Trump rendeu-se. Usou máscara pela primeira vez em público desde o início da pandemia

Chris Kleponis / EPA POOL

O Presidente norte-americano, Donald Trump, usou no sábado, pela primeira vez em público, uma máscara de proteção, durante uma visita a um hospital militar.

Trump voou de helicóptero para o Walter Reed National Military Medical Center, nos subúrbios de Washington, para um encontro com os militares infetados pelo novo coronavírus e com os que prestam cuidados de saúde ou cuidam de doentes de covid-19.

Quando deixou a Casa Branca, Donald Trump, disse aos repórteres: “Quando se está num hospital, especialmente (…) Penso que é esperado que se use uma máscara”. “Acho que é uma coisa ótima usar máscara. Nunca fui contra as máscaras, mas acredito que têm um tempo e um lugar”, continuou.

Trump estava a usar uma máscara no corredor de Walter Reed, quando começou a sua visita, mas não a tinha quando saiu do helicóptero, nas instalações.

O Presidente norte-americano não tinha usado máscara desde o início da pandemia nos Estados Unidos, que começou em março e já infetou mais de 3,2 milhões de pessoas e matou pelo menos 134.000 no país.

Os republicanos mais proeminentes, incluindo o vice-Presidente, Mike Pence, foram apoiando e aderindo ao uso da máscara à medida que o novo coronavírus ganhava terreno. Trump, contudo, recusou-se a usar máscara em conferências de imprensa de atualização de dados sobre a situação da pandemia no país, comícios e outros eventos públicos.

Pessoas próximas do Presidente dos Estados Unidos disseram à agência de notícias Associated Press que Trump receava que uma máscara o fizesse parecer fraco e que desviasse o foco para a crise de saúde pública e não para a recuperação económica.

Embora não usasse máscara, Trump enviou diferentes sinais sobre máscaras, reconhecendo que estas eram apropriadas se usadas num ambiente interior onde as pessoas estivessem próximas umas das outras.

Porém, o Presidente norte-americano acusou os repórteres de as usarem para serem politicamente corretos e publicou mensagens no Twitter a gozar com o democrata Joe Biden por usar uma máscara e insistindo que o seu adversário parecia fraco.

O uso de máscaras tornou-se, assim, outra linha divisória na política norte-americana, com republicanos mais resistentes a usá-las do que os democratas. Poucas máscaras foram vistas nos recentes eventos da campanha de Trump em Tulsa, Oklahoma, Phoenix e Mount Rushmore, no Dakota do Sul. A única vez que foi conhecido que Trump usava uma máscara foi durante um momento privado de uma visita a uma fábrica da Ford, no Michigan.

O jornal Público, que reconhece que as máscaras formaram uma espécie de linha divisória na política norte-americana, escreve que Trump decidiu usar este equipamento de proteção individual em público para não se isolar politicamente.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Acho estranho que, estes Governantes espalhados por o Mundo que conta perto de 200 Países, alguns deles defendendo a banalização desta Pandemia e contribuindo para a morte de milhares de Pessoas, exibido-se em Publico em todo tipo de afectos (beijos, abraços, cumprimentos de mãos, banhos de multidões etc..), até a Data nenhum (como se diz: Bateu a bota), com tanta exposição qualquer simples mortal “como Eu”, já tinha ido desta para melhor !…. Será que a ceifeira fez algum pacto com estes Sociopatas ???, ou será que um eventual antídoto contra esta nova e estranha estirpe, é disponibilizado em exclusividade para estes Anjos da morte ????..

RESPONDER

Sonda passa ao lado de Vénus, tira-lhe uma fotografia e surpreende cientistas da NASA

A imagem obtida pelo Wide-field Imager (WISPR) da Parker Solar Probe foi capturada a 12.380 quilómetros de Vénus. A Parker Solar Probe, da NASA, capturou vistas deslumbrantes de Vénus em julho de 2020. O alvo da …

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Em Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …