Submarino ARA San Juan está a ser procurado em zona de profundos desfiladeiros

Armada Argentina / Twitter

Submarino ARA San Juan da Armada Argentina

A embarcação da empresa americana Ocean Infinity contratada pelo governo da Argentina para procurar o submarino ARA San Juan, que desapareceu há dez meses no Oceano Atlântico, começou a rastrear neste fim-de-semana uma zona de profundos desfiladeiros.

ARA San Juan

Segundo os últimos dados divulgados em conjunto pela empresa americana e a Marinha da Argentina, o navio Seabed Construtor lançou um dos cinco veículos autónomos submarinos (AUV) numa região com profundos desfiladeiros submersos.

Segundo a Força Naval, os desfiladeiros são uma espécie de rios submersos formados há milhões de anos, com uma cabeceira de 800 metros de largura e compostos de areia, argila, silte e outros materiais.



Essas formações podem chegar a atingir cerca de um quilómetro de profundidade e contam com “pequenas formações de corais”, devido à presença de jazigos de gás natural.

O Seabed Construtor zarpou a 7 de setembro com familiares e membros da Marinha a bordo para tentar localizar o submarino e já descartou cerca de cem objetos detetados na área de operações.

Atualmente, há outros três AUV situados noutras zonas de busca do Atlântico, onde o submarino desapareceu a 15 de novembro de 2017 com 44 tripulantes, depois de ter zarpado do porto de Ushuaia para uma missão de vigilância.

O San Juan encontrava-se a mais de 400 km da costa da Patagónia, no litoral da província de Chubut, quando estabeleceu contacto pela última vez.  O plano de buscas previa que o submarino se encontrasse a 430 quilómetros do ponto mais próximo da costa a sudeste da península de Valdés.

Antes de desaparecer, o submarino argentino enviou sete pedidos de socorro. As tentativas de comunicação da embarcação “indicam que a tripulação está a tentar restabelecer contacto. Estamos a tentar localizar a fonte das emissões”, afirmou na altura a Marinha argentina, acrescentando que as chamadas duraram entre quatro e 36 segundos.

De acordo com o Ministério da Defesa, o contacto não chegou a ser estabelecido com o submarino, mas as autoridades tentaram localizar o emissor e tudo indica que a tripulação tentou realmente entrar em contacto com terra.

A 1 de dezembro do ano passado, a Argentina deu como mortos os 44 tripulantes do submarino e anunciou que já não estava à procura de sobreviventes. “Está estabelecido e calculado internacionalmente que sete dias é o tempo que um submarino acidentado deve e pode esperar pela ajuda externa”, explicou então o comandante Taveira Pinto, diretor técnico-pedagógico do Centro de Instrução de Submarino.

O ARA San Juan é um dos três submarinos da frota argentina. Fabricado na Alemanha e lançado ao mar em 1983, a embarcação tem 65 metros de comprimento e sete de largura. Entre 2007 e 2014, foi sujeito a intervenções de manutenção que prolongaram o seu uso por mais 30 anos.

  ZAP // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Carlos César acusa BE e PCP de terem preferido "jogos de poder"

O presidente do PS acusou, esta segunda-feira, os partidos de esquerda de terem preferido "os jogos de poder", no seguimento do anúncio de ambos do voto contra o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). "BE e …

O dirigente do PSD Paulo Mota Pinto

Mota Pinto aponta "irresponsabilidade" de marcar diretas. Rangel reforça importância de ter líder "fortemente legitimado"

O dirigente do PSD defendeu, esta segunda-feira, que o partido "está preparado" para legislativas antecipadas, defendendo que estas devem ocorrer "o mais rapidamente possível". Em declarações à agência Lusa, o presidente da Mesa do Congresso e …

EMA aprova terceira dose da vacina da Moderna a partir dos 18 anos

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) deu luz verde, esta segunda-feira, à administração da terceira dose da vacina da Moderna a partir dos 18 anos. Em comunicado, a agência refere que os dados apontam que uma …

Câmara do Porto aprova sistema de videovigilância no centro histórico

Esta segunda-feira, na reunião do Executivo portuense, foi aprovado, com o voto contra da CDU e do BE, o protocolo a celebrar com a PSP para implementação da videovigilância na Baixa do Porto. O presidente da …

Conselho das Finanças Públicas alerta para riscos na TAP e falta de orçamentação para Novo Banco

O Conselho das Finanças Públicas (CFP) alertou esta segunda-feira, numa análise à proposta do Governo para o Orçamento do Estado de 2022 (OE2022), para a possibilidade de se injetar mais dinheiro na TAP e no …

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho

Novo Banco apresenta nova imagem. "Agora é o renascimento", diz Ramalho

O presidente do Novo Banco disse, esta segunda-feira, que a nova imagem representa o "renascimento" da instituição financeira, que está numa "rota de lucro e rendibilidade". Na apresentação da nova imagem de marca do Novo Banco, …

Governo disponível para suspender caducidade de convenções coletivas "sem limite de tempo"

O Governo está disponível para avançar com a suspensão dos prazos da caducidade das convenções coletivas "sem limite de tempo", disse, esta segunda-feira, no Parlamento a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. A medida foi …

PEV também vota contra o Orçamento do Estado para 2022

O partido ecologista "Os Verdes" (PEV) anunciou, esta segunda-feira, que também vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022. Em conferência de imprensa, na Assembleia da República, José Luís Ferreira disse que "o grupo parlamentar …

Governo lamenta decisão do PCP. "Nunca tínhamos ido tão longe como fomos este ano"

O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares reagiu, esta segunda-feira à tarde, na Assembleia da República, ao anúncio de voto contra do PCP ao Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). Na Assembleia da República, Duarte Cordeiro …

Vulcão Cumbre Vieja lança lava, cinzas e fumo em La Palma

Vulcão de La Palma "no auge da atividade". Derrocada parcial do cone revela grande fonte de lava

Uma derrocada parcial do cone do vulcão da ilha de La Palma, nas Canárias, deixou à vista uma grande fonte de lava, segundo o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (Involcan). "Estamos no auge da atividade" do …