iker"

O internacional português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi recorreram às redes sociais para se despedirem de Iker Casillas, que esta terça-feira anunciou o fim da sua carreira.  "Foi um orgulho ter partilhado grandes momentos …

Há trabalhadores que estiveram em lay-off sem direito ao apoio salarial

O apoio destinado a trabalhadores que estiveram em regime de lay-off só se aplica a quem tenha estado nesta situação um mês civil completo. A 19 de junho, o Governo aprovou o decreto-lei que criou o …

Ordenado de 3 milhões e outros tantos em prémios. O contrato de Jesus à lupa

Jorge Jesus, que esta segunda-feira foi oficialmente apresentado como treinador do Benfica, vai ganhar três milhões de euros líquidos temporada, valor a que acrescem outros tantos milhões mediante prémios. Apesar de vir auferir um salário …

Já com luz verde de Bruxelas, Governo quer Banco de Fomento a funcionar no final do ano

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital disse esta terça-feira à agência Lusa que quer o Banco Português de Fomento a funcionar no final do ano, depois da sua criação ter sido …

"Partenon dos Naufrágios". Grécia abre o seu primeiro museu arqueológico subaquático

A Grécia abriu nesta segunda-feira o seu primeiro museu arqueológico subaquático, que reúne um conjunto de ânforas do século V a.C e que foi batizado como o "Partenon dos Naufrágios", na costa da ilha de …