Shutdown obriga funcionários norte-americanos a vender bens para pagar despesas

Justin Lane / EPA

A paralisação do Governo norte-americano não está a ser inofensiva. Pelo contrário: 25% dos funcionários de várias agências e departamentos públicos estão sem rendimentos e, por isso, desesperados face às despesas.

Desde guitarras a bíblias, mesas de massagem ou lençóis da Nintendo: os funcionários públicos norte-americanos estão desesperados e a vender bens pessoais para fazer face à falta de rendimentos.

Segundo o Público, o encerramento parcial dos serviços públicos afeta 25% das agências, num total de 800 mil funcionários, alguns enviados para casa e outros a trabalhar sem salário desde 22 de dezembro. Em causa está o impasse no Congresso para aprovar uma verba de 5,6 mil milhões de dólares para a construção de um muro na fronteira dos EUA com o México.

Os anúncios da venda de bens pessoais podem ser encontrados em sites como o eBay ou nas redes sociais, onde os apelos de funcionários com a corda ao pescoço se vão multiplicando nos últimos dias, denuncia o The Washington Post.

Até agora, o Departamento de Administração e Orçamento norte-americano apenas tem encorajado estes funcionários a falarem com credores e agências de hipotecas. A Guarda Costeira, por sua vez, publicou uma lista de dicas, na qual sugere aos funcionários que vendam coisas online ou façam part-times enquanto baby-sitters para sobreviver.

“Apesar de não ser agradável lidar com estas situações, o melhor é não enterrar a cabeça na areia. Mantenha-se no controlo da situação, percebendo claramente o que está a acontecer”, lia-se no documento publicado pela Guarda Costeira, que entretanto foi removido do site.

Há no Facebook um grupo que se dedica exclusivamente à venda de objetos de funcionários federais. Criado por Jay Elhard, funcionário do Parque Nacional Acadia, no Maine, no grupo vendem cópias de teses de pós-graduação ou mochilas de fibra de carbono usadas para caminhadas no Parque.

Em relação ao muro, o Presidente Donald Trump e o Partido Democrata, agora com maioria no Congresso, estão irredutíveis na negociação da construção. O impasse nos Estados Unidos parece não ter fim à vista – e o tic-tac do relógio parece um ruído impossível de suportar para os funcionários públicos norte-americanos.

LM, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. ohhh, tão preocupados que estamos com o não pagamento de salários nos Estados Unidos. Ohhh, preocupo-me tanto com a propaganda dos outlets de extrema esquerda CNN, NYT e WP. ohhhh fiquei tão tocado

  2. ……que “linda” deve ser a gestão pública americana, que tira dinheiro aos trabalhadores por causa de ideias visionários de um tresloucado ..

  3. ???

    Informa-te, ninguém tira dinheiro aos trabalhadores. Vão acabar por receber todos os ordenados em atraso. O problema é para quem vive no limiar de esforço financeiro e não consegue aguentar 1 mês sem ordenado sem imediatamente ter que deixar de pagar as contas do mês.

RESPONDER

Rússia vai permitir que astronautas levem armas em viagens espaciais

Os astronautas russos vão começar a levar consigo uma arma de fogo durante as suas viagens espaciais. O objetivo é poderem afastar animais selvagens quando aterrarem em áreas remotas na Terra. A Rússia começou a armar …

Hotel no Peru vai ser demolido porque destruiu muro da época Inca

A justiça peruana determinou a demolição de um hotel da rede Sheraton que estava em construção em Cusco, por ter destruído, durante as obras, muros incas de 500 anos numa região considerada Património Cultural da …

No Museu do Louvre, os guias turísticos vão ser refugiados sírios e iraquianos

O Museu do Louvre, em Paris, vai treinar refugiados sírios e iraquianos como guias turísticos para os visitantes que solicitam um tour em árabe. Para os refugiados e requerentes de asilo, é agora gratuito entrar no …

Casal inglês tem um bebé com 17 meses (mas recusa-se a dizer se é menino ou menina)

Há casais que não querem saber o sexo do filho antes do momento do parto. Mas para um casal inglês, o parto da criança não acabou com o mistério em relação ao género. Decididos a proteger …

Costinha obrigou Maniche a corrigir livro por causa da história da camisola rasgada

O ex-internacional português Costinha processou o amigo e ex-colega de equipa no FC Porto Maniche por causa do livro "MANICHE 18, As Histórias (ainda) não contadas". Nele, Maniche conta que foi Costinha quem rasgou a …

Coimbra não foi a única a eliminar a carne de vaca. Universidade de Cambridge foi a primeira

A Universidade de Cambridge, no Reino Unido, foi a primeira a dar passos no sentido de eliminar a carne de vaca dentro da instituição e já conseguiu reduzir a sua pegada de carbono em um …

Depois do 4-2-4 contra Costa, Rio muda a táctica para conquistar indecisos

A prestação de Rui Rio nos debates televisivos, nomeadamente contra António Costa, correu muito melhor do que se esperava no seio do PSD. O presidente social-democrata jogou ao ataque, "em 4-2-4" contra o líder do …

Jogadores do Porto irritados com fúrias de Sérgio Conceição

Os jogadores do FC Porto estão incomodados com os ataques de fúria do seu treinador, Sérgio Conceição, que em alguns casos já levaram a situações de humilhação pública. O caso mais mediático foi o de …

Prejuízos na TAP agravam-se e podem afastar Neeleman. Governo já procura novo comprador

A TAP apresentou prejuízos de cerca de 119 milhões de euros no primeiro semestre de 2019, um agravamento de 29 milhões relativamente a 2018. São os resultados negativos mais elevados desde a privatização da companhia …

"Deixem as vacas em paz!" Marcado mega churrasco de protesto na Universidade de Coimbra

Continuam a chover críticas à Universidade de Coimbra depois da decisão de banir a carne de vaca das cantinas. Associações do sector da produção bovina apelam a que se "deixem as vacas em paz" e …