Submarino ARA San Juan está a ser procurado em zona de profundos desfiladeiros

Armada Argentina / Twitter

Submarino ARA San Juan da Armada Argentina

A embarcação da empresa americana Ocean Infinity contratada pelo governo da Argentina para procurar o submarino ARA San Juan, que desapareceu há dez meses no Oceano Atlântico, começou a rastrear neste fim-de-semana uma zona de profundos desfiladeiros.

ARA San Juan

Segundo os últimos dados divulgados em conjunto pela empresa americana e a Marinha da Argentina, o navio Seabed Construtor lançou um dos cinco veículos autónomos submarinos (AUV) numa região com profundos desfiladeiros submersos.

Segundo a Força Naval, os desfiladeiros são uma espécie de rios submersos formados há milhões de anos, com uma cabeceira de 800 metros de largura e compostos de areia, argila, silte e outros materiais.

Essas formações podem chegar a atingir cerca de um quilómetro de profundidade e contam com “pequenas formações de corais”, devido à presença de jazigos de gás natural.

O Seabed Construtor zarpou a 7 de setembro com familiares e membros da Marinha a bordo para tentar localizar o submarino e já descartou cerca de cem objetos detetados na área de operações.

Atualmente, há outros três AUV situados noutras zonas de busca do Atlântico, onde o submarino desapareceu a 15 de novembro de 2017 com 44 tripulantes, depois de ter zarpado do porto de Ushuaia para uma missão de vigilância.

O San Juan encontrava-se a mais de 400 km da costa da Patagónia, no litoral da província de Chubut, quando estabeleceu contacto pela última vez.  O plano de buscas previa que o submarino se encontrasse a 430 quilómetros do ponto mais próximo da costa a sudeste da península de Valdés.

Antes de desaparecer, o submarino argentino enviou sete pedidos de socorro. As tentativas de comunicação da embarcação “indicam que a tripulação está a tentar restabelecer contacto. Estamos a tentar localizar a fonte das emissões”, afirmou na altura a Marinha argentina, acrescentando que as chamadas duraram entre quatro e 36 segundos.

De acordo com o Ministério da Defesa, o contacto não chegou a ser estabelecido com o submarino, mas as autoridades tentaram localizar o emissor e tudo indica que a tripulação tentou realmente entrar em contacto com terra.

A 1 de dezembro do ano passado, a Argentina deu como mortos os 44 tripulantes do submarino e anunciou que já não estava à procura de sobreviventes. “Está estabelecido e calculado internacionalmente que sete dias é o tempo que um submarino acidentado deve e pode esperar pela ajuda externa”, explicou então o comandante Taveira Pinto, diretor técnico-pedagógico do Centro de Instrução de Submarino.

O ARA San Juan é um dos três submarinos da frota argentina. Fabricado na Alemanha e lançado ao mar em 1983, a embarcação tem 65 metros de comprimento e sete de largura. Entre 2007 e 2014, foi sujeito a intervenções de manutenção que prolongaram o seu uso por mais 30 anos.

ZAP // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Morreu o general José Lemos Ferreira

O ex-chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA) morreu aos 90 anos, disse quinta-feira à agência Lusa uma fonte militar. Chefe do Estado-Maior da Força Aérea de 1977 a 1984, o general José Lemos Ferreira foi …

PJ afasta "intervenção de terceiros" na morte de diretor do EuroBic

O diretor nacional da PJ disse, esta quinta-feira, que os elementos recolhidos sobre a morte do diretor do private banking do EuroBic, arguido no caso Luanda Leaks, "apontam para que não haja intervenção de terceiros". Questionado …

Carlos Amaral Dias terá ficado retido na ambulância avariada durante uma hora

Os resultados de um inquérito aberto pelo INEM apontam para que Carlos Amaral Dias tenha ficado dentro de uma ambulância avariada durante uma hora. De acordo com o Jornal de Notícias, a equipa da ambulância dos …

Luanda Leaks. Mário Leite Silva renuncia à presidência do Banco de Fomento Angola

O presidente do Conselho de Administração do Banco de Fomento Angola (BFA), Mário Leite Silva, gestor de Isabel dos Santos, renunciou ao cargo, com efeitos a partir de 22 de janeiro. A informação foi transmitida …

Tempestade “Glória” faz pelo menos nove mortos em Espanha

Pelo menos nove pessoas morreram e outras quatro estão dadas como desaparecidas em Espanha na sequência da passagem da tempestade “Glória”, intempérie que atinge o país desde o passado fim de semana. As autoridades confirmaram cinco …

Há um "milagre da multiplicação" dos votos que os deputados querem travar

Todos os partidos concordam: é preciso travar o "milagre da multiplicação" dos votos na Assembleia da República. Estabelecer regras objetivas para o fazer é o mais complicado. Os deputados começaram esta quarta-feira a discutir como “regrar” …

Pensões entre 877 e 2600 euros têm aumento mínimo de 6,14 euros

Os pensionistas que ganham entre 877,6 e os 2558 euros brutos por mês vão ter aumentos acima dos 0,24% que inicialmente se calculou com base na taxa de inflação (sem habitação) apurada até novembro do …

PCP quer travar "ameaça de despejos" no final deste ano

O PCP entregou uma proposta de alteração ao Orçamento do estado para 2020 para manter congeladas as rendas antigas, quando os locatários tenham um rendimento inferior a cinco salários mínimos nacionais. O PCP quer manter congeladas …

CDS/Congresso: Carlos Meira disponível para acordo que vença João Almeida

Carlos Meira, candidato à liderança do CDS-PP, admite estar disponível para se unir a Filipe Lobo d'Ávila e Francisco Rodrigues dos Santos para vencer João Almeida e lutar "contra o sistema". Carlos Meira, militante de Viana …

Manuais gratuitos também no privado e no cooperativo. Iniciativa Liberal quer igualdade na Educação

O Iniciativa Liberal (IL) propôs uma alteração ao Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) na área da educação, que passa por fornecer manuais escolares gratuitos a todos os alunos da escolaridade obrigatória, quer frequentem o ensino …