Siza Vieira e João Galamba terão estado sob escuta telefónica

Rodrigo Antunes / Lusa

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira

O Ministério Público terá colocado sob escuta telefónica o ministro da Economia e o secretário de Estado da Energia, no âmbito do inquérito que investiga suspeitas de corrupção em torno das candidaturas aos negócios do hidrogénio verde.

As escutas telefónicas ao ministro da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, e ao secretário de Estado da Energia, João Galamba, são uma das notícias avançadas, esta quinta-feira, pela revista Sábado.

A mesma publicação avança que as escutas em questão, feitas no âmbito da operação do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), decorreram durante a fase de pré-escolha das empresas candidatas aos negócios do hidrogénio verde.

Esta é, segundo a revista, a primeira vez que o Ministério Público coloca sob escuta membros de um Governo em funções, destacando que um deles (Siza Vieira) é, neste momento, o número dois do Executivo socialista.

Entretanto, no mesmo dia, o DCIAP negou que o ministro da Economia tenha sido alvo de escutas telefónicas. “Na sequência de uma notícia surgida na imprensa de hoje e relacionada com um inquérito a correr termos no DCIAP, ao abrigo do disposto no art.º 86.º, n.º 13, al. b) do Código de Processo Penal, esclarece-se que o Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital não foi alvo de interceções telefónicas”, esclarece numa nota à comunicação social, citada pelo semanário Expresso.

Na semana passada, a Sábado noticiou que os dois governantes estão a ser investigados no âmbito de um inquérito que investiga indícios de tráfico de influência e corrupção, entre outros crimes económico-financeiros, em torno dos negócios do hidrogénio verde.

A revista adiantou que ambos são suspeitos de favorecimento do consórcio EDP/Galp/REN no projeto do hidrogénio verde para Sines. António Mexia e João Manso Neto, ex-administradores da EDP, são outros dos visados, assim como o administrador da Galp, Costa Pina.

Na altura, a Procuradoria-Geral da República confirmou que está a decorrer um inquérito no DCIAP sobre esta matéria, mas deixou claro que não tem arguidos constituídos.

Tanto Pedro Siza Vieira como João Galamba já avançaram com uma queixa-crime por denúncia caluniosa.

As candidaturas ao negócio do hidrogénio terminaram em julho deste ano e, segundo o Ministério do Ambiente e da Ação Climática, foram apresentados 74 projetos que, após avaliação do Comité de Admissão de Projetos, foram reduzidos a uma lista de 37.

O ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, já destacou que ainda não há nenhuma aprovação de projeto, nem nenhum financiamento, tendo considerado que a denúncia  “é caluniosa e completamente infundada”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Eduardo Bolsonaro e dois ministros de Estado testam positivo à covid-19

O filho do Presidente do Brasil, que também é deputado federal, é o terceiro membro da delegação brasileira que viajou para os EUA a testar positivo para a covid-19. O deputado federal brasileiro Eduardo Bolsonaro, filho …

Avião russo invade espaço aéreo da Estónia pela sexta vez este ano

A Estónia informou na quinta-feira que um avião da força aérea russa violou o seu espaço aéreo, sendo o sexto incidente do género este ano. A intrusão terá ocorrido ao meio-dia de quarta-feira, quando o avião …

Abel montou uma "equipa pequena, a jogar sempre com receio"

Opinião proveniente do Brasil lamenta a forma como o campeão sul-americano se apresenta em campo. É campeão sul-americano, por ter vencido a última Copa Libertadores, está a um jogo de estar novamente na final da Libertadores …

Pandemia com tendência decrescente nos serviços de saúde e na mortalidade

Portugal regista uma situação pandémica de “intensidade moderada”, mas com uma tendência decrescente da pressão sobre os serviços de saúde e na mortalidade associada à covid-19, refere o relatório das “linhas vermelhas” hoje divulgado. Segundo a …

Vacinas da gripe vão ser dadas nos centros de vacinação covid-19

Os centros de vacinação usados para administrar as vacinas contra a covid-19 vão também passar a ser usados para vacinar contra a gripe. Numa nota enviada às redações, a task force anunciou que os centros de …

Irmã de Kim Jong-un diz que acabar com a Guerra da Coreia é uma "ideia admirável"

Esta sexta-feira, Kim Yo-jong, irmã do líder norte-coreano Kim Jong-un, disse que o país está disposto a retomar as conversações com a Coreia do Sul se o vizinho não provocar o Norte com políticas hostis. Ri …

"Que se lixe o Congresso", diz líder do CDS

O líder centrista Francisco Rodrigues dos Santos disse não estar "minimamente preocupado" nem "concentrado em táticas para congressos internos". O presidente do CDS disse esta sexta-feira que não está “minimamente preocupado” com a próxima reunião magna …

Detidos CEO e chairman do grupo HNA, antigo acionista da TAP

Chen Feng e Tan Xiangdon, o chairmain e o CEO do grupo HNA, que já deteve uma participação na TAP, foram detidos esta sexta-feira.  O chairmain e o CEO do grupo HNA terão sido detidos na …

OMS inclui mais dois medicamentos nas recomendações para tratamento

A Organização Mundial de Saúde (OMS) acrescentou na quinta-feira dois medicamentos à lista de fármacos admitidos para tratamento da covid-19 e pediu à farmacêutica que os produz para baixar os preços e levantar as patentes. O …

Puigdemont em liberdade, mas com proibição de sair da Sardenha

O Tribunal de Recurso de Sassari decidiu, esta sexta-feira, deixar em liberdade o ex-presidente catalão Carles Puigdemont. Enquanto decorrer o processo judicial, não pode sair da ilha italiana. Carles Puigdemont saiu em liberdade esta sexta-feira, depois …