Sócrates atira-se ao juiz Carlos Alexandre e anuncia que o vai processar

Luis Forra / Lusa

O ex-primeiro-ministro José Sócrates

José Sócrates acusa o juiz Carlos Alexandre de “um inqualificável abuso de poder”, no seguimento da entrevista que este deu à SIC, e anuncia que o vai processar.

A posição do ex-primeiro-ministro surge num artigo de opinião, publicado no Diário de Notícias, e é uma resposta às declarações que o juiz que ordenou a sua prisão preventiva, em Novembro de 2014, no âmbito da Operação Marquês, fez em entrevista à SIC.

Carlos Alexandre disse no canal de televisão que é o “Saloio de Mação” que precisa de trabalhar para pagar as contas por não ter “dinheiro em nome de amigos”.

“Tal alusão”, que nada vinha a propósito, não pode deixar de ser entendida – como o foi por todos os que a viram – como uma cobarde e injusta insinuação baseada na imputação que o Ministério Público me fez no referido processo”, escreve Sócrates no texto publicado no DN por proposta do próprio ex-primeiro-ministro, conforme se sublinha no jornal.

Referindo-se a Carlos Alexandre como “o juiz dos direitos”, Sócrates acusa-o de “um inqualificável abuso de poder” e de pretender “condenar alguém sem julgamento”, anunciando que deu “instruções” aos seus advogados para “apresentarem as respectivas queixas aos órgãos judiciais competentes”.

“Nunca tive contas bancárias em nome de amigos”, salienta o ex-governante no artigo, realçando que essa “imputação não tem fundamento” e que “é falsa, é injusta e é absurda”.

“Ao fazer tão grave e falsa insinuação o Sr. juiz evidenciou não ter a imparcialidade que é exigível a um juiz de instrução na condução deste processo”, sublinha ainda Sócrates, notando que Carlos Alexandre “decidiu expressar publicamente que, afinal, sempre teve partido”.

Sustentando que a atitude do juiz é “um evidente juízo de culpabilidade sem que haja acusação formada, sem que tenha havido julgamento e sem que haja alguma sentença transitada em julgado”, Sócrates conclui que isto prova que o processo em que está envolvido “nunca foi um processo justo”.

ZAP

PARTILHAR

24 COMENTÁRIOS

  1. Por ocasião da notícia sobre a entrevista do Sr. Dr. Juiz Carlos Alexandre, comentei, duma forma, porventura, pouco clara para todos, o que penso sobre isto.

    O Juiz, além de escolher um momento estratégicamente conveniente ( porque estamos na fase em que, finalmente, vamos conhecer as reais acusões e não meras especaluções) , profere uma serie de afirmações que, no meu modesto entendimento, me parecem mais a procura um sentimento solidário, a meu ver incompreensível poiis toda a gente o encara como um “justiçeiro”, do que outra coisa. Entendo este compoirtamento como justificativo face ao fiasco das acusações que se avizinha.
    Com efeito, há uma busca clara de acabar com o “eudensamento” que muita gente tem a seu respeito, procurando situar-se como um cidadão comum, que vive do seu trabalho, tem dividas e que é falível, como qualquer cidadão comum. De permeio atira com “não tenho contas em nome de amigos, nem dinheiro em contas de amigos”, justificando, porventura certas atitudes. Afirma também que trabalha muito e ganha por cada Sábado 75€ e que os seus rendimentos começaram a cair desde o governo de Sócrates ( lembro-me bem do barulho que os magistrados fizeram quando Socrates lhes tirou uma serie de vergonhosos benefícios).
    Sinceramente, esta história sempre me cheirou mal e sempre procurei dar o benefício da duvida ao “acusado”. Porquê? Porque tive sempre a noção, pelo fui vendo e lendo (sem, contudo, deixar que me lavassem o cerebro como o jornalixo CM tentou fazer aos longo de meses seguidos) que lhe moveram uma perseguição pessoal. Houve sempre um tratamento mediático desigual entre ele e outros escanda-los, bem mais lesivos para todos nós contribuintes, como os casos BPN, SUBMARINOS, VISTOS GOLD, HELICOPTEROS KAMOV, entre outros. Curisamente, este Juiz, foi o mesmo para todos estes processos, com as conclusões que todos sabemos ( foi tudo ilibado, excepto o presidente do BPN, que já estava meio gágá e Duarte Lima, porque se meteu nas confusões do crime do Brasil) .
    Em suma, acho que o objectivo foi sempre “queimar José Socrates” e nada mais do que isso. Tudo o resto foi teatro pra entreter e justificar os meios e milhões gastos.

