Mistério de Emanuela Orlandi persiste. Túmulos do Vaticano estavam vazios

luciogalluzzi / Flickr

Emanuela Orlandi desapareceu em 1983

Os túmulos de duas princesas alemãs abertos no Vaticano em busca de Emanuela Orlandi, a adolescente desaparecida em 1983, estavam vazios. 

Segundo o Observador, que cita o jornal italiano Corriere della Sera, os túmulos das duas princesas alemãs foram abertos esta quinta-feira e estavam vazios, fazendo aumentar ainda mais o mistério sobre o desaparecimento da jovem italiana e, agora, do local onde estarão os restos mortais das princesas.

“A pesquisa teve um resultado negativo: não foram encontrados restos humanos, nem urnas funerárias”, anunciou em comunicado o diretor da sala de imprensa do Vaticano, Alessandro Gisotti.

Logo depois da abertura dos túmulos, a advogada da família, Laura Sgro, mostrou surpresa com o resultado. “Os túmulos estão vazios. Estamos todos surpreendidos”.

As famílias das duas princesas – Sophie von Hohenlohe (morta em 1836) e Charlotte-Frédérique de Mecklembourg (morta em 1840)concordaram com as buscas e já “foram informadas sobre o resultado”, afirmou ainda a fonte do Vaticano.

Estão em curso verificações nos arquivos para conhecer a natureza das obras realizadas naquele cemitério, algumas das quais datam do fim do século XIX e outras dos anos 1960 e 1970.

 

Na semana passada, o Vaticano anunciou que iam ser abertos dois túmulos, no Cemitério Teutónico. Esta é a primeira vez que a instituição religiosa colabora ativamente com as investigações, segundo os progenitores.

Tudo porque, em março, o irmão da adolescente, Pietro Orlandi, recebeu uma nova pista: uma carta com a fotografia de uma escultura de um anjo e uma mensagem no verso – “Olha para onde o anjo está a apontar”.

O anjo apontava para um cemitério na vizinhança da Basílica de São Pedro, onde são enterrados os católicos alemães no Vaticano. Na altura, o irmão tinha dito que se não fosse encontrado lá nada, “a história não pode acabar aqui”.

De acordo com o jornal online, Pietro já tinha procurado diretamente a ajuda do Papa Francisco em 2013, pouco depois de este se tornar líder da Igreja Católica, mas a resposta que obteve foi apenas “a Emanuela está no céu”. O irmão não desiste porque, afirma, “enquanto não encontrar o corpo da Emanuela, é meu dever continuar a procurá-la como se estivesse viva”.

Emanuela Orlandi, de 15 anos, filha de uma funcionária do Vaticano, nunca voltou a casa depois de uma aula de música em Roma, no ano de 1983, e o caso é um dos mistérios mais longos de Itália.

O caso Orlandi está revestido de várias facetas misteriosas, nas quais se cruzam todo o tipo de teorias que juntam a máfia italiana, a Igreja Católica, uma rede de abusos sexuais e até mesmo o turco Ali Agca, que em 1981 tentou assassinar o Papa João Paulo II.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Friends: regresso da série está em negociações

De acordo com o The Hollywood Reporter, encontram-se a decorrer negociações que podem levar a uma reunião da série intemporal Friends. Este retorno seria um trunfo exclusivo da plataforma HBO Max, que ainda não foi …

NASA rebatiza Ultima Thule. Antigo nome foi associado ao nazismo

O nome do Ultima Thule deu polémica e a NASA decidiu mudá-lo. A controvérsia surgiu pelo nome dado inicialmente ao mundo gelado do Cinturão de Kuiper estar vinculado à ideologia nazi. O anúncio foi feito esta …

Vídeo mostra orcas a perseguirem tubarões-brancos na África do Sul

O tubarão-branco é visto como o maior predador dos oceanos. Mas um novo vídeo mostra que nem este animal está assim tão seguro, sendo na verdade uma presa para outras espécies. De acordo com o Science …

Descoberta a primeira vespa polinizadora da época dos dinossauros

Uma equipa de cientistas encontrou a primeira vespa polinizadora (prosphex anthophilos), que conviveu com dinossauros há cerca de 100 milhões de anos. O animal foi encontrado num fragmento de resina fossilizada em Mianmar, na Birmânia, segundo …

China está a vender drones assassinos ao Médio Oriente

A China está a vender drones capazes de matar automaticamente, sem necessidade de controlo humano. Os seus principais clientes serão a Arábia Saudita e o Paquistão. Segundo o site Defense One, uma empresa chamada Ziyan está …

Aumento da temperatura pode vir a matar 1,5 milhões de indianos por ano

Se as emissões globais de gases de efeito de estufa não forem interrompidas, cerca de 1,5 milhões de indianos podem vir a morrer anualmente até 2100 devido ao aumento das temperaturas. Os números contam de …

O vencedor do Tour de France, Egan Bernal, pode ter beneficiado de uma vantagem genética

O ponto de viragem da Tour de France deste verão ocorreu no alto de uma montanha nos Alpes franceses. Foi o resultado de anos de treinamento e, de acordo com um estudo divulgado na segunda-feira, …

Mina Chang utilizou uma capa falsa da Time no CV e conseguiu chegar ao Governo de Trump

Mina Chang, vice-secretária adjunta do Gabinete de Operações de Conflitos e Estabilização do Departamento de Estado dos Estados Unidos, mentiu no seu currículo para conseguir alcançar um lugar no Governo de Donald Trump. De acordo com …

Jovem norueguesa controla 450 perfis no Instagram para tentar evitar suicídios

Uma norueguesa de 22 controla 450 perfis privados no Instagram para tentar evitar suicídios, conta a emissora britânica BBC, revelando ainda que a jovem recebeu já o apelido de "salva-vidas" devido ao trabalho que leva …

Espanha vai tentar exumar 31 corpos que se encontram no Vale dos Caídos

As autoridades espanholas vão tentar exumar 31 dos milhares de corpos de pessoas enterradas no Vale dos Caídos, um grande mausoléu onde esteve enterrado o ditador Francisco Franco até ao mês passado. Segundo a agência Associated …