“O Banco de Portugal é que criou os lesados do BES”

Miguel A. Lopes / Lusa

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

Ricardo Salgado entra ao ataque na primeira grande entrevista concedida depois da queda do BES, há três anos. O ex-banqueiro responsabiliza o Banco de Portugal por haver lesados e ataca Passos Coelho e o primo José Maria Ricciardi.

Numa longa entrevista ao Dinheiro Vivo, Ricardo Salgado, que é arguido em centenas de processos, defende que o Novo Banco devia ficar em mãos portuguesas, manifestando oposição à venda da instituição bancária ao fundo norte-americano Lone Star.

“A melhor solução para o Novo Banco era permanecer português, quer fosse incorporado na Caixa Geral de Depósitos, quer fosse adquirido pelo Millenium BCP”, diz o ex- administrador do grupo Espírito Santo.

“O Banco de Fomento podia perfeitamente ser recapitalizado pelo Estado para reforçar o Novo Banco”, considera ainda, depois de já ter manifestado a mesma posição numa entrevista à agência noticiosa Bloomberg, na semana passada.

“Banco de Portugal é que criou os lesados do BES”

Desta vez, instalado no seu escritório numa vivenda de Cascais, Salgado declara ao Dinheiro Vivo que nunca foi hostilizado pelos lesados do banco e que compreende as razões de queixa que apresentam.

Mas quando questionado sobre se já pensou em pedir desculpas aos clientes lesados, Salgado atira as culpas para o Banco de Portugal e nota que “os clientes foram usados pela medida de resolução”.

“O Banco de Portugal é que criou os lesados do BES”, refere. “Não fui eu que optei pela resolução, nem que a preparei ou executei”, reforça.

“Pedir desculpa seria a fórmula mais fácil de me desresponsabilizar publicamente“, acrescenta depois. Ao longo de uma entrevista de seis páginas, Ricardo Salgado também critica o ex-primeiro-ministro Passos Coelho.

“Passos Coelho não só chumbou a operação de financiamento solicitada pelo Banco de Portugal, como publicitou essa recusa. Isto é o colapso final!“, lamenta.

Dá “explicações” aos lesados na missa

O ex-banqueiro garante também que se tem cruzado com lesados “na missa em Cascais” que vão falar com ele. “Dou-lhes explicações daquilo que estou a fazer”, refere.

“Eu continuo na minha senda de procurar demonstrar que tive razão e que tenho razão naquilo que estou a defender, e levarei isso até ao final”, frisa.

“Estou a lutar pela minha reputação”, afiança também. E “vou lutar até ao fim”, alerta.

Os “excessos temperamentais” do primo

Na entrevista ao Dinheiro Vivo, Salgado refere também ter feito um mau julgamento do empresário angolano Álvaro Sobrinho e do empresário luso-angolano Hélder Bataglia, considerando que “os dois tiveram um papel terrível” na “destruição do BES em Angola”, e acusando os dois homens de terem feito uma “gestão ruinosa” do BESA.

Na mira também está o seu primo, José Maria Ricciardi de quem diz que tem “excessos temperamentais”, depois de questionado sobre se escolheu Manuel Pinho, que trabalhou no BES, para ministro da Economia, como este familiar teria sugerido.

“Pode ter a certeza de que eu não sugeri nada ao engenheiro Sócrates“, frisa para depois comentar sobre a Operação Marquês, onde é também arguido a par do ex-primeiro-ministro, que “ainda a procissão vai no adro”.

“Não há iates, nem castelos na Escócia”

Sobre a ideia de que ele era o “Dono Disto Tudo”, Salgado nota que foi “uma criação artificial para acabar” com ele. “Creio que estará relacionada com a palavra inveja, usada por Camões no final dos Lusíadas”, aponta.

O ex-banqueiro também considera que a reforma de 90 mil euros a que tem direito é merecida porque diz ter descontado “uma brutalidade toda a vida”.

Sobre o seu património, assegura que “não há iates, nunca houve”. “E não há castelos na Escócia“, afiança ainda.

A terminar, o ex-presidente do BES diz que espera lançar, até ao fim do ano, um livro de memórias que está a escrever, mas não abre o véu sobre as revelações que lá divulgará.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Não sou lesado do BES mas sou lesado dessa torpe máquina/cancro que se infiltrou na sociedade portuguesa.
    À conta da organização de malfeitores deste escroque, estou há vários anos sem poder passar um cheque, pedir um crédito, um cartão, um descobertode conta, etc… Tudo porque me recusei a pagar ao BES, algo que, comprovadamente (já há sentença, transitada, nesse sentido) nunca devi!
    E vem este pavão com esta conversa? A sua sorte, Sr. “Insonso”, é que não frequento a missa, nem resido em Cascais…

  2. Não ter **** da vergonha na cara é isto. Nem mais, nem menos. (O Banco de Portugal também não está isento de culpas, não pela resolução, mas por ter deixado à solta o DDT durante tanto tempo.)

  3. gatuno que deviar aguardar atras das grades. o descalabro do bes é culpa de quem não lhe deu a mao depois de se enterrar? haja paciencia para estes parvos.
    ainda havera portugueses a apoia-lo como ao socrates, costa, portas, cruz, isaltino, fatima, etc. somos mesmo tapados.

RESPONDER

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …

Milhares infetados por bactéria após fuga em fábrica farmacêutica chinesa

Milhares de pessoas no noroeste da China contraíram uma doença bacteriana depois de uma fuga que causou um surto numa biofarmacêutica no ano passado. De acordo com a CNN, que cita relatos dos media locais, mais …

Guardas da Revolução do Irão prometem vingar morte do general Soleimani

O chefe dos Guardas da Revolução, o exército ideológico do Irão, garantiu hoje que a morte do general Qassem Soleimani, alvo de um raide aéreo dos Estados Unidos, será vingada em “todos os seus implicados”. “Senhor …

"O mundo está no momento mais perigoso da história humana", diz Noam Chomsky

O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e …

Portugal com 849 novas infecções por covid-19. Há 20.722 casos activos

Portugal registou 849 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, mantendo-se a tendência de subida verificada nos dias anteriores. Mas o número de pacientes recuperados também não era tão alto desde Julho. O boletim da …

A Grândola Vila Morena abafou "a maior marcha alguma vez vista" do Chega

Com a Praça do Giraldo, em Évora, dividida por barreiras anti-motim, os participantes da concentração "Pela Liberdade" receberam os apoiantes do Chega de André Ventura ao som de "Grândola Vila Morena" e empunhando cravos vermelhos …

Pandemia assola Irão. EUA com mais 888 mortos. 19 países europeus bateram recorde de casos

Naquele que é o número mais elevado de casos diários desde abril, a Alemanha registou 2.297 novos contágios, 19 países europeus já ultrapassaram o recorde de casos do pico da pandemia. O Irão ultrapassou as …

Rangel "é um turista do carago". SMS atestam que Vieira usou Benfica em "benefício pessoal"

Luís Filipe Vieira é um dos acusados da Operação Lex, com o Ministério Público (MP) a alegar que o presidente do Benfica utilizou o clube em "benefício pessoal" para obter uma cunha do juiz Rui Rangel. O …