Ex-governantes dizem que aumento de freguesias é “favor político ao PCP”

José Sena Goulão / Lusa

Miguel Relvas, ex-ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares

O Governo terá acordado um novo mecanismo para aumentar o número de freguesias. Ex-governantes denunciam “negócio partidário” e “favor político ao PCP”.

Ao fim de dois anos de negociações, o Governo terá chegado a um relativo consenso junto das associações de municípios e de freguesias para avançar com um novo mecanismo para aumentar o número de freguesias. Os pressupostos do executivo deverão levar à criação de 600 novas freguesias.

Miguel Relvas, ex-ministro de Pedro Passos Coelho, acusa António Costa de estar a fazer um mero negócio partidário com o Partido Comunista Português.

“Custa-me muito ver como uma medida racional e justificada pela necessidade do país se adaptar à sua nova realidade, até em termos demográficos, seja hoje usada como ‘moeda de troca’ num mero negócio partidário, colocando o interesse deste ou daquele partido à frente do que é o interesse nacional”, disse Relvas, que foi o autor da última revisão do mapa autárquico.

“Quando um país navega assim, ao sabor das conveniências de cada momento, é de temer pelo naufrágio. Um retrocesso desnecessário”, acrescentou, em declarações ao Observador.

A opinião é partilhada por António Leitão Amaro, ex-secretário de Estado da Administração Local: “O Governo está a querer pagar favores políticos ao PCP”.

Leitão Amaro realça que o Governo pode e deve fazer “correções pontuais”, mas que esses ajustes nunca devem levar a um aumento do número de freguesias.

“Portugal precisa de freguesias fortes, não de mais freguesias. O país não pode suportar isso. Isso não pode acontecer e é profundamente errado. É estar a dizer aos portugueses que não se aprendeu nada”, disse.

A revisão do mapa de freguesias é há muito tempo uma exigência dos comunistas. O Observador escreve que também dentro do próprio PS, a questão tem motivado pressões. O assunto foi trazido a discussão por Maria Luz Rosinha, secretária nacional do PS para as Autarquias Locais.

Do lado dos sociais-democratas, há quem suspeite que a urgência em aprovar um novo mapa autárquico prende-se com a fragilidade da geringonça. O Governo quer apaziguar o PCP, que tem vindo a perder influência autárquica.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mas pusestes-nos a pagar as autoestradas mais caras da Europa…
    “Grândola vila more-eeee-na. Terra da ah aaahhh aaaaahhhh fraternidade. O povo é quem mais orde-naaaaahhh aaahhhh ahah aaaahhhh!!!!!”

  2. As freguesias podem e devem existir, mas não à custa do erário público. Onde está a sociedade civil? Só funciona se houver cheque do Estado?

RESPONDER

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …

Depois do Bayern, Barcelona também está atento a Luis Díaz

Luis Díaz continua a somar boas exibições e clubes interessados na sua contratação. Agora fala-se do desejo do Barcelona em contratar o colombiano em janeiro. Luis Díaz atravessa um momento de forma excecional ao serviço do …

Fuse Valley, Matosinhos

Está a nascer em Matosinhos a Silicon Valley portuguesa (e até Siza Vieira está "espantado")

O "Fuse Valley" promete ser a Silicon Valley portuguesa, em Matosinhos, num empreendimento inovador da Farfetch e da Castro Group que até deixa o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, "espantado". A abertura está prevista …

Portugal aguarda "luz verde" da EMA para avançar com terceira dose aos idosos

Portugal aguarda a autorização da Agência Europeia de Medicamentos para avançar com a administração da terceira dose da vacina contra a covid-19 a maiores de 65 anos. Com base nos resultados de dois grandes estudos científicos …

E depois de Merkel? Alemanha já sente falta da Chanceler que saiu da sombra para salvar o seu "delfim"

Angela Merkel tinha prometido ficar afastada das eleições legislativas deste domingo, na Alemanha, mas saiu da sombra para apoiar o seu "delfim", o candidato da CDU, Armin Laschet, que deverá disputar a vitória com o …

Já há refugiados afegãos a realizarem entrevistas de emprego em Portugal

Já há refugiados afegãos a realizarem entrevistas de emprego em Portugal, disse a secretária de Estado para a Integração e as Migrações, Cláudia Pereira. Em três semanas, chegaram 178 refugiados afegãos a Portugal. A secretária de …

Arranca hoje a conferência dos Trabalhistas - num clima de "guerra civil" entre Starmer e os Corbynistas

A proposta de Starmer de mudar a sistema de eleição do líder dos Trabalhistas tem suscitado muitas críticas, num partido que já estava profundamente dividido entre os membros mais conservadores e os membros leais a …