Em abril, o vírus matava 6 vezes mais do que agora. Mas estes números podem mudar em breve

O número de infetados já bateu recordes durante o mês de outubro, mas o mesmo não de pode dizer em relação ao número de mortos. O dia com mais óbitos em Portugal ocorreu a 3 de abril, quando se contaram 37 vítimas mortais. Em contraste com o mês de outubro, em que a média é de 12 mortes por dia.

Passados cerca de 7 meses do início da pandemia em Portugal, o vírus da covid-19 está agora a matar menos, apesar de haver um número muito maior de infetados. As contas são do Correio da Manhã, que sublinha que o SARS-CoV-2 mata atualmente seis vezes menos do que em abril – um dos meses com mais óbitos registados no país.

Segundo o CM, durante o mês de abril – quando se verificou o pico da pandemia – o vírus matava 4,8% das pessoas infetadas. No mês seguinte, maio, apesar de haver uma queda no número de diagnósticos positivos e nos óbitos, o CM escreve que morriam 5,3% dos infetados.

Contudo, desde maio que os valores tem vindo a reduzir-se, tendo chegado aos 0,8% em setembro e em outubro (mês ainda por fechar) o que significa que morre uma pessoa em cada 116.

O dia mais negro em Portugal ocorreu a 3 de abril, quando se contabilizaram 37 óbitos. Até agora, em outubro, a média é de 12 mortes por dia, sendo que o valor mais alto foi a 16 de outubro, com 21 óbitos.

O epidemiologista Gustavo Tato Borges, relembrou ao CM que Portugal está novamente com “um número de casos novos extremamente elevado, o que está a provocar uma grande pressão sobre os cuidados de saúde primários, mas ainda não temos o efeito da mortalidade – porque essa só se vai sentir ao longo da próxima semana”, acrescentando que “há muitas pessoas internadas e o desfecho de alguns casos é duvidoso”, explicou.

Ricardo Mexia, presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública, referiu esta semana ao Observador que se o número de doentes internados em enfermarias e em unidades de cuidados intensivos aumentar para além da capacidade do sistema, isso poderá ter como consequência mais mortes.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Académicos sul-africanos querem diminuir o brilho do Sol

Um grupo de cientistas e académicos sul-africanos considera diminuir o brilho do Sol para evitar uma seca devastadora na Cidade do Cabo, de acordo com um novo estudo científico recentemente publicado. Os especialistas pretendem lançar …

O Universo está cheio de uma substância misteriosa: chama-se quintessência

Uma equipa internacional de cientistas sugere, num novo estudo, que a expansão acelerada do Universo pode ser causada por uma substância misteriosa chamada quintessência. Os cientistas acreditam que a expansão do Universo está relacionada com a …

Entrevista: "Demorei 2 anos a aperfeiçoar o meu passe; os miúdos de Timor já jogam lindamente!"

Sara Moreira Silva é a líder da primeira escola de voleibol em Timor-Leste, que vai arrancar em janeiro de 2021. Fica aqui a perspetiva de uma portuguesa que vê muito talento entre os timorenses...que não …

O edifício mais antigo do mundo ainda em funcionamento "mora" em Roma

O Panteão de Roma, o edifício mais antigo desta cidade italiana, continua a ser utilizado nos dias de hoje, cerca de 2.000 anos depois da sua construção. Edificado em meados de 125 a.C sob a …

Da cabeça de javali à perdiz. Historiadores e chefs ensinam a cozinhar pratos medievais

Uma equipa de historiadores e grandes chefs reuniu-se para oferecer um curso online para ensinar os alunos a criar banquetes medievais. Professores da Universidade de Durham e chefs do restaurante Blackfriars criaram o Eat Medieval, que …

The Climate Store. Os preços desta loja sueca variam conforme a pegada ecológica

Os rótulos dos alimentos já indicam o quão bom ou mau um produto é para a nossa saúde, mas e o planeta? Um número crescente de marcas está agora a rotular os seus produtos para …

A cidade-irmã mais famosa de Petra abre finalmente ao público. "Esconde" túmulos amaldiçoados

A cidade de Hegra, localizada nos desertos a norte de Al Ula, no noroeste da Arábia Saudita, vai pela primeira vez abrir ao público, podendo os visitantes explorar agora este local antigo sem quaisquer restrições. …

Falha no Microsoft Excel pode ter levado a mais de 1.500 mortes no Reino Unido

Um erro no Microsoft Excel que eliminou quase 16 mil casos de covid-19 das estatísticas do Reino Unido pode ter levado a mais de 1.500 mortes evitáveis, de acordo com um artigo da Warwick University. Os …

Pessoas com bons hábitos de sono têm menor risco de insuficiência cardíaca

Os padrões de sono saudáveis ​​incluem acordar de manhã cedo, dormir 7 a 8 horas por noite e não ter insónias ou sonolência diurna excessiva. Esta pode ser a receita secreta para evitar insuficiência cardíaca, …

Marcelo quer regras do Natal na próxima semana. E lembra que não há lugar para uma crise política

O Presidente da República defendeu, esta sexta-feira, que as medidas para o fim-de-semana do Natal devem ser conhecidas já na próxima semana. E congratulou-se com o facto de já haver um Orçamento aprovado. Em resposta às questões …