Sócrates tinha mais imóveis do que se sabia

unaoc / Flickr

O ex-primeiro-ministro, José Sócrates

O ex-primeiro-ministro, José Sócrates

A investigação a José Sócrates alega que o ex-Primeiro-ministro é proprietário de dois imóveis na capital e de um terreno na Quinta da Beloura, em Sintra, além do já conhecido apartamento na Rua Braamcamp, em Lisboa.

De acordo com o Diário de Notícias, citando o despacho do juiz de instrução Carlos Alexandre, não terá sido apenas a compra de um andar na Rua Braamcamp à mãe de Sócrates a motivar as suspeitas sobre o ex-primeiro-ministro, havendo referência no processo a outros dois apartamentos e um terreno adquiridos através de um esquema de circulação de dinheiro montado por Sócrates e o amigo Carlos Santos Silva, empresário da Covilhã.

Segundo o despacho do juiz de instrução, Santos Silva terá comprado em 2006 um apartamento na Rua Manuel da Fonseca, em Lisboa, tendo este sido pago com um leasing bancário, primeiro a débito a partir de uma conta no Banco Espírito Santo e, depois, através de uma conta no Barclays.

Contudo, refere o jornal, a investigação descreve que os movimentos a débito nesta última conta foram compensados com entradas de dinheiros provenientes de outra também do Barclays, ou seja, o dinheiro circularia de uma conta para outra para cobrir as despesas do leasing bancário.

O mesmo esquema de circulação de dinheiro terá sido registado na compra de um terreno na Quinta da Beloura, em Sintra, em 2007, para o qual o dinheiro terá saído de uma conta do Barclays que, por sua vez, era alimentada por outra do mesmo banco.

Um terceiro negócio suspeito envolve um apartamento na Rua Soeiro Pereira Gomes, também em Lisboa. O imóvel foi comprado em 2010 ao fundo de investimento Imolux, através de uma conta no Banco Espírito Santo. O despacho descreve que essa conta do BES, “que se indicia ser um património apenas sob gestão de Carlos Santos Silva, na realidade pertence a José [Sócrates] Pinto de Sousa“.

Referindo-se já ao negócio entre Santos Silva e a mãe do ex-primeiro-ministro para a compra do andar na Rua Braamcamp, o despacho do juiz Carlos Alexandre alega que, seguindo o rasto do dinheiro, os 520 mil euros que Santos Silva pagou a Maria Adelaide foram, depois, transferidos para uma conta de José Sócrates na Caixa Geral de Depósitos.

A investigação da Operação Marquês conclui, assim, que este alegado esquema de circulação de dinheiro eram formas de fazer chegar dinheiro a Sócrates.

ZAP

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. …Não há processos contra os jornais?!? Convém associar notícias a linxamento para chegar à persiguição política e até associá-la aos tempos da pide. Com palas, claro. Depois, rebanhos ao adro, com legítimos movimentos de mulas de enterro porque, ainda com palas, acreditam que os ‘transcritos’ divulgados não têm suporte e que, geralmente, a formalização da acusação prescinde da proteção, não só da prova recolhida e da aquisição de nova, sobretudo em processo extenso e complexo.
    Qdo o mel é muito os potes podem dar lugar ao milagre do altruísmo ou, já sabemos, o isaltino é que não – bem tentou – a prescrever… Em termos gerais nunca a justiça teve tanto em tão pouco… Tempo. Abril, Abril

    • É legítimo. Não sei é se a interpretar ‘linxamento’, para além do possível enquadramento, não precisaria da ajuda de pelo menos 2 daqueles potentes olofotes helitransportados a pairar aqui… Isso mesmo. Aqui nesta superfície de iluninação reduzida, eventualmente constritora da cabeça dos dedos.

        • Eu chafurdo nas novas tecnologias sabendo que as línguas são mais ou menos vivas, muito para além de volores semânticos ou assimilações (estrangeirismos).
          Tendo a produção escrita como forma elaborada do pensamento (ideias), acredite que entendi a extensão do vazio que utilizou neste ‘palco’… Nunca lhe daria a palmatória, talvez sim uma mão cheia de ideias (tempo, espaço, estímulos alternativos)

  2. Como é que existem pessoas, que querem defender o indefensável !
    Como é que ainda se tente defender um senhor chamado Sócrates, que até foi 1º ministro e que está preso e bem preso, porque não passa de mais um vigarista,
    corrupto, cheio de artimanhas.
    Por existirem senhores como ” Sócrates ” e muitos mais que já deviam estarem
    presos, este país está falido e o desgraçado do povinho é que paga.
    Até quando isto vai continuar assim ?

  3. As investigações não devem parar neste politico mas deve sim correr todos. Todos que entram, estão e saírem da Assembleia, deputados, ministros e Presidentes antes de entrar devem declarar seus bens moveis e imóveis e contas bancárias nacionais e internacionais. Durante o exercício de trabalho teem uma função e respectivo equiparado ordenado. No fim quando saírem devem ser averiguados se seu património aumentou e se foi proporcional ao salário ganho. Após 5 a 7 anos também deve voltar a ser averiguado para que não fique duvidas do exercício efectuado se foi com dignidade, ética e valores em nome da pátria ou com favores prestados. O mesmo devem os fiscais averiguar os gestores das empresas no Particular e todas as negociatas efectuadas com o ESTADO da Nação. Todos negócios efectuados, que lesem o ESTADO e consequentemente os contribuintes devem ser considerados inconstitucionais. Anulados e absorvidas as entidades pelo estado para o estado em bem da ética, competitividade e Nação. Temos que ANIQUILAR o PARASITISMO e a economia paralela.

RESPONDER

Árbitro foi muito "benévolo" com o FC Porto

O golo de Taremi e a expulsão de Mbemba originaram protestos portugueses. Os espanhóis têm uma visão diferente. O Atlético de Madrid-FC Porto contou com duas boas equipas em campo e uma "que esteve menos bem", …

Buraco na camada de ozono ultrapassa o tamanho da Antártida

A dimensão do buraco na camada de ozono no hemisfério sul ultrapassou o tamanho da Antártida, continente com cerca de 14 milhões de quilómetros quadrados, anunciou hoje o serviço europeu Copernicus, de monitorização da atmosfera. “O …

Políticos e especialistas querem legalizar canábis (com impostos para prevenir o consumo)

Um grupo de 65 personalidades, entre especialistas médicos e ex-ministros, apela à legalização da canábis, considerando que é a melhor forma de prevenir o consumo desta droga, nomeadamente através dos impostos aplicados ao sector. Esta carta …

Mais 1062 casos e seis mortes por covid-19. Internamentos continuam em queda

Há actualmente 497 doentes internados, menos 30 pessoas do que no último balanço. Mais seis pessoas morreram de covid-19 nas últimas 24 horas. Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais seis mortes e mais 1062 casos …

Crescimento sustentado da economia dá margem ao Governo nas negociações para OE

Governo tem a seu favor uma evolução positiva das receitas fiscais, o que lhe deverá permitir metas mais ambiciosas de redução do défice ou, em alternativa, assumir mais medidas com impacto negativo no orçamento. O crescimento …

Portugal contratou mais professores, mas salários baixaram

Em ano de pandemia, um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) mostra as diferenças que existem nas carreiras dos professores na Europa e em Portugal. O reforço do número de professores no …

Afinal, a crise no transporte marítimo mundial não vai estragar o Natal - pelo menos em Portugal

O transporte de mercadorias está a desacelerar na Ásia e o aumento dos custos está a causar uma onda preocupação na distribuição. Porém, o problema não se deverá fazer sentir na época de Natal. A falta …

Líder do Estado Islâmico no Grande Saara morto por forças francesas

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou esta madrugada que o líder do grupo terrorista "Estado Islâmico no Grande Saara" (EIGS), Adnan Abu Walid Sahraoui, foi "neutralizado" por forças militares francesas. "Trata-se de um novo grande sucesso …

Portugal vai ser o país europeu com mais escalões de IRS

Com o desdobramento do terceiro e do sexto escalão de IRS, Portugal será, a par do Luxemburgo, o país europeu com mais níveis na tabela de taxas de imposto. As mexidas nos escalões de IRS já …

Fisco enviou 50 mil notificações de IUC indevidas e vai anulá-las

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) identificou o envio de cerca de 50 mil notificações indevidas para pagamento do IUC, que serão anuladas. A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) identificou o envio de cerca de 50 …