/

Vírus está fora de controlo no Reino Unido, admitem peritos britânicos

2

Sebastião Moreira / Lusa

Os especialistas britânicos de saúde pública admitem que o país está a ir na direção errada, à medida que o número de internamentos escala.

Esta quarta-feira, os especialistas de saúde pública do Reino Unido admitiram que o novo coronavírus está fora de controlo no Reino Unido, à medida que o número de casos e de internamentos hospitalares aumenta.

As coisas estão claramente a ir na direção errada“, disse o principal conselheiro científico do Reino Unido, Patrick Vallance, numa conferência de imprensa do Governo. Nas últimas 24 horas, foram registados mais 7.108 casos e 71 mortes no Reino Unido.

De acordo com o Diário de Notícias, Chris Whitty, diretor de saúde de Inglaterra, alertou que as hospitalizações e internamento em cuidados intensivos também estão a aumentar. Na resposta, Vallance acrescentou que “não temos isto sob controlo no momento.”

Por sua vez, o primeiro-ministro Boris Johnson que “ainda é muito cedo para dizer” se as restrições às reuniões sociais, impostas nas últimas semanas, terão algum efeito e pediu aos cidadãos que sigam as regras. “Se trabalharmos juntos agora, daremos a nós mesmos a melhor hipótese possível de evitar esse resultado e evitar outras medidas.”

O Governo britânico proibiu o ajuntamento de grupos de mais de seis pessoas e determinou o encerramento antecipado de bares. Apesar das medidas restritivas, o número de casos continua a aumentar e muitos deputados conservadores estão irritados com os limites impostos à liberdade pessoal.

O DN escreve que mais de 50 parlamentares ameaçaram apoiar uma moção no Parlamento exigindo mais escrutínio das regras futuras, acusando ministros de governar “por decreto”. Mas Lindsay Hoyle, presidente da Câmara dos Comuns, recusou-se a colocar a emenda a votação por razões processuais.

Ainda assim, Hoyle lançou um ataque contundente ao “desprezo” de Boris Johnson pelo Parlamento.

  ZAP //

2 Comments

  1. Entretanto Portugal, na sua habitual atitude de capacho, mantém as fronteiras abertas.

    O que é preciso é muito Ingleses cá a beber cerveja.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.