/

Velório de Jorge Sampaio realiza-se este sábado. Funeral no domingo

2

José Coelho / Lusa

O antigo presidente da República, Jorge Sampaio

O corpo do antigo Presidente da República vai estar em câmara ardente, no Antigo Picadeiro Real, no Palácio de Belém, a partir de sábado. O funeral realiza-se um dia depois.

Numa conferência de imprensa esta tarde, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, anunciou como vão ser as cerimónias fúnebres do antigo Presidente da República Jorge Sampaio.

Antes de ser levado para o Antigo Picadeiro Real (antigo Museu dos Coches), no Palácio de Belém, onde decorrerá o velório, o corpo do ex-Presidente fará uma primeira paragem junto à Câmara Municipal de Lisboa, da qual foi presidente, e onde será feita uma primeira homenagem.

A chegada ao Antigo Picadeiro está prevista para as 11h00, onde já estarão presentes as mais altas figuras do Estado: o Presidente da República, o presidente da Assembleia da República e o primeiro-ministro. O velório será aberto ao público a partir das 12h00 e até às 23h00 do mesmo dia.

No domingo, entre as 11h00 e as 13h00, haverá uma cerimónia oficial de homenagem no Mosteiro dos Jerónimos, como aconteceu nas cerimónias fúnebres de Mário Soares, em janeiro de 2017, também com honras de Estado.

A cerimónia terá intervenções de António Costa, Eduardo Ferro Rodrigues e Marcelo Rebelo de Sousa, seguindo-se depois uma participação da Orquestra Sinfónica Portuguesa e do Teatro Nacional de São Carlos.

O cortejo fúnebre sairá depois rumo ao Cemitério do Alto de São João, onde, às 13h30, haverá uma homenagem final dos três ramos das Forças Armadas. A partir daí, haverá uma cerimónia apenas reservada à família do ex-chefe de Estado.

Esta sexta-feira, o Conselho de Ministros Extraordinário aprovou o decreto que declara luto nacional nos dias 11, 12 e 13 de setembro em homenagem ao ex-Presidente da República e a realização das cerimónias fúnebres de Estado.

O Presidente da República também assinou o decreto que fixa o luto nacional por três dias, o que implica que “a bandeira nacional deve ser içada a meia-haste em todos os edifícios públicos” e “devendo ser cancelados ou adiados os eventos organizados ou promovidos por entidades ligadas ao Estado”.

AR realiza sessão evocativa na quarta-feira

A Assembleia da República realizará, na próxima quarta-feira, uma sessão evocativa do antigo Presidente. A alteração aos agendamentos que tinham sido feitos pela conferência de líderes parlamentares desta semana foi enviada hoje pelos serviços do Parlamento.

Assim, para quarta-feira, pelas 15h00, no plenário da Assembleia da República está marcada uma sessão evocativa do antigo Presidente, tal como aconteceu quando morreu Mário Soares.

Cada grupo parlamentar terá seis minutos para intervir, enquanto os deputados únicos terão três minutos e as deputadas não inscritas um minuto e meio.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Jorge Sampaio morreu esta sexta-feira, aos 81 anos, no Hospital de Santa Cruz, em Lisboa, onde estava internado desde 27 de agosto, na sequência de dificuldades respiratórias.

  ZAP // Lusa

2 Comments

  1. O Santana ia mesmo perder tempo com isso.Os ressentimentos ficaram e os anos não os apagam. O Santana tem mais com que se preocupar com a candidatura à câmara da figueira . As sondagens dão-lhe 60%.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE