Até a causa ser apurada, os “lesados” do Andanças devem ativar os próprios seguros

A Associação Portuguesa de Seguradores (APS) aconselhou os proprietários de veículos danificados no incêndio de quarta-feira no estacionamento do festival Andanças, em Castelo de Vide, a acionarem os respetivos seguros individuais, por forma a serem indemnizados.

“Independentemente das responsabilidades que vierem a ser apuradas, os lesados que possuam seguros individuais de danos próprios das viaturas que incluam a cobertura de incêndio podem desde já dirigir-se à respetiva seguradora para verem a sua perda indemnizada”, informou a APS em comunicado.

A associação acrescentou que “o mesmo devem fazer os lesados que tenham seguros específicos das mercadorias que eventualmente estivessem dentro das viaturas afetadas”, ressalvando que “só após o apuramento das circunstâncias em que o incêndio ocorreu se pode saber se o risco em questão foi objeto de cobertura por algum ou alguns seguros”.

Podem estar em causa seguros de responsabilidade – caso se venha a apurar a existência de responsabilidade de alguma pessoa ou entidade, que se consiga identificar – ou seguros de danos que incluam a cobertura específica de incêndio”, apontou a APS.

O incêndio que deflagrou na quarta-feira num parque de estacionamento nas imediações do festival de dança, que se realiza no distrito de Portalegre, destruiu 422 viaturas e danificou parcialmente outras nove, segundo a Proteção Civil.

Embora sem ferimentos graves, três pessoas foram assistidas no local, duas das quais foram transportadas para o hospital de Portalegre, por inalação de fumos.

No mesmo dia, a organização do festival assegurou ter “um seguro que cobre os danos” resultantes do incêndio, encontrando-se na altura em contactos com a seguradora para fazer uma avaliação.

Na nota emitida esta quinta-feira, a APS informou ainda que “está a efetuar o acompanhamento da situação com o objetivo de apurar a dimensão dos danos cobertos por seguros“, o que “ainda deve demorar algum, atendendo à indefinição que envolve as circunstâncias em que o evento se deu e à multiplicidade de seguros que podem vir a ser acionados”.

Reportar à GNR

Hoje, o festival acordou “tranquilo”, segundo a organização, com os festivaleiros a fazer a vida “normal”.

A organização indicou esta manhã que “não há ainda” uma tomada de posição por parte da seguradora com a qual contratualizou o seguro do festival, uma vez que “estão ainda a ser recolhidos dados” junto dos proprietários dos veículos.

Na página oficial do evento no Facebook, uma mensagem dos promotores diz que serão dadas mais informações assim que possível e sublinha ser “muito importante que todos os lesados o reportem à GNR no centro operacional do festival e contactem o seu seguro”.

Além de elementos da Polícia Judiciária (PJ), que continuam a proceder a investigações no local, de manhã a GNR mobilizou para o terreno uma equipa de investigação criminal “reforçada”, disse à Lusa o oficial de relações públicas do Comando Territorial de Portalegre da GNR, tenente-coronel Carlos Belchior.

“Os trabalhos não só abrangem a continuidade da averiguação das causas do incêndio, como, principalmente, a fase de identificação de viaturas e proprietários que vai ser um trabalho exaustivo devido ao elevado número carros”, disse.

O oficial acrescentou que as causas do incêndio estão por apurar, afirmando que “ainda não há uma posição formal sobre o assunto”, embora os indícios apontem para a “inexistência de mão criminosa”.

O Andanças – Festival Internacional de Danças Populares decorre desde segunda-feira nas margens da albufeira de Póvoa e Meadas, no concelho de Castelo de Vide.

Promovida pela PédeXumbo, Associação para a Promoção da Música e Dança, a 21ª edição do festival espera receber, até domingo, 40 mil visitantes, numa área de 28 hectares.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Infelizmente não devem haver muitos proprietários com o seguro de danos próprios que cubra incêndio. E a noticia que as seguradoras então a transmitir, é que a demora em restituir algum valor aos lesados vai ser bem grande.

Berardo apresenta recurso contra arresto de imóveis de luxo

Joe Berardo apresentou um recurso contra o arresto a dois imóveis de luxo em Lisboa. As propriedades foram arrestadas pela Caixa Geral de Depósitos por dívidas superiores a 300 milhões. O empresário madeirense Joe Berardo interpôs …

Para além de autocarros, Cascais quer comboios gratuitos dentro do município

Desde 1 de janeiro de 2020, Cascais tornou-se no primeiro concelho do país a ter transportes públicos rodoviários gratuitos. Agora, quer alargar a iniciativa aos comboios. "Estamos a abrir um novo paradigma, que encara a mobilidade …

Governo convoca sindicatos para negociar aumentos acima dos 0,3%

O Governo convocou as estruturas sindicais da administração pública para voltar a negociar a proposta dos aumentos salariais de 0,3% para este ano. De acordo com a agência Lusa, o Governo convocou as estruturas sindicais da administração …

Governo prepara injeção final de 1400 milhões no Novo Banco

Desde a venda, em outubro de 2017, o Estado já injetou 1,9 mil milhões de euros no Novo Banco. Agora, o Fundo de Resolução estuda injetar mais 1,4 mil milhões. O Fundo de Resolução e o …

Em Espanha, há jogadores a serem pressionados a sair para países árabes

Jogadores do UD Almería estão a ser pressionados pelo dono do clube a sair para clubes de países árabes. Alguns atletas já apresentaram queixa ao sindicato. O xeique Turki Al-Sheikh, dono do Almería, da segunda divisão …

Chuva forte inunda Hospital de São José, em Lisboa

As chuvas fortes que se fizeram sentir esta quinta-feira inundaram o Hospital de São José, em Lisboa, deixando algumas salas alagadas. A informação é avançada pelo Correio da Manhã, que publicada algumas fotografias nas quais se …

Aos 58 anos, Carlos Sainz volta a fazer história ao conquistar o seu terceiro Dakar

Carlos Sainz reforçou o estatuto de piloto mais veterano a conquistar o Dakar, ampliando assim por mais um par de anos o recorde que já lhe pertencia. O espanhol Carlos Sainz (Mini) conquistou a terceira vitória …

Alunos até ao 6.º ano vão poder ficar nas escolas das 9 às 17 horas

O princípio da Escola a Tempo Inteiro (ETI), que permite prolongar o horário escolar dos alunos do 1.º ciclo através de Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), vai ser também alargado aos estudantes do 2.º ciclo. …

Bruno Fernandes corre risco de não fazer o último jogo contra o Benfica

Com a transferência de Bruno Fernandes para o Manchester United quase fechada, o internacional português corre o risco de não alinhar esta sexta-feira no dérbi com o Benfica. A notícia avançada hoje pelo Correio da Manhã …

Carreiras chama "traidor" a Rio (e considera que Passos Coelho voltará a unir o partido)

O autarca de Cascais, Carlos Carreiras, classifica Rui Rio como "traidor" e considera que, "se e quando decidir voltar", Pedro Passos Coelho voltará a unir o PSD. Carlos Carreiras, presidente da maior autarquia social-democrata do país, …