Incêndio no Andanças é “uma grande embrulhada” difícil de resolver

Edgar Libório / EPA

-

Um advogado especialista em Responsabilidade Civil considera que os proprietários de carros destruídos pelo incêndio no Andanças devem contactar as respetivas seguradoras por escrito e podem esperar que o processo de averiguação demore muito tempo.

“Segundo a minha experiência, vai ser uma ‘embrulhada’ muito difícil de resolver, porque está em fase de inquérito e ainda não há conclusões” acerca do incidente, disse à Lusa Ricardo Lucas, advogado que trabalha nas áreas de Responsabilidade Civil e Direito dos Seguros.

Nos casos em que o proprietário do veículo atingido tem um seguro de danos próprios está mais protegido, mas mesmo assim, “as seguradoras tendem a adiar os pagamentos até ao apuramento das responsabilidades”, salientou.

Para defenderem os seus direitos, Ricardo Lucas aconselha todos os prejudicados a contactarem a respetiva seguradora por escrito, para terem uma resposta escrita de como é que a sua seguradora se posiciona nesta situação.

“Não quer dizer que as seguradoras vão por isso assumir alguma responsabilidade, mas também assim ficam a saber qual a posição da seguradora sobre a matéria”, realçou, considerando também que os lesados deveriam contactar um advogado que defenda os seus direitos.

“Mas têm de começar a prevenir-se, porque a resolução deste caso não vai ser tão rápido como desejariam. Ainda por cima é uma indemnização de milhões e ter financiamento para isto não será fácil”, acrescentou.

Seguro da organização do Festival pode nem ser acionado

A organização do festival Andanças, realizado em Castelo de Vide, afirmou ter um seguro, “mas este pode nem sequer chegar a ser acionado se a organização não tiver qualquer responsabilidade no incêndio”, disse.

Neste mesmo sentido vão declarações do diretor da área de subscrições da Crédito Agrícola Seguros, da Caixa Agrícola, Carlos Pereira, que detém a apólice da organização do festival.

Carlos Pereira confirmou que a CA recebeu uma notificação do incidente e disse à Lusa que atualmente estão a ser feitas perícias.

“Só depois de terem sido avaliadas as origens do incidente é que se saberá qual o montante total envolvido”, acrescentou.

Quanto ao pagamento e montantes envolvidos, eles dependerão dos resultados das perícias.

Além disso, sublinhou, a apólice “será acionada apenas se se comprovar que houve responsabilidade da organização” e até ao montante contratado, que não especificou.

Sem adiantar prazos, Carlos Pereira disse esperar que a situação se resolva o mais rapidamente possível, até por uma questão de organização da seguradora.

O incêndio que deflagrou na quarta-feira no estacionamento do festival de dança e música Andanças, em Castelo de Vide (distrito de Portalegre), destruiu mais de 400 carros. Segundo a GNR, não há indícios de crime.

/ Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não foi aqui referido mas quando contatarem a seguradora por escrito, façam-no em carta registada com aviso de receção, acompanhada com um relatório da ocorrência, normalmente emitido pela autoridade local que entreviu na mesma. Não se esqueçam de ficar com cópia de tudo e agrafar junto ao registo dos CTT e ao aviso de receção dos CTT, quando o mesmo vos for devolvido devidamente assinado. Atenção aos moldes com que a carta é realizada, para os devidos efeitos aconselho aconselharem-se junto de um advogado ou solicitador. O rápido desenvolvimento e desfecho positivo deste tema, depende da forma profissional como será tratado.
    Boa Sorte!….

RESPONDER

Flamengo chega a acordo com o Inter por Gabigol

Flamengo e Inter de Milão já chegaram a acordo para a transferência definitiva de Gabigol, jogador que esteve durante a última temporada na equipa brasileira por empréstimo. Segundo o portal brasileiro Globo Esporte, os dirigentes do …

Espanha quer "assaltar" o lugar de Centeno no Eurogrupo

Nadia Calviño, a número dois do Governo Espanhol, assume-se como favorita para assumir a presidência do Eurogrupo, caso o ministro das Finanças português, Mário Centeno, decida não entrar na corrida. A notícia é avançada esta terça-feira …

Dívidas de hospital de Lisboa travam compra de dois medicamentos para cancro

As dívidas do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte, que inclui os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, levaram o Tribunal de Contas (TdC) a chumbar a compra de dois medicamentos para um cancro …

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões da Sonangol para uma empresa de Isabel dos Santos

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões das contas da petrolífera estatal Sonangol no private banking do Eurobic, em Lisboa, para uma empresa de Isabel dos Santos, avança o Correio da Manhã esta terça-feira. …

Livro de John Bolton pode prolongar julgamento de Donald Trump

  Ao segundo dia de defesa dos advogados da Casa Branca no julgamento do impeachment de Donald Trump, caiu uma "bomba" no Senado. O livro escrito por John Bolton, ex-conselheiro de segurança nacional do Presidente dos …

Afinal, Bruno Fernandes pode rumar ao Barcelona (e fazer escala no Valência)

Afinal, o futuro do internacional português Bruno Fernandes pode passar por Espanha e não por Inglaterra, onde foi dado como quase certo. O negócio envolve dois emblemas espanhóis e o avançado ex-Benfica Rodrigo Moreno. De …

Coronavírus já matou 106 pessoas na China. E já chegou à Alemanha

A China elevou para 106 o número de mortos causados pelo coronavírus e o número de infetados já chegou aos quatro mil. Esta segunda-feira, confirmou-se um caso na Alemanha, sendo agora o segundo país da …

Iniciativa Liberal quer privatizar CGD, TAP e RTP

O Iniciativa Liberal quer privatizar a Caixa Geral de Depósitos, a TAP e a RTP. Esta segunda-feira, no Parlamento, o deputado único João Cotrim Figueiredo defendeu ainda a redução do IVA na eletricidade para uma …

PSD convidou BE e PCP para negociar. Teme-se uma "perigosa" coligação negativa no IVA da luz

O PSD está disponível para "conversar" com a esquerda parlamentar para negociar uma solução que permita baixar o IVA da eletricidade. A garantia foi dada por um dos coordenadores do processo orçamental do PSD, Duarte Pacheco, …

Cientistas fazem múmia de 3.000 anos "falar" (e já a podemos ouvir)

Uma equipa de cientistas recriou o som da voz de um antigo padre egípcio com a ajuda de uma múmia com três mil anos e usando uma combinação de tomografias computadorizadas, impressão 3D e uma laringe …