/

Vacina francesa vai custar menos de 10 euros (porque há “partilha de riscos com os Estados”)

A vacina que está a ser desenvolvida pela multinacional francesa Sanofi contra a covid-19, em parceria com a britânica GSK, vai custar “menos de 10 euros” e chegar aos EUA e à Europa ao mesmo tempo.

A garantia é dada pelo presidente da Sanofi França, Olivier Bogillot, em declarações à France Inter que são divulgadas pelo Le Figaro.

Este responsável aponta que o custo final ainda não está fechado, mas destaca que deverá ser de “menos de 10 euros” por dose.

“Estamos a medir o conjunto dos custos de produção que vamos ter nos próximos meses”, salienta Bogillot, apontando para aquele valor por haver uma “partilha de riscos com os Estados”, o que permite ter os preços “mais baixos possíveis”.

Tem sido notícia uma alegada pressão da indústria farmacêutica junto da União Europeia para garantir protecção legal aos laboratórios para o caso de surgirem problemas relacionados com as vacinas, perante a urgência de acelerar o seu desenvolvimento para combater a pandemia.

Bogillot aponta também para a distribuição simultânea de 460 milhões de doses da vacina nos EUA e na Europa. “Os franceses e os europeus terão a vacina da Sanofi no mesmo momento que os pacientes americanos”, assegura o presidente da Sanofi França depois dos rumores de que os EUA teriam garantido prioridade.

“Assinamos, durante o Verão, com os americanos, na mesma semana com os europeus e com os britânicos”, revela também Bogillot, notando que os EUA terão direito a cerca de 100 milhões de doses, os europeus a 300 milhões e os britânicos a 60 milhões

Os países em vias de desenvolvimento também vão receber “milhões de doses” a preços “excepcionais”, garante o presidente da Sanofi França.

A Sanofi é uma das empresas que comercializa medicamentos à base de hidroxicloroquina, substância que chegou a ser anunciada por Donald Trump como a “cura milagrosa” para a covid-19.

O Presidente dos EUA terá uma pequena participação financeira nesta farmacêutica. “O maior doador dos Republicanos” e um dos grandes apoiantes de Trump, Ken Fisher, bem como um Fundo gerido por Wilbur Ross, o Secretário de Estado do Comércio de Trump, serão igualmente accionistas da Sanofi.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.