Se for necessário líder, Assunção Cristas está “ao serviço do partido”

portugal.gov

A ministra da Agricultura, Assunção Cristas

A ministra da Agricultura, Assunção Cristas

Assunção Cristas, ministra da Agricultura, Mar e Ordenamento do Território, não exclui a possibilidade de vir a tornar-se líder do CDS-PP, apesar de insistir tratar-se de uma matéria que não a “ocupa, nem preocupa” e remeter o assunto para o futuro.

Em entrevista ao Observador, a governante afirmou que “se for necessária para isso [liderança], também estarei” ao serviço do partido “para aquilo que fosse necessário”, mas remeteu a decisão de substituir Paulo Portas na liderança para o futuro.

“Aquilo que eu tenho dito sempre é: primeiro, não é uma questão que se coloque e, portanto, mais uma vez pragmaticamente, não me ocupa e não me preocupa. Segundo, se se colocar, é, antes de mais, uma questão para o próprio CDS e para os militantes do CDS, de quem é que acham relevante” para assumir a liderança, afirmou.

Assunção Cristas sublinha preferir não perder o seu tempo a em criar “ruído” desnecessário, nem a lidar com “guerrinhas ou protagonismos”. “Não tenho paciência, [nem] tempo para isso”, explicou à jornalista Maria João Avillez.

Sobre o seu percurso como ministra do Governo de Passos Coelho, Assunção Cristas descreve como o mar acabou por se tornar a sua grande aposta, sendo no mar e na economia do mar que a ministra deposita as grandes expectativas de ver Portugal a crescer e a tornar-se um líder mundial.

Assunção Cristas mostrou-se também confiante de que a coligação PSD/CDS tem tudo para ganhar as próximas eleições legislativas – e mesmo para conseguir uma maioria absoluta. A ministra acredita que, depois de “quatro anos muito difíceis”, os portugueses irão reconhecer “a experiência e a credibilidade” de uma coligação que “não vai prometer aquilo que não pode cumprir”.

Na entrevista publicada esta segunda-feira, a governante lançou algumas farpas à orientação seguida pelo Partido Socialista, incidindo na figura do secretário-geral.

“Na minha perspetiva, o doutor António Costa cometeu um erro muito grande, que foi nunca ter feito uma revisão do que tinha corrido bem e do que tinha corrido mal na governação Sócrates”, considera a governante. “E, não sendo capaz de fazer essa triagem, apresentou agora medidas que, contas feitas, não batem certo. A nossa pergunta e a nossa perplexidade é pensar: como é possível apresentar-se aos portugueses desta forma?”.

A ministra afirma ainda que o destino das propostas da equipa de Miguel Centeno é o mesmo de 2011: crise profunda e troika em Portugal. “O discurso do António Costa tem sido: vamos repor os salários, vamos repor as pensões, vamos repor o IRS, vamos repor não sei o quê, a pergunta é, eu diria, vamos também repor a troika?”, perguntou em tom de ironia.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Bem que precisamos de cultivar batatas e Pimentos, agora com a nova cota de sardinha que a Sra ministra nos arranjou. Força Sra Ministra,… isto hoje em dia só é preciso descaramento e falta de vergonha…. siga o exemplo do Passos, foi o truque dele, – verá que lá chega.

Descoberta enguia que tem a maior descarga elétrica alguma vez vista

Foram descobertas duas novas espécies de enguias elétricas (Electrophorus electricus), sendo que uma delas tem a maior descarga elétrica alguma vez vista num animal, com uma potência de 850 volts. Podendo chegar a 2,5 metros de …

Nova tecnologia consegue gerar eletricidade através das noites frias

Cientistas da Universidade de Stanford e da Universidade da Califórnia em Los Angeles construíram um dispositivo que consegue gerar eletricidade através do frio sentido durante a noite. Há dois anos, numa noite gelada de dezembro, num telhado da Califórnia, …

Descoberto um mundo subterrâneo perdido no meio da Antártida

Durante as primeiras expedições na Antártida, exploradores polares descobriram uma caverna de gelo "perdida" com três andares, vários lagos e um rio. A formação geológica foi encontrada na ilha Galindez, onde estão baseados os exploradores da …

Boavista 1-1 Sporting | Duelo felino de portas fechadas

O Sporting foi ao Estádio do Bessa perder mais dois pontos. Após a derrota em casa com o Rio Ave na ronda anterior, que valeu o despedimento a Marcel Keizer, Leonel Pontes estreou-se no banco …

Durante a Guerra Fria, os melhores agentes da CIA não eram humanos

A CIA desclassificou dezenas de documentos da época da Guerra Fria, que revelam detalhes das suas missões. A agência de inteligência norte-americana não apostava só em humanos. De acordo com a agência France-Press, os documentos revelam …

Israel vai (outra vez) a votos e Netanyahu enfrenta novo teste à sobrevivência política

Benjamin Netanyahu, o primeiro-ministro há mais tempo em funções em Israel, enfrenta um novo teste à sua capacidade de sobrevivência nas legislativas de terça-feira e não tem desperdiçado oportunidades para atrair eleitores. As questões de segurança …

Hugo Soares na campanha, "para que o resultado do PSD possa ser o melhor possível"

O deputado e ex-líder parlamentar do PSD Hugo Soares manifestou-se disponível para fazer campanha pelo partido "sempre que for convidado", como aconteceu este sábado, em Pombal, a convite da cabeça-de-lista por Leiria Margarida Balseiro Lopes. O …

Portimonense 2-3 Porto | Susto resolvido nos descontos

O FC Porto sofreu a bom sofrer para somar os três pontos no Algarve. Os dragões acabaram por chegar à vitória aos 98 minutos, por Iván Marcano, colocando lógica no marcador, se tivermos em conta …

Astrónomos viram "bolhas" gigantes no buraco negro da Via Láctea

Uma equipa internacional de astrónomos descobriu um dos maiores fenómenos já observados no centro da Via Láctea: duas "bolhas" gigantes, emissoras de ondas de rádio, acima e abaixo da região central da nossa galáxia. Segundo o …

Aveiro. Há 170 casos de violência doméstica parados por falta de magistrados

Uma procuradora com 170 casos de violência doméstica em mãos entrou de baixa e o Ministério Público de Aveiro não tinha magistrados para a substituir. Segundo o Jornal de Notícias, mais de 170 inquéritos sobre violência …