      • Não sei se serei eu ou serás tu!
        Vamos aguardar pra ver.
        Uma coisa é certa, sou contribuinte e, como qualquer um, quero é que a Justiça VERDADEIRA se faça, não quero é que se faça a “justiça” dos jornalecos ordinärios, dos meios de comunicação manhosos, etc.
        Sempre achei este processo mais moldado por interesses politicos e como uma “revanche” por este homem ter cortado alguns privilégios a muita gentinha acomodada no pedestal e habituada a ser “intocável” do que propriamente pelas “acusações” que fazem, cujo teor, 2 anos depois, continua a ser tabu até para o próprio acusado. Há aqui algo de pouco transparente!

        • MAS A PALAVRA JUSTIÇA, ATÉ FOI EXTERMINADA DO DICIONÁRIO DE LÍNGUA PORTUGUESA E COLOCARAM NO SEU LUGAR A PALAVRA INJUSTIÇA… DEFINIÇÃO: JUSTIÇA À “PRETUGUESA”!!! É PÁ, ÉS MESMO TUGA!!!! TEMOS AQUI REALMENTE UM MONTE DE COMENTADORES.. PORQUE NÃO SE CANDIDATAM TAMBÉM À TV DOS TUGAS!!!?!!!! QUE “RICO”POVO ESSE DITO CUJO TUGA! AMEN!

    • Com tanto fumo penso que ninguém duvida de que há fogo. Só realmente anjinhos acreditam que um amigo do coração financia os luxos do amigo. Se fosse uma ajuda num momento difícil da vida, até era possível. Quanto ao castigo quando for condenado devia ser a dobrar do que o de qualquer cidadão comum pelo cargo que exerceu e pelo respeito que devia ao povo português. Para mim não importa o partido que representou, nós sabemos que há muitos por aí que já deviam estar atrás das grades, mas nunca estarão pois são intocáveis . Há demasiada gente com o rabo preso.

  2. E faz muito bem. Independentemente de Sócrates ser ou não ser culpado , um juiz não pode tomar partido publicamente como fez este Sr. Carlos Alexandre. Enfim, os médicos já caíram do pedestal que eram colocados pelos portugueses com as sucessivas acusações de negligência médica, agora é a vez dos juízes, mas estes começam a cair pela sua própria mão.

  3. Inqualificável, é vergonhoso o que este cara sem vergonha vem dizer, devia estar escondido e calado, em vez de andar atirar com areia para os olhos dós portugueses.

  4. Esse asqueroso irá certamente estar atrás das grades por muito tempo pelo mal que fez aos portugueses atuais e futuros. A corrupção deve ser combatida e os criminosos julgados. É o que este juiz está a fazer. Este juíz é a última esperança dos portugueses no combate à corrupção que grassa entre os grandes da política e dos negócios.
    Infelizmente a corrupção, a fuga aos impostos e esse tipo de criminalidade está tão entranhada nalgumas pessoas, que parece que os criminosos é que são os heróis e os defensores da justiça os criminosos. Basta ler alguns comentários.

  5. Enviem o camarada Sócrates para a Venezuela que fará uma boa parelha com o camarada Maduro porque de outra forma não nos vamos livrar dele.

  6. O comentário do Tuga sugere que o processo de Sócrates vai parir um rato e que a entrevista do juiz é uma estratégia para se defender avant la lettre do que aí vem. Sempre achei que o processo contra o Sócrates era perseguição política pelo tempo que se arrastou a detenção sem ser formulada uma acusação concreta e por circularem na comunicação social fugas de informação apenas com suspeitas. Espero bem que agora ao tomarmos conhecimento das acusações, o Tuga, não tenho razão, seria demais!

    • Caro MP, acredite que o meu objectivo não é ter ou não razão. O meu objectivo é que algumas pessoas entendam (se conseguirem) que qualquer pessoa tem direito ao contraditório mas, para ter esse contraditório, é essencial que lhe expliquem as acusações de que é alvo. Caso isso não ocorra, o que acontece é o que temos visto e que é um conjunto significativo de pessoas que meteu na cabeça, formatados, provavelmente, por “jornais” que deviam informar e não especular, que o homem é um demónio. Ora, das uma, o são pessoas que conhecem em concreto, o processo e que por isso têm afirmações tão “cheias de certezas” ou então, são meros especuladores, que sabem tanto como eu ou o senhor, ou seja nada de concreto, mas que se limitam a atirar para o ar o veredicto de culpado, sem que o mesmo se possa defender. Para mim são mais especuladores do que outra coisa ( bem à maneira do portugues que, não sabendo nada, acha sempre que sabe tudo). Parece-me mais postura medieval do que de séc. XXI.
      Enfim, o que considero mesmo ser mais sensato é esperar pelos argumentos e matéria de prova dos dois lados, para depois então fazermos um juizo correcto e justo.

