BE acusa Governo de não ter cumprido reforço nas escolas. “O que dizemos às crianças: que não deu jeito, para fazer brilharete de défice?”

Luís Forra / Lusa

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, acusou esta segunda-feira o Governo de não ter ainda cumprido o reforço previsto no Orçamento do Estado de assistentes técnicos e operacionais nas escolas, defendendo ser urgente a contratação de 3.000 funcionários para este setor.

No final de uma visita à Escola Básica Francisco de Arruda, em Lisboa, Catarina Martins recordou que há um ano tinha visitado este estabelecimento de ensino, precisamente durante as negociações orçamentais para 2019 e o partido comprometeu-se a incluir no documento verbas para a contratação do pessoal em falta nas escolas.

“O Orçamento do Estado previu essa contratação, mas a contratação não foi feita, o Governo empurrou com a barriga a concretização do OE e começa um novo ano letivo sem se contratarem os funcionários necessários”, criticou, acrescentando que o problema num ano agravou-se, quer por reformas de pessoal, quer por alguns terem entrado de baixa ou pedido para sair das escolas através do regime da mobilidade.

Questionada se o BE se sente enganado pelo Governo quanto a este compromisso, a líder bloquista respondeu indiretamente. “O problema não é saber se não foi cumprido com o BE, claramente não foi. O problema é para o país”, atacou.

Catarina Martins considerou “absolutamente inaceitável” que, “para fazer um número com o défice”, o Governo deixe que “o primeiro período seja perdido” e exigiu “mecanismos expeditos para dotar as escolas dos 3.000 funcionários que faltam”.

“O que dizemos às crianças que estão a começar a sua escola, que não deu jeito para fazer um brilharete de défice que existissem os funcionários que faltam na sua escola? O que dizemos aos professores que estão a trabalhar tantas horas que não aguentam mais, aos funcionários que estão a fazer a vez de dois e três?”, questionou.

A líder  alertou ainda que, em cidades como Lisboa, o problema agrava-se porque, em janeiro, haverá a passagem de competências relativas às escolas para as autarquias. “Dá ideia que está toda a gente parada a ver se em janeiro o problema já é de outros”.

Lei anti-chumbo

Questionada sobre o plano previsto no programa do Governo para eliminar os ‘chumbos’ no ensino básico (até ao 9.º ano de escolaridade), Catarina Martins disse concordar com o princípio de que a responsabilidade da escola “não é selecionar os alunos, é fazer com que toda a gente aprenda” e que a retenção de um aluno “é um falhanço da escola e do sistema educativo”.

“Isto só é possível com mais meios e não com menos meios na escola pública. Um projeto que parece bom na essência só é verdadeiramente uma boa medida se a escola tiver meios para isso”, alertou, apontando que, para que tal plano resulte, serão necessários psicólogos, assistentes sociais e mediadores culturais nas escolas.

Para as negociações do próximo Orçamento do Estado, a líder do BE defendeu que “a escola pública deve estar no centro do debate” e apontou como prioridades, além do reforço ao nível de funcionários e de professores em certas áreas, “um programa de rejuvenescimento do corpo docente”.

“Sei da determinação do Bloco em proteger a escola pública”, afirmou, quando questionada se acredita na disponibilidade do PS quanto a estas propostas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Que engraçado. Catarina Martins julga que a retenção de um aluno “é um falhanço da escola e do sistema educativo”.
    O BE defende que a escola deve ser um local de ideologia de género, de sexo, de drogas, de modas, de tudo e mais alguma coisa exceto de estudo, e se o aluno chumba porque não quer puxar pela cabecinha e estudar, a culpa já é da escola e do sistema educativo. Muito bem.

RESPONDER

Imperador japonês paga 25 milhões de dólares por ritual secreto para dormir com deusa

Este ritual de sucessão do Imperador Naruhito aconteceu na quinta-feira e envolve dormir com uma deusa do Sol. O templo é construído para o efeito e é destruído depois. O ritual japonês altamente secreto conhecido como …

Para entrar nesta praia italiana, vai ser preciso pagar (e nem todos podem entrar)

Aos pés de uma antiga aldeia de pescadores, La Pelosa é uma atração turística muito célebre. Por isso, a autarquia decidiu tomar medidas para a proteger. A famosa praia tem sido uma vítima da erosão natural …

Laurent Simons será o mais novo licenciado do mundo. Tem 9 anos

O belga Laurent Simons tem apenas 9 anos e estás prestes a bater um recorde: em dezembro, deverá tornar-se o mais novo licenciado do mundo. O "menino prodígio", tal como é apontado pelos média internacionais, ingressou …

Preços dos passes Navegante ficam iguais em 2020

Os preços dos passes Navegante vão manter-se iguais em 2020, no âmbito da estratégia de “promoção da utilização dos transportes públicos coletivos”, anunciou esta sexta-feira a Área Metropolitana de Lisboa (AML). “A Área Metropolitana de Lisboa …

Os burros-táxi de Espanha vão ter horários de trabalho, estábulos novos e deixar de carregar turistas de 80 quilos

Os burros táxis são uma atração turística de Mijas, província de Málaga, no sul de Espanha. Agora foram definidas novas regras que têm em conta os direitos e o bem-estar dos animais. O serviço funciona como …

Vai ser preciso "ser-se rico" para visitar a famosa Ilha de Komodo

Em breve, os turistas que queiram visitar a Ilha de Komodo, o famoso lar de mais de 5.000 dragões de Komodo, terão de ser ricos. O aviso é do Governo local indonésio, que chegou mesmo …

Sócrates saúda saída da prisão de Lula. "Sei que estás em festa, pá"

O antigo primeiro-ministro José Sócrates, acusado de corrupção, considerou que a saída da prisão de Lula da Silva representou uma "reentrada no mundo" do ex-chefe de Estado brasileiro, acontecimento em relação ao qual o PS, …

Ministra da Justiça visitou mãe que abandonou bebé no lixo

A mãe que abandonou o bebé no caixote do lixo em Lisboa está bem de saúde e a receber apoio psicológico, constatou a ministra da Justiça, que esta sexta-feira visitou a jovem na cadeia de …

Ex-embaixadora dos EUA na Ucrânia acusa Trump de intimidação

Marie Yovanovitch, antiga embaixadora dos Estados Unidos na Ucrânia, denunciou esta sexta-feira a existência de uma campanha para a descredibilizar levada a cabo por Donald Trump com ajuda de ucranianos, no inquérito para a destituição …

Subida do Salário Mínimo Nacional vai aumentar as propinas

A subida do Salário Mínimo Nacional para os 635 euros em 2020, vai ter influência em valores a pagar ou a receber, nomeadamente nas propinas mínimas do Ensino Superior público e nos tectos do Fundo …