Vacina de Oxford produz “resposta imune robusta” em maiores de 55 anos

A vacina desenvolvidade pela Universidade de Oxford em colaboração com a farmacêutica AstraZeneca produz “uma resposta imune robusta” em pessoas com mais de 55 anos.

De acordo com o Financial Times, a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford produz anticorpos neutralizantes, que bloqueiam partículas estranhas e linfócitos T, um tipo de glóbulo branco que destrói as células infetadas.

Em julho, um ensaio com mais de mil pessoas mostrou que funcionava com pessoas entre 18 e 55 anos.

Os testes da AstraZeneca foram interrompidos no início de setembro após um voluntário participante no estudo desenvolver um problema sério de saúde, o que exigiu a revisão dos processos de segurança.

Na semana passada, morreu um médico de 28 anos, do Rio de Janeiro, que integrava o grupo de voluntários que tomava o placebo.

A AstraZeneca começou a recrutar 30 mil pessoas nos Estados Unidos para o seu maior estudo da vacina, que também está a ser testada em milhares de pessoas no Reino Unido, Brasil ou na África do Sul.

Esta é também a vacina que se espera que chegue a Portugal caso seja eficaz. Em agosto, o Infarmed disse que a primeira remessa de 690 mil vacinas podia chegar já em dezembro. Ao todo, o país esperará 6,9 milhões de vacinas caso esta seja bem sucedida.

Fauci admite vacina nos EUA até ao fim do ano

Em entrevista à BBC, o diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Anthony Fauci, admitiu que, entre novembro e dezembro, será possível saber se existe uma vacina “segura e eficaz”.

“A questão é: uma vez que tenhamos uma ou mais vacinas seguras e eficazes, como é que a podemos fazê-las chegar às pessoas que precisam delas o mais depressa possível. A quantidade de doses que está disponível em dezembro não será certamente suficiente para vacinar toda a gente”, disse o especialista.

Segundo Fauci, a vacinação será feita primeiro junto dos grupos considerados prioritários, como os profissionais da saúde e doentes de risco. A vacinação destas pessoas poderá acontecer no início de 2021, “em janeiro, fevereiro, março”.

Porém, a vacinação de uma “parte substancial da população, para que haja um impacto significativo na dinâmica da pandemia”, poderá só ocorrer em meados do ano que vem.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Voo humanitário para o Brasil chegou a custar mais de 1.350 euros

O Público avança que o bilhete de um "voo humanitário" da TAP para o Brasil estava a ser vendido por 837 euros no início desta terça-feira. Horas depois, os "últimos lugares" estavam a ser disponibilizados …

Afinal, grupo de trabalho para a vacinação no Parlamento não vai existir

Afinal, ao contrário do que foi avançado esta terça-feira, o grupo de trabalho que devia coordenar o processo de vacinação dos deputados não vai existir. A Assembleia da República esclareceu esta tarde, em comunicado, que não …

Novo estudo indica que coronavírus pode sobreviver na roupa até 72 horas

De acordo com um estudo britânico, o novo coronavírus pode sobreviver na roupa ao longo de até 72 horas. Os especialistas alertam que pode ainda ser transferido da roupa para outras superfícies. Um estudo da universidade …

Polícia espanhola apreende 387 quilos de cocaína em navio chegado do Brasil

A polícia espanhola apreendeu 387 quilos de cocaína no porto de Santa Cruz de Tenerife, nas ilhas Canárias, numa inspeção feita a um camião que viajava num navio chegado do Brasil. O Ministério do Interior (Administração …

SEF detém suspeito de auxiliar pessoas a emigrar ilegalmente para a Irlanda

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, na segunda-feira, um cidadão europeu por suspeitas da prática do crime de auxílio à imigração ilegal. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, em Lisboa, um cidadão …

Afinal, primeira morte por covid-19 na Europa foi na Sérvia

Um trabalhador da construção civil morreu de covid-19 em fevereiro de 2020 em Belgrado, 10 dias antes de outra pessoa ter morrido em França, podendo ter sido afinal a primeira morte pela doença no continente, …

Vacina da Johnson & Johnson considerada eficaz pelos Estados Unidos

O regulador norte-americano, a Food and Drug Administration, aprovou a vacina produzida pela Johnson & Johnson para utilização de emergência em todo o país. A vacina de dose única da Johnson & Johnson contra a covid-19 …

Banco de Portugal alerta sobre investimento em Bitcoin e outras criptomoedas

O Banco de Portugal (BdP) lançou esta quarta-feira um novo aviso aos consumidores sobre os riscos relativos ao investimento em bitcoin e outras criptomoedas, devido à "recente volatilidade observada nos preços de determinados ativos virtuais". "Não …

Sismo de magnitude 5,7 perto da capital da Islândia

O epicentro do terramoto, registado às 10:05 (mesma hora em Lisboa), situa-se perto do Monte Keilir, na Islândia. Um sismo de magnitude 5,6 abalou esta manhã o sudoeste da Islândia, incluindo a capital, Reiquejavique, sem vítimas …

Portugal terá de pedir mais fundos a Bruxelas, diz Durão Barroso

O antigo primeiro-ministro e antigo presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, acredita que Portugal terá de pedir mais fundos a Bruxelas, considerando que a crise será mais grave que o que está atualmente previsto. Em entrevista …