  7. Carlos Alexandre é o juiz que ilibou o CDS no caso dos sobreiros. Que ilibou Oliveira e Costa e os outros amigos de Cavaco no caso BPN e que não investigou nem levou a julgamento os responsáveis do mesmo. Foi ainda quem interrogou Salgado, notificando-o na sua casa, deixando-o depois sair sob caução, e que ainda não prendeu, nem vai prender, ninguém do BES. Este “Juiz”, com a detenção de José Sócrates, acabou de garantir a sua grande “reforma Vitalícia”!

  8. És a pessoa mais mentirosa de Portugal ó Sócrates… a forma de falares é semelhante a um como um cão raivoso.
    Os outros é que são sempre os culpados de tudo…
    Falas sempre de barriga cheia e parece que é um anjinho… porra homem deixa de te armares assim. Outro político andava calado e nem se pronunciava.
    Ainda está para descobrir o que andaste a tramar contra o nosso país e o nosso povo nos anos que estiveste no poder. Foi no teu governo que o nosso país chegou onde chegou. Já te esqueceste??? mas como sempre… achas que agiste muito bem.
    Acho muito bem a Justiça portuguesa agir da forma como está agindo.
    Ladrão… devias era de continuar nas cadeia.

  9. O Juiz Carlos Alexandre é o maior! A entrevista é clara e espectacular. Fossem todos como ele, não estaríamos entalados com BES, Banif, BPN, BPP, PT, entre outros cambalachos

        • Não? Pois devia ser!
          “Se fossem como ele não estaríamos entalados”? Ora essa. Então explique lá que condenações tiveram as pessoas responsáveis pelos casos que expôs? Esqueceu-se de juntar o caso dos Vistos Gold, O Caso dos Submarinos, mas há mais…
          BANIF, BPP, BPN, SUBMARINOS, VISTOS GOLD, PT, excepção para o Costa (presidente do BPN, que já estava gágá) e o Duarte Lima (que se envolveu nas confusões do crime duma senhora lá no Brasil), tudo o resto está aí, livre que nem um passarinho, a gozar dos “rendimentos”.
          Já se esqueceu do trafulha Dias Loureiro, o tal que sendo um dos principais “gestores” do BPN, sofreu um subito ataque de “amnésia”, ou do Pauliho Portas, que nada soube de submarinos, que sofreu também de “amnésia” nos inquéritos, caso no qual, na Alemanha, os próprios responsáveis máximos da ferrostal, contrutora dos submarinos, foram condenados a prisão por corrupção (e em portugal ninguém foi condenado pelo “seu” Juiz), tenha paciência.
          Se calhar, incomoda-a mais Socrates e os seus supostos 20 milhões de “luvas”, do que outras negociatas bem mais gravosas para nós, contribuintes, do que casos como os que referiu, onde o grau de lesão foi brutalmente superior. Só no BPN foram 5000 milhões.
          Não gosto do jornalixo Correio da Manhã mas, rendo-me, lá que conseguiu dar uma grande lavagem cerebral a muitas cabeças aí tenhjo que lhes dar o “mérito”. Triste povo!

          • Ao contrário, por me incomodar mais o caso BPN faço o comentário… você é que parece mais preocupado com casos estilo correio da manhã, como os submarinos, monte branco, dias loureiro do que com os escândalos financeiros. Que eu saiba o caso BPN está a ter consequências e o BPP também… penso que relativamente aos restantes tem de dar tempo ao tempo. Se não fosse este juiz não estaríamos a ter esta conversa sequer…. pense nisso…. alias pense um pouco em geral.

  10. Senhores tugas. Quaisquer cidadão é inocente até provado o contrario. Base da justica de paises minimamente desenvolvidos e nao dictatoriais. Logo continuo à espera de provas por terem prendido um antigo primeiro ministro tuga. Caso contrario cadeia com quem o prendeu sem provas. Ponto.

  11. Cara senhora
    “Se não fosse o Juiz não estaríamos a ter esta conversa sequer. Pense nisso”. Interessante ponto de vista. Pensava eu que vivia numa “democracia” onde, pelo menos, tenho liberdade de expressão. O que este Juiz pode ser é o objecto da nossa troca de ideias,que é bem diferente.
    O seu primeiro comentário fala em ” entrevista clara e espetacular”. Bem, espetacular foi ( com que objectivo veremos qual ), quanto ao “clara” depende da análise de cada um. Eu já fiz a minha e é certamente diferente da sua. O tempo dirá quem tem razão.
    Tenho a dizer-lhe que a mim me preocupam duas coisas. O direito de defesa e contraditório que qualquer cidadão tem de ter devidamente acautelado e, em segundo, procuro estabelecer a importancia de cada caso em função do impacto que cada caso tem para o contribuinte ( daí ter mencionado outros casos , claramente mais lesivos do contribuinte ).
    Quanto ao BPN e BPP, informe-se bem das “punições” decretadas por este Juiz. Recordo-lhe que a recolha de prova factual está feita há 4 anos. Não teve este Sr Juiz ainda tempo de decidir? É que o dinheiro desapareceu e não ganhou asas, portanto há responsáveis. E onde estão? Neste entretanto andamos nós a pagar…

