/

Donald Trump admite que está a tomar hidroxicloroquina

1

O Presidente norte-americano admitiu, esta segunda-feira, que está a tomar hidroxicloroquina para se prevenir da covid-19.

“Comecei a tomar hidroxicloroquina há algumas semanas. Um comprimido todos os dias”, disse Donald Trump aos jornalistas na Casa Branca, citado pela BBC, acrescentando que estes ficariam surpreendidos com a “quantidade de pessoas que estão a tomar” esta medicação, sobretudo “trabalhadores na linha da frente” do combate à pandemia.

O Presidente dos Estados Unidos disse ainda que, apesar de algumas pessoas da sua administração terem testado positivo para o novo coronavírus, tem “zero sintomas” e que é testado frequentemente.

O republicano tem defendido os supostos benefícios da hidroxicloroquina, medicamento usado para prevenção e tratamento da malária, mesmo sabendo que as autoridades de saúde não têm ainda uma conclusão consensual sobre esta substância.

No mês passado, a Administração de Alimentos e Medicamentos norte-americana (FDA) emitiu um comunicado no qual afirmou que a hidroxicloroquina “não demonstrou ser segura e eficaz” no combate à doença.

A FDA alertou para o facto de este medicamento poder causar sérios problemas no ritmo cardíaco de pacientes infetados com covid-19 e, por isso, está também contra a sua utilização fora de contexto hospitalar.

Segundo o jornal Público, em abril, a Agência Europeia do Medicamento também alertou para os efeitos colaterais deste tipo de medicamentos. A cloroquina e a hidroxicloroquina podem provocar convulsões, danos no fígado e nos rins e baixar o nível de açúcar no sangue.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) publicou uma norma, no final de março, que autorizava o recurso a medicamentos da malária e do ébola, mas apenas em casos específicos.

Na sexta-feira, na habitual conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia no país, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, afirmou que não há registo de reações adversas à hidroxicloroquina em Portugal.

Em declarações ao semanário Expresso, o pneumologista Filipe Froes afirmou que Trump está a tomar este medicamento “porque é ignorante e provavelmente não seguiu os conselhos da comunidade científica norte-americana”.

No início de maio, Rick Bright, um cientista do Governo dos EUA, disse ter sido demitido depois de criticar a pressão exercida pelo Presidente para o uso do medicamento contra no tratamento da covid-19.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE