Sócrates, Freitas do Amaral e outros políticos pediram subvenções vitalícias depois de apoiarem a sua abolição

Manuel Fernando Araújo / Lusa

José Sócrates, Freitas do Amaral e Alberto Costa são alguns dos políticos que, depois de apoiarem o fim das subvenções vitalícias, vieram a pedir este mesmo apoio extra à Caixa Geral de Aposentações (CGA).

Esta segunda-feira, recorde-se, foi publicada a lista de subvenções vitalícias que não era divulgada há três anos devido à da lei de proteção de dados pessoais.

O Governo do antigo primeiro-ministro José Sócrates acabou com estas subvenções em 2005, mas quem até essa legislatura cumpriu os requisitos ainda as pode solicitar.

De acordo com a TSF, 95 dos atuais 318 beneficiários das subvenções vitalícias pediram este apoio depois de a lei ditar o seu fim. Destes, existem vários políticos que, para além de fazerem o pedido depois de 2005, defenderam a sua abolição.

Exemplo disso, elenca a rádio, estão nomes de ministros e secretários de Estado do Governo socialista que fez a proposta ao Parlamento, incluindo José Sócrates (que recebe mensalmente 2.372 euros desde 2016), o ex-ministro da Justiça, Alberto Costa, e o ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, Freitas do Amaral.

Os antigos secretários de Estado do Governo de Sócrates Jorge Lacão e José Magalhães também pediram a subvenção depois de 2005. Há dois anos, foi a vez de Alberto Martins, antigo líder parlamentar dos socialistas, pedir este apoio.

Em 2007, foi o líder do PSD, Rui Rio, que pediu a subvenção no valor de 1.379,59, que está atualmente suspensa, segundo a TSF.

As subvenções mensais vitalícias nasceram em 1985 e são rendimentos mensais atribuídos a ex-titulares de cargos políticos – entre outros – que tenham ocupado funções durante oito ou doze anos.

Suspensa em agosto de 2018, devido à entrada em vigor do Regulamento Geral de Proteção de Dados, a lista de ex-políticos que foram beneficiados com uma subvenção vitalícia foi divulgada pela primeira vez em agosto de 2016.

Da listagem de 2016 constavam 332 nomes de ex-políticos, entre antigos primeiros-ministros, ex-deputados, líderes partidários, autarcas e juízes do Tribunal Constitucional reformados. A nova lista de beneficiários agora divulgada conta com menos nomes (318).

“As subvenções mensais vitalícias são calculadas com base no vencimento base do cargo onde o político esteve mais tempo. Cada ano em funções vale 4% desse vencimento numa futura subvenção, até um limite de 80%”, explica ainda a TSF.

  ZAP //

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. 99% desses políticos merecem é um grande pontapé no traseiro , não têm vergonha e menos vergonha é quem autoriza, ninguém devia de receber recompensa por servir o povo.

  2. Claro – é tudo gente muito honesta!…
    Vá lá que o Sócrates em boa hora decidiu acabar com as subvenções – mas claro que antes verificou se ele ainda teria direito!
    De qualquer modo, foi das melhores coisas que ele fez e, quem começar a “mamar” depois de 2009, já não leva bonus destes!
    O pior é que alguns dos parasitas que recebem subvençoes são os mesmo políticos que mais prejudicaram o país – alguns são mesmo criminosos condenados!!!
    A solução é irem todos de vela o mais rápido possível… se esses 318 parasitas desaparecem amanhã, todos ficaríamos a ganhar!

RESPONDER

Domingo invulgar: 17 grandes jogos para ver, em poucas horas

A ementa começa em França, ao meio-dia, e acaba no Chile, já depois das oito da noite. Não estamos perto do Carnaval mas vem aí um "domingo gordo" no futebol. Vários jogos grandes, uns mais mediáticos …

Sporting 1-0 Moreirense | Capitão Coates embala leão

O Sporting igualou hoje o FC Porto na liderança provisória da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o Moreirense, por 1-0, em jogo da nona jornada. O capitão Sebastián Coates marcou, aos …

Relatório médico indica que jovem chinês morreu após beber uma garrafa de Coca-Cola em dez minutos

Um homem chinês morreu depois de beber uma garrafa de 1,5 litros de Coca-Cola em dez minutos, informaram os médicos num relatório. O jovem de 22 anos, que não tinha doenças subjacentes, dirigiu às urgências do …

Universidade no Reino Unido tem arquivo de "casas assombradas"

A Universidade de Sheffield, no Reino Unido, tem um arquivo aberto ao público com quase 80 mil fotografias de "casas assombradas" de várias feiras populares. Para muitos, o medo é parte integrante da experiência de uma …

J&J acusada de usar manobra para impedir processos judiciais relativos à venda de pó de talco com propriedades cancerígenas

A Johnson & Johnson está a ser criticada por usar uma manobra para impedir cerca de 38 mil processos judiciais que alegam que o famoso baby powder da marca causa cancro. De acordo com a NPR, …

Tondela 1-3 FC Porto | Hat-trick de Taremi castiga insolência beirã

O iraniano Mehdi Taremi foi a grande figura da vitória do FC Porto em casa do Tondela, por 3-1. Os homens da casa marcaram primeiro, mas cedo se viram reduzidos a dez elementos e tiveram …

Chamam-lhe "Lady Trump". A candidata a governadora do Nevada que está a gerar polémica

Conhecida como "Lady Trump", Michele Fiore anunciou a sua candidatura a governadora do estado do Nevada em estilo, gerando polémica nos Estados Unidos. Michele Fiore, vereadora de Las Vegas, anunciou esta terça-feira a sua candidatura a …

Benfica abre inquérito a envolvimento de colaboradores em negócio de ações da SAD

O Benfica abriu um inquérito interno para averiguar o possível envolvimento de dois colaboradores num eventual negócio de transação de ações da SAD ‘encarnada’, informou hoje o clube, em comunicado. “Tendo em conta as recentes notícias …

Um hipopótamo na água

Tribunal norte-americano reconhece hipopótamos de Pablo Escobar como pessoas jurídicas

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do legado deixado na Colômbia por Pablo Escobar, recebeu o estatuto de "pessoas jurídicas". Um tribunal federal dos Estados Unidos defendeu que os descendentes dos hipopótamos do barão da …

Mais rapidez e menos ruído. E-bikes permitem que militares em ação passem despercebidos

Os soldados do Regimento de Cavalaria da Infantaria Montada de Queensland, na Austrália, estão a testar e-bikes para perceber se o veículo poderá ser uma opção válida para operações no terreno. Passar despercebido no terreno é …