DGS autoriza médicos a usar medicamentos do ébola e malária contra covid-19

José Sena Goulão / Lusa

Os doentes internados em Portugal com covid-19 podem ser tratados com os medicamentos da malária e do ébola ainda em investigação para uso no novo coronavírus, segundo a nova norma da Direção-Geral da Saúde.

Na norma que entrou em vigor às 00h00 desta quinta-feira, a autoridade nacional de saúde lembra que não existem atualmente medicamentos autorizados para o tratamento de Covid-19, nem estão autorizadas quaisquer vacinas, mas que há várias moléculas apontadas como “possíveis candidatos terapêuticos”.

“À data, considerando o conhecimento científico atual e as recomendações da OMS [Organização Mundial da Saúde], encontram-se em investigação, entre outras, as seguintes estratégias terapêuticas: Remdesivir [usado para o vírus do ébola], Lopinavir/Ritonavir [HIV], e Cloroquina [malária] ou Hidroxicloroquina [malária]”.

Segundo os critérios de abordagem terapêutica definidos pela DGS, os doentes internados em enfermarias que apresentem insuficiência respiratória ou evidência radiológica de pneumonia podem ser tratados com hidroxicloroquina ou cloroquina durante pelo menos sete dias. É ainda admitido considerar juntar lopinavir/ritonavir.

Já os doentes internados em unidades de cuidados intensivos têm todos indicação para poder tomar, além dos outros fármacos, o remdesivir, usado em casos de ébola.

Na nota, a DGS diz que estas terapêuticas antivirais podem ser equacionadas de acordo com os critérios definidos e “com o juízo clínico”.

Brasil autorizou uso da Cloroquina

O Brasil anunciou na quarta-feira que irá autorizar o uso do medicamento Cloroquina para tratamento de casos graves de covid-19 e o mesmo já tinha acontecido em países africanos. Esta semana foi anunciado o lançamento de um grande ensaio clínico para testar quatro tratamentos experimentais contra o coronavírus em vários países europeus.

O ensaio Discovery deverá incluir 3.200 pacientes europeus em França, na Bélgica, nos Países Baixos, no Luxemburgo, no Reino Unido, na Alemanha e em Espanha, podendo chegar a outros países.

Em causa estão um antiviral projetado inicialmente para o vírus ébola, um medicamento contra o VIH e um tratamento ‘primo’ da Cloroquina, que é usada em casos de malária/paludismo.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Alguém na DGS está em posse de muito boa informação. Vamos a ver quanto dura antes que as farmaceuticas, que já tinham outros planos, não se ponham nervosas.

    • Comentário um pouco tonto. Lá fora já foram por diversas vezes utilizados estes fármacos no tratamento da COVID19.
      Mais uma teoria da conspiração da tretar!? Deixe-se disso. Primeiro eram os chineses, agora as farmacêuticas…
      Começo a achar que pior que a COVID19 são os problemas mentais da população portuguesa em geral, nomeadamente os delírios persecutórios.

RESPONDER

Grande carruagem cerimonial descoberta quase intacta em Pompeia

Uma grande carruagem cerimonial de quatro rodas, com elementos de ferro, decorações de bronze e estanho, restos de madeira mineralizada e vestígios de elementos orgânicos, como cordas, foi encontrada quase intacta na área arqueológica de …

FC Porto 0-0 Sporting | Nulo com sabor a vitória para o "leão"

O “clássico” do Dragão, entre FC Porto e Sporting, terminou sem golos, sem grande futebol, e com um “leão” cada vez mais perto do título, apesar de ainda faltar muito campeonato.  A igualdade permite à formação …

Adolesceste entusiasta por pirotecnia construiu o seu próprio simulador profissional de fogos de artifício

O FWsim foi lançado pela primeira vez em 2010 como um software de planeamento de fogos de artifício, voltado para profissionais de pirotecnia e entusiastas de fogos de artifício. Em 2006, conta o Vice, Lukas Trötzmüller …

Pela primeira vez em 45 anos, uma casa vitoriana "flutuou" pelas ruas de San Francisco

A manhã de 21 de fevereiro em San Francisco, nos Estados Unidos, foi um pouco diferente do normal: uma casa vitoriana passou a "flutuar" pelas ruas da cidade. De acordo com o BuzzFeed News, uma equipa …

Nação Cherokee pede à Jeep que deixe de usar o nome da tribo nos seus carros

"É hora de a Jeep reconsiderar chamar os seus SUVs Cherokee e Grand Cherokee". Pela primeira vez, a tribo norte-americana Nação Cherokee pediu diretamente à Jeep para parar de usar o seu nome nos seus …

PCP quer apoios a 100% para pais "imediatamente e com efeitos retroativos"

O secretário-geral do PCP pediu ao Governo, este sábado, apoios a 100% para os trabalhadores que estão em casa com os filhos, pagos "imediatamente e com efeitos retroativos", e defendeu um plano de desconfinamento "setor …

Naufrágio grego que levava partes do Partenon está a revelar os seus segredos

A última expedição de mergulhadores ao navio grego Mentor, que naufragou perto da ilha Citera em 1802, recuperou várias peças do cordame, moedas, a sola de couro de um sapato, uma fivela de metal, uma …

Chega vai reagir "muito veementemente" na rua à tentativa de ilegalização

O líder do Chega disse, este sábado, que o partido vai responder "muito veementemente" e com "presença na rua", já em março, à tentativa de ilegalização da estrutura promovida por Ana Gomes. "Quero deixar claro aqui, …

Procura-se candidato para dormir. Site oferece 1650 euros e uma noite num resort

Este pode ser, literalmente, um emprego de sonho: fazer dinheiro enquanto se dorme, incluindo uma noite num resort de 5 estrelas. O site Sleep Standards, que se dedica a dar informação sobre pesquisas e produtos relacionados …

Catarina Martins faz apelo a Costa. "Moratórias têm de ser estendidas já"

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez um apelo direto ao primeiro-ministro, este sábado, para que não espere que "seja tarde demais" e decida já estender as moratórias, evitando assim uma vaga de despejos e …