TikTok inspira jovens russos a protestar contra Putin (e a proteger Navalny)

O TikTok está a ser usado como uma ferramenta crucial num apelo à ação contra o Governo do presidente da Rússia, Vladimir Putin, após a prisão do crítico Alexei Navalny.

De acordo com a Newsweek, as autoridades russas estão tão preocupadas com os milhões de visualizações que os vídeos em apoio ao crítico do Kremlin Alexei Navalny estão a ter que apelaram à aplicação que reprima as publicações que incentivam os jovens a comparecer aos protestos este sábado.

Navalny foi preso em Moscovo no domingo passado depois de voltar de Berlim, onde recuperava de um ataque de agente nervoso Novichok, que diz ter sido ordenado por Putin, embora o Kremlin negue qualquer envolvimento.

Preso durante 30 dias sob a acusação de violar uma sentença de prisão suspensa por fraude num caso de 2014 que diz ter motivação política, o seu caso capturou a atenção de muitos russos que usam a popular aplicação e estão clamam por mudanças.

Os vídeos da aplicação TikTok, com as hashtags “Free Navalny” e “23 Jan”, mostram alunos a trocar retratos de Putin com os de Navalny nas salas de aula e a convocar as pessoas para as ruas de todo o país.

Num dos vídeos mais populares, a utilizadora Neurolera sugere que qualquer pessoa que for presa deve fingir que é norte-americana para evitar novas detenções. A russa oferece dicas das pronúncia norte-americana para frases que “podem salvar sua vida”, como “deixei o meu passaporte no hotel”.

Noutro vídeo, a utilizadora annyskaa diz: “Vamos dar uma caminhada no centro em 23 de janeiro”. O vídeo mostra uma jovem a segurar num livro com uma série de legendas que explicam como está a ler que os direitos dos cidadãos são garantidos. Depois, surge a legenda: “Mas espere! Na Rússia, as coisas acontecem de forma diferente”.

O vigilante das comunicações do país, Roskkomnadzor, ordenou que o TikTok remova vídeos que convidam crianças e estudantes a comparecer a protestos de sábado, que devem ser os maiores do país desde 2018.

O ímpeto contra Putin está a crescer e os protestos contra o Governo que acontecerão em dezenas de cidades representam um problema real para o Kremlin. As eleições parlamentares devem ocorrer em setembro, nas quais Navalny quer ter como alvo o partido no poder, Rússia Unida.

Na sexta-feira, a porta-voz de Navalny, Kira Yarmysh, escreveu no Twitter que tinha sido presa e detida durante nove dias, mas reiterou o apelo aos russos para que vão para as ruas. As autoridades também detiveram outros assessores de Navalny, incluindo o seu assessor de campanha, Anastasia Panchenko, e o ativista Lyubov Sobol.

O Ministério Público russo alertou sobre uma operação de Internet para “restringir o acesso a informações ilegais” e disse os polícias “estão focados em tomar medidas preventivas e, se houver justificação, levar os perpetradores à responsabilidade administrativa”.

 

  Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Putin admite aceitar pagamentos com criptomoedas num futuro próximo

Vladimir Putin admitiu que as criptomoedas têm valor, adiantando que esta forma de pagamento poderá tornar-se viável no país. Contudo, para já "ainda é muito cedo" para fazer previsões devido à sua natureza "incerta". A notícia …

Subida dos combustíveis. Estado arrecada mais 5 cêntimos de IVA por litro

Com a subida do preço dos combustíveis, o Estado está a arrecadar mais imposto por cada litro vendido por via do IVA. A subida dos combustíveis em Portugal tem sido uma realidade que não é de …

Parlamento aprova aumento do prazo de prescrição nos crimes sexuais contra menores

O parlamento aprovou esta sexta-feira o aumento dos prazos de prescrição dos crimes sexuais contra menores e do crime de mutilação genital feminina quando ocorre em crianças, rejeitando o aumento da moldura penal para estes …

Centeno diz que crise nos combustíveis será temporária

O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, referiu hoje, em Lisboa, que o aumento dos preços, nomeadamente dos combustíveis, deverá ser temporário, apesar de “aparentemente descontrolado”, lembrando que o petróleo negociou a preços negativos …

Assembleia da República chumba comissão de inquérito a MAI sobre acidente na A6

A Assembleia da República chumbou esta sexta-feira a proposta do Chega para a constituição de uma comissão parlamentar de inquérito à atuação do Ministério da Administração Interna no acidente com o carro do ministro e …

"O Governo quer salvar o Natal". Reino Unido alivia regras para atrair camionistas estrangeiros

O Governo britânico anunciou esta sexta-feira a suspensão temporária das regras sobre o número de entregas de mercadorias que os camionistas estrangeiros podem fazer no Reino Unido de forma a atenuar o impacto da escassez …

Parlamento aprova isenção de imposto de selo para moratórias de empresas

Todos votaram a favor do diploma no Parlamento, porém realçam que devem existir apoios idênticos para as famílias e querem acrescentá-los ao diploma durante a discussão na especialidade. Segundo noticia o Público, a proposta de lei …

Um copo com água

Água potável de cidade canadiana pode estar contaminada com hidrocarbonetos petrolíferos

A cidade de Iqaluit, no território canadiano de Nunavut, declarou estado de emergência após ter encontrado vestígios de petróleo no abastecimento de água. O departamento de saúde pública da cidade canadiana aconselhou os habitantes de Iqaluit …

Golden Boy: Nuno Mendes é o único português entre os finalistas

Havia três portugueses na lista anterior mas, nos 20 finalistas, o jovem do PSG é o único representante de Portugal. Nome do vencedor será divulgado em Dezembro. O jornal Tuttosport indicou quais são os 20 futebolistas …

"Profundamente chocante". Deputado britânico morre após ser esfaqueado em encontro com eleitores

Um deputado do Partido Conservador morreu depois de ter sido esfaqueado várias vezes, esta sexta-feira, durante um encontro com eleitores em Leigh-on-Sea, no sudeste de Inglaterra. David Amess, de 69 anos, representante do círculo eleitoral de …