Aquarius vai para Espanha com ajuda de barcos militares italianos

Christophe Petit Tesson / EPA

O navio Aquarius, da ONG francesa SOS Mediterranée, que as autoridades italianas e maltesas se recusaram a acolher

O barco com mais de 600 migrantes, que Itália e Malta se recusaram a acolher, vai fazer a viagem até Espanha com a ajuda de dois barcos militares italianos.

Após Espanha se ter oferecido para receber, no porto de Valência, o barco Aquarius, onde se encontram 629 migrantes – 123 das quais são menores não acompanhados e sete grávidas – o responsável pelas operações marítimas da SOS Mediterranée, ONG francesa responsável pelo navio, informou que não havia condições para chegar em segurança.

No entanto, a viagem, que deverá demorar quatro dias a ser feita, já está assegurada, uma vez que dois barcos militares italianos vão ajudar a processar toda a operação, avança o Observador. O Aquarius vai transportar uma centena de migrantes e está previsto que os restantes viajem em duas embarcações da Guarda Costeira e da Marinha Italiana que, esta manhã, também se dispuseram a levar alimentos e medicamentos.

Esta terça-feira, o presidente do conselho executivo da Córsega, Gilles Simeoni, também anunciou estar disponível para acolher o barco.

A oferta de acolher o navio em Valência foi uma decisão direta e pessoal do novo presidente do Governo, Pedro Sánchez, considerando ser a sua obrigação “ajudar a evitar uma catástrofe humanitária e oferecer um porto seguro a estas pessoas, cumprindo desta forma as obrigações do direito internacional”.

Recorde-se que os migrantes foram resgatados do Mediterrâneo no fim-de-semana e o ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, proibiu o barco de atracar num porto do país, embora várias cidades – Palermo, Nápoles, Messina e Régio de Calábria – tenham desafiado o Governo e mostraram-se disponíveis para receber o Aquarius.

european_parliament / Flickr

Matteo Salvini, líder da Liga e novo ministro do Interior italiano

Itália pediu a Malta que acolhesse os migrantes, mas o Executivo maltês defendeu que a responsabilidade era de Itália porque as operações de salvamento ocorreram numa zona marítima coordenada por Roma.

Entretanto, a presidente da Câmara de Madrid, Manuela Carmena, disse que a capital pode acolher 20 famílias, até um máximo de 100 pessoas. Numa mensagem no Twitter, a autarca afirmou que “com a ajuda de todos a situação pode ser resolvida em breve”.

A Câmara de Madrid está a aguardar que o Governo central aceite a oferta, segundo fontes municipais, e a vice-presidente do Governo, Carmen Calvo, pediu ao presidente da Federação Espanhola de Municípios e Províncias (FEMP), Abel Caballero, que coordene as ofertas que estão a chegar aos municípios para hospedar os 629 migrantes.

O ministro dos Negócios Estrangeiros já afirmou que Espanha, ao oferecer-se para acolher os migrantes a bordo do Aquarius, quer pressionar os líderes da União Europeia a discutir as políticas de migração ainda este mês.

Josep Borrell disse à radio espanhola Ser que o gesto de Espanha procura impedir que os países ignorem a situação ao “permitir que um membro da UE lide com o problema enquanto os restantes descartam responsabilidades”.

O governante prometeu levar o problema aos chefes de Estado ou de Governo da UE, no Conselho Europeu a realizar-se nos dias 28 e 29 de junho.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Prasitas a ajudar parasitas, mas os conflitos acabaram, portanto hora de retornar as origens. A Europpa tem 40 milhoes de pobres e andamos a sustentar originarios de paises ricos cheios de petroleo

RESPONDER

Bloco apoia travão ao desconfinamento na região de Lisboa

O Bloco de Esquerda apoiou o adiamento do levantamento de restrições impostas pela pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo, destacando que é importante aumentar a vigilância nas empresas de construção e trabalho …

Descoberto "cemitério" de mamutes nos arredores da Cidade do México

Investigadores descobriram um "cemitério" com cerca de 60 mamutes nos arredores da Cidade do México, avança o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do país. De acordo com o site Live Science, a descoberta aconteceu, …

David Luiz confirma rumores. Regresso "vai acontecer se o presidente permitir e os adeptos quiserem"

David Luiz confirmou este sábado os rumores que davam conta que o Benfica e o jogador estavam a negociar um eventual regresso do brasileiro à Luz. Em entrevista ao desportivo Record, David Luiz confirmou a …

Cães treinados para proteger animais selvagens salvam 45 rinocerontes

Há inúmeras razões que explicam o motivo pelo qual os cães são conhecidos como o melhor amigo do Homem. Além de leais e inteligentes, dão sempre o corpo às balas, mesmo nos piores momentos. Quarenta e …

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …

Balneários proibidos e 3 metros de distância. As regras da DGS para a prática de exercício físico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda uma distância mínima de três metros entre pessoas que pratiquem exercício físico, no âmbito das medidas de prevenção da pandemia de covid-19. A orientação, intitulada “Procedimentos de Prevenção e Controlo …

Astronautas da NASA já se preparam para voo histórico a bordo do foguetão da Space X

Dois astronautas da NASA já estão a equipar-se para o lançamento histórico de um foguetão concebido e construído pela empresa SpaceX, de Elon Musk, apesar de as previsões meteorológicas indicarem mais tempestades. Com o voo já …

Há dez anos, Portugal adotou a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo

Portugal adotou há 10 anos a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após um debate fraturante que remeteu para mais tarde a adoção de crianças por estes casais, possível apenas desde …