EUA iniciam fase 3 dos testes de vacina contra covid-19. Trinta mil adultos participam

Massimo Percossi / EPA

A farmacêutica AstraZeneca está a “recrutar 30 mil adultos com 18 anos ou mais, de diversos grupos raciais, étnicos e geográficos, que sejam saudáveis ou que tenham condições médicas estáveis, incluindo aqueles que vivem com VIH, e em risco elevado de contrair infeção pelo vírus SARS-CoV-2”.

Segundo noticiou esta terça-feira o Diário de Notícias, citando a CNN, a farmacêutica avançou que os participantes nesta fase do testes deverão receber duas doses: uns da vacina AZD1222 e outros de placebo, com quatro semanas de diferença.

Esta vacina resulta de uma versão enfraquecida da vacina que infeta chimpanzés e uma proteína do vírus que causa a covid-19. O Reino Unido, o Brasil e a África do Sul já estão a realizar a fase 3 dos ensaios clínicos, enquanto o Japão e a Rússia também esperam para também realizar os testes.

Desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford, a AZD1222 é apoiada pelo governo norte-americano. A União Europeia (UE) encomendou 300 milhões de doses – 6,9 milhões da quais para Portugal.

Existem atualmente 130 vacinas contra a covid-19 a serem investigados no mundo.

Ensaio francês com resultados inconclusivos

O laboratório francês Sanofi anunciou esta terça-feira que o ensaio clínico internacional de fase 3, que testou a eficácia do seu medicamento no tratamento de formas graves de covid-19, não obteve resultados conclusivos. O estágio de teste massivo “não atingiu o seu desfecho primário ou secundário, em comparação com o placebo”, disse o grupo.

Por enquanto, a Sanofi e o laboratório americano Regeneron, que co-desenvolveu este medicamento lançado em 2017 para tratar a artrite reumatoide, “não pretendem realizar outros estudos clínicos sobre o Kevzara no tratamento da covid-19”, referiu o comunicado do Sanofi, citado pela agência Lusa.

Este estudo, que avalia a eficácia do Kevzara no tratamento de formas graves de covid-19, incluiu 420 pacientes e foi realizado na Argentina, Brasil, Canadá, Chile, França, Alemanha, Israel, na Itália, Japão, Rússia e Espanha.

Embora “não tenha dado os resultados que esperávamos, estamos orgulhosos do trabalho realizado pela equipa que se encarregou de aprofundar os nossos conhecimentos sobre o uso potencial de Kevzara no tratamento da covid-19 “, sublinhou John Reed, chefe de pesquisa e desenvolvimento da Sanofi, citado no comunicado à imprensa.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 847.071 mortos e infetou mais de 25,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência AFP. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

E se a Terra parasse subitamente de girar?

O nosso planeta demora 23 horas e 56 minutos a completar uma volta em torno do seu eixo, movendo-se a cerca de 1.770 quilómetros por hora. Aprendemos estes pormenores sobre o planeta azul na escola, …

Sporting 2 - 1 Braga | Leão entra em 2021/22 a rugir

O Sporting parece querer manter a senda de sucesso da época passada e entrou em 2021/22 com o pé direito. Os “leões” bateram o Sporting de Braga por 2-1, num jogo que valeu, sobretudo, pela primeira …

Ensinar crianças a dizer palavrões? Uma cientista acha que é boa ideia

A auto-intitulada "cientista dos palavrões" acredita que ensinar as crianças a usá-los de forma eficiente ajuda os mais novos a perceber como este palavreado afecta outras pessoas. Já se sabia que dizer palavrões é um sinal …

Fósseis misteriosos podem ser uma das provas mais antigas de vida animal na Terra

Elizabeth Turner, cientista numa universidade do Canadá, poderá ter encontrado a prova mais antiga de vida animal na Terra. Uma cientista encontrou possíveis sinais de vida animal multicelular em restos de recifes microbianos de há 890 …

E se o mundo entrasse em colapso? Cientistas descobrem qual o país onde há maior probabilidade de sobreviver

Caso a civilização entre em colapso - uma possível consequência das alterações climáticas - os cientistas já descobriram qual o lugar do mundo onde há maior probabilidade de sobreviver: é na Nova Zelândia. Numa pesquisa, dois …

"Dança quem está na roda", responde Marcelo sobre ausência de Bolsonaro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse este sábado que "dança quem está na roda" quando questionado pelos jornalistas sobre a ausência do homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, da cerimónia de reinauguração do Museu …

Todos os anos, esta cidade italiana entrega sal ao Papa em mãos

O Sal de Cervia, também conhecido como "sal do Papa", é-lhe entregue todos os anos em mãos. A tradição sofreu algumas interrupções até ter sido recuperada pelo Bispo Mario Marini, que serviu no Pontificado de …

A colisão secreta entre navios soviéticos e britânicos podia ter tido um desfecho drástico

Colisão aconteceu durante um dos períodos mais quentes da Guerra Fria e foi camuflado pela marinha britânica, que tratou de fazer regressar a sua embarcação à base de Devonport durante a noite para evitar dar …

Esta garrafa de tequila demorou seis anos para ser desenvolvida (e contém ouro)

A Clase Azul Spirits é uma empresa que comercializa tequila e está a preparar uma edição limitada para homenagear o legado artesanal do México - de onde a bebida é originária. A 2 de agosto, a …

Covid-19. Milhares de franceses protestam contra passe sanitário

Milhares de pessoas concentraram-se este sábado em Paris para protestar contra o passe sanitário — certificado de vacinação contra a covid-19 que passa a ser obrigatório para entrar em vários locais —, tendo a polícia …