  12. Os magistrados devem, no exercício das suas funções, pautar-se pela imparcialidade.
    Desiderato esse, que o Sr. Carlos Alexandre pôs irremediavelmente em crise com a sua despicienda (desprezível) entrevista, dúvidas não me subsistem, que não tem condições para ocupar tão nobre profissão, quer neste como noutros processos.
    Como advogado, a actuação dele e dos demais responsáveis na condução da “A Operação Marquês” repugna-me, porque atentam, afrontam os mais elementares direitos, consagrados quer na Lei substantiva quer na adjectiva.
    Infelizmente, no caso concreto, são aqueles que, pela sua actuação, provavelmente vão dar origem a mais uma montanha vir a parir um rato.
    E digo infelizmente, porque tal como neste caso, em muitos outros (sobreiros, submarinos, BPN, etc) o resultado, apesar das provas evidentes, inconcussas, foi nulo.
    A impunidade tem grassado na nossa jovem democracia, fundamentalmente porque a generalidade dos nossos polícticos, se serve dela e não a serve.
    Para tal será necessário que homens bons, desinteressados, impolotos, façam da causa comum a sua própria causa. Em suma, verdadeiramente que não queiram para os outros, quilo que não querem para eles.
    Tenhamos esperança. Esta não paga, ainda, imposto…………………….

RESPONDER

Testes rápidos ao VIH já podem ser feitos em casa

A partir da próxima semana vai ser possível comprar nas farmácias autotestes ao vírus da SIDA para fazer em casa. Os resultados demoram apenas 15 minutos. As farmácias portuguesas vão começar a vender, a partir da …

Polícia dispara balas de borracha sobre manifestantes em Hong Kong

A polícia disparou no domingo balas de borracha em confrontos com manifestantes pró-democracia, em Hong Kong, perto de um centro comercial no qual causaram distúrbios. Pelo décimo sexto fim de semana de mobilização, milhares de manifestantes …

Portugal já paga juros mais baixos que Itália e Espanha, diz Costa

"Todos em Portugal estão hoje a viver melhor do que viviam há quatro anos", afirmou António Costa, durante uma ação de campanha do PS. António Costa disse, este domingo, que Portugal já está a pagar a …

Os últimos cinco anos foram os mais quentes de sempre

Um relatório das Nações Unidas revelou que, entre 2015 e 2019, foram atingidos níveis históricos. Desde 1850, as temperaturas aumentaram 1,1ºC. O período entre 2015 a 2019 é o mais quente alguma vez registado, indicou este …

Duarte Lima perde último recurso e deve ser julgado pela morte de Rosalina Ribeiro em Portugal

O Supremo Tribunal brasileiro indeferiu um novo recurso de Duarte Lima que assim está mais próximo de ser julgado em Portugal, pelo homicídio de Rosalina Ribeiro, em Maricá, em 2009. Ao recurso extraordinário, interposto de uma …

Governo britânico cumprirá decisão do Supremo sobre suspensão do Parlamento

O Governo britânico cumprirá a decisão do Supremo Tribunal do Reino Unido sobre a legalidade ou ilegalidade da suspensão do Parlamento, uma decisão que deverá ser anunciada esta semana. A garantia foi dada este domingo à …

Bancos vendem créditos à habitação a Fundos de Investimento (e é "dramático" para muitas famílias)

Estão a chegar à DECO cada vez mais pedidos de ajuda de famílias que viram os seus créditos à habitação serem adquiridos aos Bancos por Fundos de Investimento e que estão a ser pressionadas para …

BE fará uma campanha "sem energia perdida, palavras ocas ou provocações"

Um partido que pretende ao mesmo tempo trilhar um "caminho de alternativa" e "caminhos de convergência". Assim definiu Catarina Martins a orientação do Bloco de Esquerda (BE) na campanha eleitoral. Ao discursar num almoço com agentes …

Jornalistas não podem ser condenados por violação de segredo de justiça, defende Costa

No primeiro dia da campanha eleitoral para as eleições legislativas de 06 de outubro, António Costa, primeiro-ministro e líder do PS, deu uma entrevista à CMTV e aproveitou para mostrar divergências em relação a Rui …

Défice fica nos 0,8% do PIB no primeiro semestre do ano

O défice situou-se em 0,8% do PIB no primeiro semestre deste ano, em contas nacionais, abaixo dos 2,2% registados no período homólogo, mas longe da meta para o conjunto do ano, de 0,2%. "No conjunto do …