Afinal, OMS admite que temos de nos preparar para uma segunda vaga (que não tem data marcada)

Yuri Kochetkov / EPA

O diretor-executivo do programa de Emergências Sanitárias da OMS, Michael Ryan, afirmou, esta segunda-feira, que é preciso “estar ciente de que a doença pode disparar a qualquer altura”.

A Organização Mundial de Saúde alertou que a pandemia de covid-19 não vai dar descanso mesmo nos países onde o contágio foi contido e que uma possível “segunda vaga” de contágio não tem data marcada.

Na habitual conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia, o diretor-executivo do programa de Emergências Sanitárias da organização, Michael Ryan, afirmou que é preciso “estar ciente de que a doença pode disparar a qualquer altura”.

“Não podemos supor [que os números de novas infeções] vão continuar a descer e que teremos alguns meses para nos preparar para uma segunda vaga. Pode acontecer um segundo pico na atual, como aconteceu em outras pandemias, como da gripe pneumónica”, afirmou.

O aviso foi dado depois de, também esta segunda-feira, Maria Neira, a diretora do departamento de Saúde Pública da OMS, ter afirmado que é “cada vez mais” improvável uma segunda grande vaga do novo coronavírus.

A principal responsável técnica no combate à covid-19, Maria Van Kerkhove, salientou que os estudos de seroprevalência já efetuados são poucos – só dois publicados e cerca de 20 em pré-publicação mostram que “uma grande parte da população continua suscetível” ao novo coronavírus.

“Se encontrar uma oportunidade, este vírus provocará surtos. Uma característica única deste coronavírus é a capacidade de se amplificar em certos ambientes fechados, com uma super-propagação, como temos visto em lares de idosos ou hospitais”, acrescentou.

O que se ganhou entretanto foram “as ferramentas para suprimir o contágio”, referiu, indicando que para já, não é claro que um ressurgimento de casos em países que conseguiram reduzir o número de novas infeções esteja dependente do clima ou da temperatura.

Michael Ryan salientou que “seria preocupante crer que [a contenção do contágio] ocorreu naturalmente” e indicou que foram as medidas de contenção aplicadas pelos governos que o conseguiram, restringindo movimentos de populações, impondo confinamentos e aconselhando medidas de distanciamento físico entre as pessoas.

No dia em que se celebra o 53.º aniversário da criação da Organização para a Unidade Africana – hoje União Africana -, o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, assinalou que África é o continente com menos casos e menos mortes em relação ao resto do mundo – com 1,5 % dos casos globais e 0,1 % das mortes globais.

No entanto, ressalvou que a capacidade de testagem ainda não está ao nível do resto do mundo e os números “não dão o retrato completo” da pandemia no continente africano.

O diretor do Centro de Vacinação do Mali, Samba Sow, foi mais longe e afirmou que “a falta de testes pode estar a esconder uma epidemia silenciosa”, assinalando que os sistemas de saúde nos países africanos são “fracos e podem ser assoberbados”. Acrescentou ainda que, além da solidariedade entre países africanos, é precisa “comunicação” e dados fiáveis gerados localmente.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

    • Porquê?
      Porque não fazem milagres?
      Sim, parece-me que sabem o que estão a fazer – a ciência é mesmo assim: evolutiva!
      Crenças e certezas é nas religiões!…

      • Pelas óbvias contradições que emitem. Ainda por cima num curtíssimo espaço de tempo. Leu o artigo com atenção, antes de reagir ao comentário do Viajante? É que tudo indica que não.

        • Sim, li.
          Como referi, a ciência é mesmo assim – certezas absolutas que não podem ser questionadas só existem as religiões!…

    • Numa Organização Mundial como a OMS, o que considero inadmissível, é que no espaço de Dias se afirme uma teoria de improbabilidade de uma 2ª vaga e que outro responsável venha dizer que é provável e “que não tem data marcada” . E assim aconteceu com vários(as) intervenientes, DGS, Ministra da Saúde e outros “Especialistas e Entendidos na matéria”, entrarem em perpétuas contradições, quando a População em Geral precisa antes de tudo de “UMA” Informação fidedigna e não de um Mar de teorias ! …….Senão vale mais pedir opinião a uma vidente !

  1. No espaço de dias não, de um dia para o outro! A culpa será dos cientistas ou da Desorganização Mundial da Saúde? Temos que concordar que este vírus troca as voltas a todos! Vamos esperar para ver se vem onda ou tsunami! O melhor seria irmos todos para a praia esperar a onda e mergulhar porque ao sol , ao livre, temos poucas probabilidades de contrair o vírus.

RESPONDER

Cidade japonesa acaba de proibir a utilização de telemóveis enquanto se caminha

A cidade japonesa de Yamato acaba de aprovar uma proposta de lei que proíbe as pessoas de utilizarem telemóveis enquanto caminham. A cidade, localizada num subúrbio de Tóquio, entende que os telemóveis são um risco …

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …