Shutdown obriga funcionários norte-americanos a vender bens para pagar despesas

Justin Lane / EPA

A paralisação do Governo norte-americano não está a ser inofensiva. Pelo contrário: 25% dos funcionários de várias agências e departamentos públicos estão sem rendimentos e, por isso, desesperados face às despesas.

Desde guitarras a bíblias, mesas de massagem ou lençóis da Nintendo: os funcionários públicos norte-americanos estão desesperados e a vender bens pessoais para fazer face à falta de rendimentos.

Segundo o Público, o encerramento parcial dos serviços públicos afeta 25% das agências, num total de 800 mil funcionários, alguns enviados para casa e outros a trabalhar sem salário desde 22 de dezembro. Em causa está o impasse no Congresso para aprovar uma verba de 5,6 mil milhões de dólares para a construção de um muro na fronteira dos EUA com o México.

Os anúncios da venda de bens pessoais podem ser encontrados em sites como o eBay ou nas redes sociais, onde os apelos de funcionários com a corda ao pescoço se vão multiplicando nos últimos dias, denuncia o The Washington Post.

Até agora, o Departamento de Administração e Orçamento norte-americano apenas tem encorajado estes funcionários a falarem com credores e agências de hipotecas. A Guarda Costeira, por sua vez, publicou uma lista de dicas, na qual sugere aos funcionários que vendam coisas online ou façam part-times enquanto baby-sitters para sobreviver.

“Apesar de não ser agradável lidar com estas situações, o melhor é não enterrar a cabeça na areia. Mantenha-se no controlo da situação, percebendo claramente o que está a acontecer”, lia-se no documento publicado pela Guarda Costeira, que entretanto foi removido do site.

Há no Facebook um grupo que se dedica exclusivamente à venda de objetos de funcionários federais. Criado por Jay Elhard, funcionário do Parque Nacional Acadia, no Maine, no grupo vendem cópias de teses de pós-graduação ou mochilas de fibra de carbono usadas para caminhadas no Parque.

Em relação ao muro, o Presidente Donald Trump e o Partido Democrata, agora com maioria no Congresso, estão irredutíveis na negociação da construção. O impasse nos Estados Unidos parece não ter fim à vista – e o tic-tac do relógio parece um ruído impossível de suportar para os funcionários públicos norte-americanos.

LM, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. ohhh, tão preocupados que estamos com o não pagamento de salários nos Estados Unidos. Ohhh, preocupo-me tanto com a propaganda dos outlets de extrema esquerda CNN, NYT e WP. ohhhh fiquei tão tocado

  2. ……que “linda” deve ser a gestão pública americana, que tira dinheiro aos trabalhadores por causa de ideias visionários de um tresloucado ..

  3. ???

    Informa-te, ninguém tira dinheiro aos trabalhadores. Vão acabar por receber todos os ordenados em atraso. O problema é para quem vive no limiar de esforço financeiro e não consegue aguentar 1 mês sem ordenado sem imediatamente ter que deixar de pagar as contas do mês.

Responder a joe Cancelar resposta

Ministério Público investiga ajustes diretos da Câmara do Porto a sociedade de advogados

A Câmara Municipal do Porto (CMP) diz que o valor dos contratos com a sociedade de advogados é de apenas 218 mil euros, e não meio milhão de euros como foi noticiado esta semana. O Ministério …

Lista de grande devedores. Deputados de mãos atadas pelo sigilo bancário

Depois de um esforço hercúleo para conseguir acesso à lista dos grandes devedores da banca, os deputados veem-se agora incapacitados devido ao sigilo bancário e ao fim da legislatura. A lista dos grandes devedores em incumprimento …

Costa promete baixar impostos à classe média (e prefere que Centeno não vá para o FMI)

Mais deduções e mais escalões de IRS para baixar os impostos para as famílias com os filhos e a classe média. Eis o que António Costa promete na antecâmara das eleições legislativas, numa entrevista onde …

Contadores de luz inteligentes acabam com leitura por estimativa

A EDP quer generalizar a instalação de contadores de eletricidade inteligentes. Esta tecnologia vai pôr fim à leitura por estimativa, que era razão de queixa de vários clientes. Os contadores inteligentes vão permitir pôr um fim …

Contas do Metro de Lisboa podem ter “buraco” de três mil milhões, alerta auditoria

As contas do Metropolitano de Lisboa (ML) referentes a 2018, enviadas esta quinta-feira pela empresa pública à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), podem evidenciar um eventual "buraco" de quase três mil milhões de …

Rackete fica em liberdade e apela em tribunal para a ação da UE

A capitã do navio humanitário Sea Watch 3 Carola Rackete, suspeita em Itália de ajuda à imigração ilegal, regressou esta quinta-feira a um tribunal na Sicília para ser ouvida pela justiça italiana. Carola Rackete, a capitã …

“Ganhou um Nobel porquê?”, perguntou Trump a Nadia Murad

Na sala Oval, na Casa Branca, cheia de sobreviventes de perseguição religiosa, o presidente dos EUA falou com cada um, ouviu vários pedidos de ajuda.  Quando chegou a vez Nadia Murad, que ganhou em conjunto com …

Sismo de magnitude 5 atinge Atenas. Há partes da cidade sem eletricidade

Um sismo de magnitude 5,1 na escala de Richter foi esta sexta-feira sentido em Atenas, informou o Centro Sismológico Euro-mediterrânico, existindo relatos de que muitas pessoas saíram a correr para as ruas da capital grega. O …

Jerónimo acusa PS de se encostar à direita para impor “malfeitorias” aos trabalhadores

O secretário-geral do PCP afirmou esta quinta-feira que o país continua a ter uma distribuição de rendimentos injusta apesar dos avanços dos últimos quatro anos e acusou o PS de voltar a encostar-se à direita …

Inspetores da PJ entregam pré-aviso de greve (e fazem ultimato a Costa)

A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal dá uma semana ao Governo para alterar estatuto profissional dos polícias, caso contrário, não desmarca a greve. A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal (ASFIC) da Polícia …