Incêndio no Andanças é “uma grande embrulhada” difícil de resolver

Edgar Libório / EPA

-

Um advogado especialista em Responsabilidade Civil considera que os proprietários de carros destruídos pelo incêndio no Andanças devem contactar as respetivas seguradoras por escrito e podem esperar que o processo de averiguação demore muito tempo.

“Segundo a minha experiência, vai ser uma ‘embrulhada’ muito difícil de resolver, porque está em fase de inquérito e ainda não há conclusões” acerca do incidente, disse à Lusa Ricardo Lucas, advogado que trabalha nas áreas de Responsabilidade Civil e Direito dos Seguros.

Nos casos em que o proprietário do veículo atingido tem um seguro de danos próprios está mais protegido, mas mesmo assim, “as seguradoras tendem a adiar os pagamentos até ao apuramento das responsabilidades”, salientou.

Para defenderem os seus direitos, Ricardo Lucas aconselha todos os prejudicados a contactarem a respetiva seguradora por escrito, para terem uma resposta escrita de como é que a sua seguradora se posiciona nesta situação.

“Não quer dizer que as seguradoras vão por isso assumir alguma responsabilidade, mas também assim ficam a saber qual a posição da seguradora sobre a matéria”, realçou, considerando também que os lesados deveriam contactar um advogado que defenda os seus direitos.

“Mas têm de começar a prevenir-se, porque a resolução deste caso não vai ser tão rápido como desejariam. Ainda por cima é uma indemnização de milhões e ter financiamento para isto não será fácil”, acrescentou.

Seguro da organização do Festival pode nem ser acionado

A organização do festival Andanças, realizado em Castelo de Vide, afirmou ter um seguro, “mas este pode nem sequer chegar a ser acionado se a organização não tiver qualquer responsabilidade no incêndio”, disse.

Neste mesmo sentido vão declarações do diretor da área de subscrições da Crédito Agrícola Seguros, da Caixa Agrícola, Carlos Pereira, que detém a apólice da organização do festival.

Carlos Pereira confirmou que a CA recebeu uma notificação do incidente e disse à Lusa que atualmente estão a ser feitas perícias.

“Só depois de terem sido avaliadas as origens do incidente é que se saberá qual o montante total envolvido”, acrescentou.

Quanto ao pagamento e montantes envolvidos, eles dependerão dos resultados das perícias.

Além disso, sublinhou, a apólice “será acionada apenas se se comprovar que houve responsabilidade da organização” e até ao montante contratado, que não especificou.

Sem adiantar prazos, Carlos Pereira disse esperar que a situação se resolva o mais rapidamente possível, até por uma questão de organização da seguradora.

O incêndio que deflagrou na quarta-feira no estacionamento do festival de dança e música Andanças, em Castelo de Vide (distrito de Portalegre), destruiu mais de 400 carros. Segundo a GNR, não há indícios de crime.

/ Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não foi aqui referido mas quando contatarem a seguradora por escrito, façam-no em carta registada com aviso de receção, acompanhada com um relatório da ocorrência, normalmente emitido pela autoridade local que entreviu na mesma. Não se esqueçam de ficar com cópia de tudo e agrafar junto ao registo dos CTT e ao aviso de receção dos CTT, quando o mesmo vos for devolvido devidamente assinado. Atenção aos moldes com que a carta é realizada, para os devidos efeitos aconselho aconselharem-se junto de um advogado ou solicitador. O rápido desenvolvimento e desfecho positivo deste tema, depende da forma profissional como será tratado.
    Boa Sorte!….

RESPONDER

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …

Autoeuropa quer recorrer ao lay-off (e retomar produção a 20 de abril)

A administração da Autoeuropa quer promover um regresso gradual ao trabalho a partir de 20 de abril, pretendendo recorrer ao lay-off simplificado para os trabalhadores que não regressem ao trabalho nessa data. “O regresso ao trabalho …

Ex-mulher de astronauta acusada de mentir sobre o "primeiro crime espacial"

A ex-mulher da astronauta da NASA Anne McClain, Summer Worden, foi acusada formalmente de mentir sobre o "crime espacial" que McClain terá cometido. Em agosto de 2019, o jornal norte-americano The New York Times noticiou que …

Em Singapura, os parques de estacionamento são agora quintas urbanas

A pandemia de covid-19 está a obrigar alguns países a adaptarem-se. É o caso de Singapura, que está a transformar os parques de estacionamento em quintas urbanas para aumentar a produção alimentar. Só 1% do território …

O empresário mais odiado do mundo quer sair da prisão (para desenvolver um medicamento para a covid-19)

Martin Shkreli, o empresário mais odiado do mundo, quer sair brevemente da prisão para ajudar a desenvolver um tratamento para a covid-19. Num artigo publicado no site da empresa de Shkreli, Prospero Pharmaceuticals, juntamente com outros …

Ceferin acusado de ganância. "Manter a Liga dos Campeões foi um ato criminoso irresponsável"

O primeiro-ministro da Eslovénia, Janz Jansa, teceu duras críticas à forma como a UEFA e o seu presidente, Aleksander Ceferin, lidaram com a fase inicial da pandemia de covid-19. "Manter a Liga dos Campeões foi um …