Suspeitos no desaparecimento de jornalista são próximos do príncipe saudita

Erdem Sahin / EPA

Segundo as autoridades turcas, cinco dos 15 envolvidos no desaparecimento do jornalista Jamal Khashoggi são próximos do príncipe herdeiro da Arábia Saudita.

Os cinco suspeitos envolvidos no homicídio do jornalista Jamal Khashoggi fazem parte do grupo de quinze funcionários sauditas que chegaram em dois aviões à Turquia horas antes de o jornalista desaparecer a 2 de outubro no consulado da Arábia Saudita, em Istambul, na Turquia.

Um dos suspeitos, Maher Abdulaziz Mutreb, é companheiro regular do príncipe nas suas viagens ao exterior, enquanto outros três envolvidos também fazem parte do círculo de segurança de Mohamed bin Salman. Já o quinto elemento é médico forense do Ministério do Interior da Arábia Saudita, cuja suposta relação não é detalhada pelo New York Times.

Segundo alguns meios de comunicação turcos e norte-americanos, Ancara tem gravações vídeo e áudio que provam que Khashoggi foi morto na sede diplomática.

Na terça-feira, Donald Trump, Presidente norte-americano, criticou a crescente condenação global da Arábia Saudita no caso do desaparecimento do jornalista Jamal Khashoggi. Trump afirmou que o rei saudita Salman e o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman negaram que sabiam o que tinha acontecido a Khashoggi quando este entrou no consulado no início deste mês.

Já o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, disse também na terça-feira que a Arábia Saudita fez um “compromisso sério” para responsabilizar líderes e dirigentes neste caso. Mike Pompeo esteve na Arábia Saudita para reunir com o príncipe herdeiro e fez a declaração depois de encontros com a liderança saudita.

No encontro, o monarca saudita comprometeu-se a levar a cabo uma investigação “completa, transparente e oportuna” sobre o desaparecimento de Khashoggi, jornalista crítico do regime de Riade cujo paradeiro se desconhece desde o dia 2 de outubro, dia em que foi visto a entrar no consulado da Arábia Saudita em Istambul.

Uma fonte turca disse esta terça-feira à estação televisiva CNN que o corpo de Jamal Khashoggi foi desmembrado depois de ter sido assassinado. A estação de televisão norte-americana avançou que o Presidente Erdogan afirmou que os investigadores turcos estavam a analisar materiais “tóxicos” e “pintados”.

Um oficial da polícia turca disse esta terça-feira à imprensa, sob condição de anonimato, que durante as buscas foram encontradas provas de que o jornalista foi morto no consulado. Na segunda-feira, ainda segundo a CNN, a Arábia Saudita deverá admitir que Khashoggi morreu no consulado, durante um interrogatório que correu mal.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Slava Semeniuta transforma chuva em atmosfera néon

O artista e fotógrafo russo Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, mistura elementos naturais e faz mágica com eles. Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, retoca fotografias de poças de água para criar composições …

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …