/

45 mil casos em 24 horas. Índia regista novo recorde diário (e não é a única)

STR / EPA

A Índia registou mais de 45 mil novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, um novo recorde diário no país, informaram esta quinta-feira as autoridades. Mas não foi o único país a registar um recorde.

As 45.720 novas infecções elevaram o total de contágios na Índia para 1.238.635, dos quais 29.861 resultaram em mortes. Só nas últimas 24 horas, o país registou 685 mortes, a que acrescem 444 vítimas fatais da doença que não tinham sido ainda notificadas de dias anteriores.

Com o aumento de infecções nas últimas semanas, os governos locais indianos têm ordenado confinamentos focados em áreas de alto risco. Na quarta-feira, a região indiana de Caxemira decretou uma quarentena de cinco dias em zonas consideradas de risco, enquanto o estado de Bengala Ocidental impôs a partir desta quinta-feira o confinamento total durante dois dias.

A Índia é o terceiro país do mundo em número de infetados, depois dos Estados Unidos (mais de 3,9 milhões de casos) e do Brasil (2,2 milhões).

Um estudo do Centro Nacional para o Controlo de Doenças da Índia revelou que cerca de 23% da população do estado de Nova Deli já esteve infetada com covid-19. A capital indiana, que tem 29 milhões de habitantes, registou oficialmente 123 mil casos na região, mas o estudo defende que esse número pode ser superior a 6,6 milhões.

EUA regista mais 60 mil casos pelo 9º dia consecutivo

Os Estados Unidos registaram 63.967 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, batendo pelo nono dia consecutivo as 60 mil infeções, além de 1.059 mortos, de acordo com um balanço da Universidade Johns Hopkins.

Desde o ínicio da pandemia, o país totalizou mais de 3,9 milhões de casos confirmados e 142.942 óbitos, segundo os números contabilizados pela universidade norte-americana, sediada em Baltimore (leste), até às 20h30 de quarta-feira (1h30 de hoje em Lisboa).

Nos últimos nove dias, os Estados Unidos registaram diariamente mais de 60 mil casos de covid-19, com um máximo de 77.638 novas infeções na sexta-feira.

Com quase 415.000 casos confirmados, a Califórnia tornou-se o estado com mais infeções por coronavírus, ultrapassando Nova Iorque. Mais de 7.800 pessoas morreram na Califórnia desde o início da pandemia, incluindo 115 no último balanço diário.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos e mais casos de infeção confirmados.

Brasil regista novo recorde diário

O Brasil registou 67.860 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, o maior número diário contabilizado desde que o primeiro caso foi notificado no país, em 26 de fevereiro.

O maior país da América do Sul e o segundo mais afetado pela pandemia de covid-19 no mundo totaliza agora 2.227.514 casos da doença.

No último dia, foram também registadas 1.284 mortes, que elevam para 82.771 o total de óbitos provocados pelo novo coronavírus no Brasil. Segundo o Ministério da Saúde brasileiro, 1.532.138 pessoas são consideradas recuperadas da doença, enquanto 612.605 infetadas permanecem em acompanhamento.

A pandemia de covid-19 já provocou 617.500 mortos e infetou mais de 15 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China. Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.