A larva de besouro é o novo amendoim. União Europeia aprova primeiro inseto comestível

A larva de besouro tornou-se o primeiro inseto a ser considerado seguro para consumo humano pela agência de segurança alimentar da União Europeia (UE).

A conclusão dos cientistas da agência de segurança alimentar da União Europeia (UE), após um pedido da empresa francesa de produção de insetos para alimentos, Agronutris, deve levar à aprovação em toda a UE dentro de meses da larva de besouro como um produto adequado para prateleiras de supermercados e cozinhas em todo o continente.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, os principais componentes do inseto são proteína, gordura e fibra, oferecendo uma fonte de alimento potencialmente sustentável e com baixa emissão de carbono para o futuro. Quando seco, o inseto tem um sabor semelhante ao amendoim.

Por outro lado, as larvas podem não ser aconselháveis ​​para todas as pessoas. Quem tem alergia ao camarão e à poeira pode sofrer uma reação aos insetos.

As larvas podem ser consumidas como aperitivo e apresentam uma variedade de sabores. Alternativamente, o inseto pode ser transformado num ingrediente, como farinha para uma sobremesa.

“Esta primeira avaliação de risco da EFSA de um inseto como novo alimento pode abrir caminho para a primeira aprovação em toda a UE. A nossa avaliação de risco é uma etapa decisiva e necessária na regulamentação de novos alimentos, apoiando os formuladores de políticas na UE na tomada de decisões com base científica e garantindo a segurança dos consumidores”, disse Ermolaos Ververis, um oficial científico da agência.

Para os principais participantes da indústria de insetos como alimentos, o potencial dos seus alimentos ricos em proteínas foi prejudicado pela falta de aprovação em toda a UE. Os produtos estão proibidos de venda em França, Alemanha, Itália e Espanha, entre outros países europeus.

Os reguladores britânicos, holandeses, belgas, dinamarqueses e finlandeses decidiram que a diretiva da UE não se aplica a produtos de origem animal usados ​​para alimentação. Porém, em 2018, uma nova lei da UE estipulou que os pratos à base de insetos exigiriam autorização para novos alimentos, colocando a indústria de alimentos para insetos no corredor da morte.

Os produtos permaneceram disponíveis nesses países como resultado de um período de transição para permitir que as empresas que já produziam alimentos de insetos operassem até receber a sentença final.

Alimentos à base de insetos há muito são vistos como parte da solução para reduzir a emissão de gases de efeito de estufa na produção de alimentos. Houve 15 aplicações para produtos alimentícios à base de insetos. Os quatro nos estágios finais do processo da EFSA são grilos adultos frescos e secos, gafanhotos e besouros conhecidos como cascudinhos.

A partir do momento da publicação do parecer da EFSA, a Comissão Europeia tem sete meses para apresentar uma proposta de autorização, a qual irá a votação pelos Estados membros.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Comam vocês! Agora querem-nos enfiar todo o barrete e mais algum! Vão lá ver se os senhores do PAN e os vegans querem essa porcaria…

RESPONDER

ERC cancela debates de Vitorino Silva com todos os candidatos no Porto Canal

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) cancelou os debates de Vitorino Silva com todos os candidatos presidenciais no Porto Canal, na sequência da queixa apresentada pelo PCP à Comissão Nacional de Eleições (CNE). Esta …

Bancos contestam lei da banca (mas Deco aplaude). Centeno admite ajustar medidas

O Banco de Portugal (BdP) quer alterar o Código da Atividade Bancária (CAB). Se por um lado, os bancos contestam algumas das normas, por outro, outras entidades, como a Deco, aplaudem as medidas. A consulta pública …

Mulher com covid-19 em coma e ventilada conseguiu o "milagre" de dar luz

Em outubro de 2020, Elisângela Neves, de 31 anos, foi infetada com covid-19 quase morreu. A mulher estava grávida de 27 semanas, mas precisou de ser ventilada e ligada a uma máquina que respirou por …

Mais de 95% dos vacinados do São João apresentaram anticorpos em 15 dias

Entre 95 a 97% dos profissionais de saúde vacinados contra a covid-19 no Hospital de São João, no Porto, apresentaram, 15 dias após a primeira toma, anticorpos que conduzem à imunidade, revelou esta quinta-feira o …

É mais "um conjunto de meias medidas". Governo criticado por manter escolas e universidades abertas

As novas medidas tomadas pelo Conselho de Ministros para controlar a pandemia de covid-19 entraram esta sexta-feira em vigor. No entanto, as exceções decididas pelo Governo relativamente ao novo confinamento têm sido alvo de duras …

Berlusconi hospitalizado no Mónaco com problemas cardíacos

Silvio Berlusconi, antigo primeiro ministro italiano, está hospitalizado no Mónaco, depois de ter sofrido uma arritmia cardíaca. O ex-primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, está hospitalizado desde segunda-feira no Mónaco, após sofrer um problema cardíaco, explicou esta quinta-feira …

Depois do Reino Unido, Angola suspende voos para Portugal. Santos Silva quer saber o motivo

O Reino Unido decidiu, esta quinta-feira, suspender as ligações aéreas de Portugal para Inglaterra para tentar impedir a entrada da estirpe brasileira do SARS-CoV-2. Angola tomou a mesma decisão e o Ministério dos Negócios Estrangeiros …

Pochettino é o treinador mais bem pago da história do PSG

Mauricio Pochettino é o treinador mais bem pago da história dos franceses do Paris Saint-Germain, avança o jornal L'Équipe esta sexta-feira. De acordo com o jornal gaulês, Pochettino recebe cerca de 940 mil euros brutos mensais, …

Real Madrid eliminado da Supertaça. Zidane desvaloriza resultado e nega crise

O Athletic Bilbau venceu por 2-1 o Real Madrid, detentor do troféu, e assegurou a presença na final da Supertaça de Espanha, na qual vai defrontar o FC Barcelona, no domingo. Em Málaga, os bascos beneficiaram …

Vitor Paulo Pereira

Está a nascer em Portugal a primeira fábrica em massa de vacinas (e fica numa vila minhota)

O grupo farmacêutico espanhol Zendal, que fabrica uma das vacinas existentes contra a covid-19, a Novavax, está a construir uma fábrica de produção de larga escala em Portugal, na vila de Paredes de Coura, distrito …