Serra Leoa a ferro e fogo: Uma pandemia surpresa a meio de uma ameaça climática

trocaire / Flickr

Sensibilização local no mercado de Funkia, Serra Leoa

Uma combinação de desastres indesejável: uma pandemia surpresa a meio de uma ameaça climática. É muito provável que o resto do ano 2020 prove a necessidade de as comunidades locais da Serra Leoa, escassas em recursos e fortemente atingidas pela pobreza, terem um plano de ataque para salvar vidas.

A Serra Leoa decretou estado de emergência a 25 de março, sete dias antes da confirmação do primeiro caso de covid-19. O vírus espalhou-se rapidamente desde então, com o país a registar 1.272 casos de infeção e 51 mortes, até dia 19 de junho.

Ao mesmo tempo que se preparava para abraçar uma violenta pandemia, este país africano iniciava uma contagem regressiva até ao início da estação chuvosa, que cria, todos os anos, desafios para as comunidades locais.

Em meados do ano passado, Freetown e outras grandes cidades foram engolidas por grandes inundações e, em 2017, mais de mil pessoas faleceram na sequência de deslizamentos de terra na capital. Este ano, o Departamento de Gestão de Desastres da Serra Leoa e o Conselho da Cidade de Freetown estão a trabalhar na criação de guias de preparação, com o objetivo de melhorar o planeamento de cenários caso aconteçam vários desastres em simultâneo.

Na Serra Leoa, assim como por todo o continente africano, existem várias favelas atingidas pela pobreza, que são muito vulneráveis aos desastres naturais, nomeadamente inundações. Como as experiências passadas do Ébola demonstraram, é muito importante manter o foco nas comunidades locais.

Uma melhor gestão de desastres é um imperativo para este país, principalmente quando já se encontra a braços com uma pandemia. Esta é a opinião de Lee Miles, professor de Gestão de Crises e Desastres na Universidade de Bournemouth, que escreveu recentemente um artigo para o The Conversation.

O impacto da covid-19 na Serra Leoa está a ser assustador, uma vez que a transmissão comunitária está a tornar-se uma realidade gritante. O estado fragilizado dos serviços de saúde e a limitação de levar ajuda externa até ao país durante a crise estão a dificultar a contenção do surto.

Medidas de prevenção, como o distanciamento social, são altamente desafiadoras em muitas das comunidades locais. A esta emergência sanitária acrescem os impactos práticos das mudanças climáticas ao longo do ano: incêndios e períodos de seca severos, seguidos por chuvas intensas e imprevisíveis.

Apesar de os responsáveis e voluntários locais saberem que devem atender às necessidade de modo a lidar da melhor forma com desastres cada vez mais frequentes, também estão conscientes de que há muito pouco tempo real para desenvolver um conhecimento local antes do início do próximo dilúvio, enchente ou incêndio.

Além disso, as comunidades locais estão cada vez mais conscientes de que enfrentam múltiplos perigos, que se irão, muito provavelmente, multiplicar ao longo de 2020.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Como diz o ditado, uma desgraça nunca vem só, e como afinal minérios e petróleo, nada disto tem servido para o desenvolvimento da população, terão que se limitar ao que têm, mesmo se esse pouco que têm lhes é imposto por dirigentes da sua raça, caso contrário, seria uma acção racista com direito a tempo de antena, manifestações e pilhagens por todo o mundo.

Sporting 2-1 Moreirense | JackPote rende pontos ao “leão”

O “Leão” soma e segue na liderança do campeonato, depois de vencer o Moreirense por 2-1, graças a um bis Pedro Gonçalves. Neste sábado, na recepção ao Moreirense, num embate relativo à oitava jornada, sofreu, mas conseguiu …

Raro crustáceo parasita descoberto na boca de um tubarão em exibição num museu

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie extremamente rara de Cymothoidae na boca de um espécime de tubarão capturado no Mar da China Oriental e agora em exibição num museu. Os Cymothoidae são uma família de isópodes …

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …

Governo das Ilhas Salomão quer banir o Facebook para preservar a União Nacional

O Governo das lhas Salomão quer banir temporariamente a rede social Facebook numa tentativa de combater o cyberbullying e a difamação, alegando que a plataforma está a "minar" a União Nacional. A decisão, que já …

Sob o nariz dos militares norte-coreanos, ex-ginasta salta muro de 3 metros e foge para a Coreia do Sul

Um homem norte-coreano que queria escapar da sua terra natal deu um salto de quase três metros num muro no início deste mês. O salto, que ocorreu sob os narizes dos soldados, trouxe-o para a …