Lesados do incêndio no Andanças pagam 400 euros cada por taxas de justiça

Edgar Libório / EPA

Um ano depois do incêndio no Andanças, que destruiu 422 carros, apenas 69 lesados vão avançar com uma queixa em tribunal. O advogado dos queixosos admite que uma das principais razões é o valor elevado de taxas de justiça.

Quase 70 lesados do incêndio que, há um ano, destruiu 422 viaturas no estacionamento do festival Andanças, em Castelo de Vide, estão prestes a apresentar uma queixa em tribunal contra a câmara municipal e a empresa organizadora do evento, conta a TSF.

Em declarações à rádio, o advogado Pedro Proença explica que o processo deverá dar entrada ainda este mês e que só está a aguardar alguns comprovativos de pagamento de todas as taxas de justiça. Cada lesado teve de avançar com cerca de 400 euros de taxas, um total de 27 mil euros, além de outras despesas judiciais que ainda deverão surgir.

O advogado considera que este tipo de custos são uma das principais razões que levam tão poucos lesados a avançar para tribunal, embora seja possível recuperar parte do valor caso vençam a ação.

Segundo a TSF, a queixa já finalizada pede indemnizações à volta dos 800 mil euros por danos patrimoniais e 600 mil por danos morais, ou seja, quase 1,5 milhões de euros.

O advogado conta que, quase um ano depois do incêndio, muitos lesados ainda não ultrapassaram o trauma de ver tantos carros a arder, havendo até pessoas que nunca mais conseguiram ter automóvel, afetando o seu dia-a-dia.

Recorde-se que, em fevereiro, o Ministério Público decidiu arquivar o caso por não ter encontrado sinais de que o fogo tenha sido ateado de forma deliberada ou intencional.

No entanto, o representante destes lesados garante que o festival Andanças teve várias falhas de segurança, que estarão na queixa apresentada em tribunal, nomeadamente, a existência de muito material combustível, como palha resultante do corte de erva pela autarquia que não foi recolhida e que potenciou a destruição de tantos automóveis.

O advogado queixa-se ainda da falta de extintores no recinto e de um camião autotanque, assim como o facto de a organização ter recusado a presença dos bombeiros, o que fez com que não existisse uma resposta mais rápida, além dos portões fechados a cadeado que impediram a passagem de uma viatura dos sapadores florestais.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

FC Porto 2-0 Sporting CP | "Dragão" conquista 29.º título de campeão

O FC Porto é o novo campeão nacional de futebol, época 2019/20. Os “dragões” conquistaram o seu 29º título num jogo em que precisavam apenas do empate, mas fizeram mais do que isso e venceram …

Personalidades brasileiras, como o músico Chico Buarque, pedem destituição de Bolsonaro

Um grupo de artistas e intelectuais brasileiros pediu na terça-feira a destituição do Presidente, Jair Bolsonaro, num documento que vai ser entregue à Câmara dos Deputados do país por parlamentares da oposição. Entre as personalidades que …

Prestigiada universidade britânica envolvida em escândalo sexual

Uma das universidades mais antigas do mundo está envolvida num escândalo sexual, com dezenas de pessoas a alegarem ter sido abusadas no seu campus por membros de uma fraternidade. De acordo com a CNN, as denúncias …

Há uma forma barata e eficiente de encontrar coalas. Envolve tecnologia e a Austrália é pioneira

A Austrália lidera o uso inovador de tecnologias emergentes, como drones, para ajudar a encontrar coalas e outros animais selvagens de difícil deteção. Na Austrália, os incêndios florestais catastróficos do verão passado queimaram cerca de um …

O mais longo cabo de eletricidade do mundo vai "nascer" entre o Reino Unido e a Dinamarca

Já arrancaram as obras para a construção do maior cabo de eletricidade conector do mundo, que permitirá que energia limpa seja transportada entre o Reino Unido e a Dinamarca, avança o jornal britânico The Independent, …

Descobertas ruínas de antigo palácio asteca e de casa do conquistador espanhol Cortés

Foram descobertas ruínas de um antigo palácio asteca e da primeira casa do conquistador espanhol Hernan Cortés debaixo de um emblemático edifício da Cidade do México. Uma equipa de arqueólogos descobriu vestígios de um antigo palácio …

De Bolsonaro a Ventura, Parler é a rede social que está a atrair a direita

Apesar de não ser nova, esta rede social começou a ganhar popularidade nos últimos tempos, nomeadamente entre vários políticos de direita, por apostar na "liberdade de expressão". Chama-se Parler, foi criada em agosto de 2018, mas …

Pandemia leva famílias sírias a casar filhas menores de idade a troco de dinheiro

Face às dificuldades geradas pela pandemia do novo coronavírus, várias famílias sírias estão a casar as suas filhas menores de idade com homens turcos. A denúncia foi feita por ativistas da ECPAT, uma rede de organizações …

Politécnico de Bragança ameaça retirar apoios a estudantes que desrespeitem regras sanitárias

Esta terça-feira, o presidente do Instituto Politécnico de Bragança avisou os estudantes que está a pensar cortar apoios sociais àqueles que desrespeitarem as regras sanitárias. O presidente do Instituto Politécnico de Bragança (IPB), Orlando Rodrigues, avisou …

Banksy faz rara aparição pública no metro de Londres (e alerta para o uso de máscara)

O artista britânico Banksy fez vários desenhos numa carruagem do metro de Londres para cosnciencializar para o uso de máscara, que é obrigatório nos transportes públicos da capital do Reino Unido devido à pandemia de …